quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

VASQUINTINO 1977: ASSIM NASCEU A VASQUINTINO

Foi numa manhã de domingo, dia 22 de Agosto de 1976, estávamos todos numa rodinha, tomando umas cervejas na Padaria do pai do Zeca. 
Nesta rodinha estavam: Neném, Jabour, Maurício, Zeca, Valentim, Alfredo PM, Salvação, Renato, Bibi e Nélson, quando surgiu a ideia....- o de fazermos uma Torcida do Vasco em Quintino. 
Na mesma hora todos concordaram e pó coincidência, todos que estavam na rodinha são Vascaínos, desculpem, minto, o Salvador é botafoguense, mas quem o ver, pensa que é Vascaíno doente. Como ia dizendo, a turma logo se animou e Nelson (Careca) surgiu o nome Vasquintino. Logo aceito, pois a Torcida é do Bairro e não haverá nome melhor, sendo que também, surgiram dois nomes: Vascarcará e Vascanhão) e foi feita no mesmo dia a reunião.
Mas a rodinha aos poucos foi se tornando maior e foi chegando mais gente. Até o Aníbal, que lia o Jornal dos Sports, veio se enturmar, aliás, em matéria de agitação o Aníbal não é fácil, e, logo ele foi discutir com Maurício e Neném, que a Vasquintino estava imitando pois ele já havia lançado a Flaquintino (o Aníbal) precisa um Vascaíno falar da tua Torcida. Ai a zorra foi total. 
E até hoje, a pergunta está no ar. Quem surgiu primeiro, Vasquintino ou Flaquintino? 
Para nós a verdade é que Quintino só teve a ganhar, pois as duas Torcidas animam o Bairro todos os fins de semana.
Mas, continuando a minha história (eu não disse que o Aníbal perturba), a discussão só parou porque a Roseli (Sorrisinho) ia chegando e logo falou. Pessoal, é hoje o aniversário do Jabour.
Então o papo que já era bom, ai mesmo é que esquentou. Mais cervejas, todos abraçaram o aniversariante nesta hora Neném e Aníbal esqueceram a rivalidade. A Padaria ali parecia que estava sendo inaugurada pela quantidade de cerveja espalhadas no balcão e que passasse de carro ou de ônibus e visse aquela aglomeração de gente, não poderia imaginar que ali estava surgindo a Torcida Vasquintino, o orgulho do Bairro.
E por isso, amigos, aproveitamos para convidá-lo a vir participar de todos os domingos alegres junto a rapaziada na Rua Palatinado, esquina da Rua Mendes, Quintino.
Venha tomar umas cervejinhas, ou então falarmos de futebol e aproveitar para ouvir uns sambinhas gostosos pela rapaziada da bateria, sob o comando do Bibi “Água Mineral”.
Torcida Vasquintino 1 Ano de Alegria.
Renato Zarazilha, Relações Públicas da Vasquintino
Fonte: Jornal dos Sports 10 de Setembro de 1977

Vasquintino Jornal dos Sports 1977

Vasquintino Maracanã 1978


Nenhum comentário:

Postar um comentário