sábado, 12 de março de 2011

FORÇA JOVEM 1994: SANTOS X VASCO CARAVANA A SÃO PAULO

Novembro de 1994: Santos X Vasco no Pacaembu.
No primeiro jogo depois de ter acontecido em Setembro de 1994 em São Januário, uma grande confusão com a Torcida do Santos, a Força Jovem vai a São Paulo. 
“Foi um dia tranqüilo”, disse Marco Antônio, o Marcondes.
 A Folha de São Paulo acompanhou a saga de 19 horas e 37 minutos da Maior Torcida Organizada do Vasco, eles se reuniram às 6 horas na Sede de 2 salas em Piedade e chegaram de volta às 1hs 37 minutos do dia seguinte.
Antes de ir a São Paulo os ônibus com cerca de 79 componentes, pararam no Estádio de São Januário para pegar o material na sala da Torcida.
Na primeira revista em Seropédica (Grande Rio), uma coincidência que causou risos, o patrulheiro Vasco pediu paz em São Paulo, a Polícia Rodoviária só encontrou faixas e bandeiras, a que tem a imagem de uma caveira não foi levada. 
Na entrada de São Paulo foram revistados pelo 2º Batalhão de Choque, que antes já tinham ido a Sede da Mancha Verde a procura dos Vascaínos e proibiram a Mancha Verde de entrar com camisas do Palmeiras no jogo do Vasco, graças a isso só chegaram no Pacaembu aos 30 minutos do 1º tempo, no Estádio, onde foram recebidos com pedras e rojões atirados pelos Santistas, gritou palavras de ordem estimulando a violência, chamou o técnico Lazarone de burro, mais pouco viu o jogo, “o que nos move é principalmente a Torcida adversária”, disse o torcedor Carlos, ao deixar o Estádio, escoltados pela PM, a Torcida canta, sem perceber a ironia, sua versão do samba da Mangueira. 
“Atrás da Força Jovem só não vai quem já Morreu”.  

Força Jovem  São Januário 1994
     
Força Jovem  São Januário 1994
Força Jovem Pacaembu 1994
Força Jovem Pacaembu 1994

Nenhum comentário:

Postar um comentário