domingo, 31 de julho de 2011

GUERREIRAS VASCAÍNAS 018

FORÇA JOVEM








GUERREIRAS VASCAÍNAS 017








GUERREIRAS VASCAÍNAS 016








sexta-feira, 29 de julho de 2011

FORÇA JOVEM 2004: MUITO ALÉM DA PAIXÃO

Romário acusou Torcida de cobrar para aplaudi-lo. 
Das sete Torcidas Organizadas do Vasco, nenhuma se compara a Força Jovem, não só o tamanho, como na influência que exerce em São Januário. 
Com representatividade em vários Estados do País, é a Facção que mais participa do dia a dia de um Clube Carioca. 
Presidida pelo Advogado Marcelo Granzoto, que também é Conselheiro do Vasco. 
A FJV costuma ter as portas abertas do gabinete do todo poderoso Eurico Miranda sempre escancaradas. 
“A relação é a mais aberta possível”, diz Granzoto.
Não são poucos os episódios polêmicos em que a Força Jovem esteve envolvida. 
No mais recente, no atual Brasileiro, seus integrantes interromperam um treino na véspera da partida contra o Grêmio para cobrar empenho e respeito a camisa do Clube ao Técnico Geninho e aos jogadores. 
Quem não guarda boas recordações da Torcida é Romário. 
Acostumado a ser bajulado por onde passa, o atacante teve de enfrentar os protestos veemente da Facção, que o acusava, entre outras coisas, de não comemorar os gols que marcava contra o Flamengo. 
O Atacante não só se negou a conversar, como insinuou que a FJV queria dinheiro para aplaudi-lo. 
Marcelo Granzoto, o Zona Sul diz que, em sua gestão, a Torcida nunca recebeu dinheiro de jogador, nem mesmo do venerado Edmundo, que tem seu nome gritado seja qual for o Time que defenda. 
Fonte: Revista Placar 2004.

Revista Placar 2004

Força Jovem Revista Placar 2004

FORÇA JOVEM 2003: A FARRA DE SÃO JANUÁRIO

Nos jogos do Vasco, difícil é achar quem pagou ingresso. 
O Presidente do Vasco, Eurico Miranda, argumenta que também faz concessões para crianças, idosos e “torcedores menos favorecidos”. 
O critério? 
“Sempre tem Chefes de Torcida nessas roletas. Eles indicam quem pode ou não entrar sem pagar”, diz. 
E se o Vasco perde dinheiro com as cortesias, as Torcidas aproveitam para fazer um extra.
No jogo contra o Paraná, eram vendidas, a menos de 30 metros da bilheteria, “senhas”, um papel como escudo do Vasco, por 7 reais, 3 a menos do que o ingresso de arquibancada. Com a “Senha”, o torcedor era posto na fila das Organizadas e computado, claro, como não pagante. 
Marcelo Granzoto, o Zona Sul, Presidente da Força Jovem, principal Facção Organizada do Clube, admite a prática. 
“Uma pequena parte é vendida por preço inferior para cobrir os gastos da Torcida”. 
Fonte Revista Placar 2003


Força Jovem Revista Placar 2003

FORÇA JOVEM 2003: SUCESSO NA DOAÇÃO DE SANGUE É A ALAVANCA PARA NOVAS CAMPANHAS

FJV FAZENDO O PAPEL DO GOVERNO
27 de Julho de 2003 
Sucesso da doação de sangue é a alavanca para novas campanhas, comprovando valor da instituição. 
Uma grande vitória. 
Assim pode ser resumida a parceria da Força Jovem com o Hemorio, na grande doação de sangue realizada no dia 16 de julho, na Sede da Facção – Rua Bela, 334, São Cristóvão. 
Na verdade a Diretoria esperava um maior número de pessoas, justificada pela data ter sido em um dia de semana, pela não cooperação da mídia e pelo medo da população, causado pela má informação. 
Mas o grupo do Hemorio saiu satisfeito da nova casa vascaína e tanto é verdade que o departamento de comunicação da entidade, em conjunto com a Diretoria da Torcida, já estuda a possibilidade de uma nova doação, a princípio prevista para Dezembro. 
“O resultado foi considerado altamente positivo para o Hemorio, mas nós achamos que ainda podemos fazer mais. Por isso realmente devemos ter nova doação para o final do ano”, revelou Alexandre Carneiro, o Cascão, Diretor de Projetos Sociais. 
Já Vânia Venâncio, enfermeira do Hemorio, parabeniza a iniciativa da Torcida, para ela além de ajudar o Hemorio, tal iniciativa desmistifica a associação da Torcida com a violência e espera que sirva de exemplo, não só para outras Torcidas, mas também para outros setores da sociedade.
Em breve estaremos disponibilizando a cobertura completa da doação, com fotos e os detalhes da campanha. 
Mas a Torcida não vai parar por aí. Motivada pelo saldo positivo da doação de sangue, a Força Jovem – que possui uma Diretoria específica para estes eventos, se articula para promover mais ações sociais, como a campanha do agasalho e, principalmente, o “Fome Zero”, a menina dos olhos da Diretoria.
A previsão é que em no máximo dois meses o projeto já esteja completamente pronto e funcionando.
 “Quem tem fome tem pressa. Por isso essa é a prioridade dentre as campanhas em pauta e só falta decidir alguns ajustes com o restante da diretoria para ser posto em prática”, disse Cascão entusiasmado. 
E o interessante é a audácia dos idealizadores do próximo evento. 
Diferentemente das campanhas tradicionais, o pensamento não é só arrecadar um quilo de alimento, mas realizar simultaneamente um cadastro para que os integrantes possam fazer doações mensais.
“A fome precisa ser sanada a cada dia”, argumenta Cascão. 
A primeira doação está prevista para a população de rua, geralmente os mais necessitados. Em seguida os auxiliados seriam um asilo em Campo Grande, muito carente, e um orfanato em Duque de Caxias. 
Os nomes das instituições só serão divulgados quando o projeto estiver em vigor, para garantir que o Fome Zero da Força Jovem não é uma campanha populista. 
Mas projetos audaciosos não caminham sozinhos e por isso a Diretoria de Projetos Sociais buscou apoio de empresários do ramo alimentício e ao que tudo indica a parceria está quase acertada. 
Sensibilizados pela iniciativa e com garantias do caráter da campanha, o Mercado São Sebastião, da Penha, deve ser o grande reforço da Facção. 
Mas se há os que apoiam, não faltam também os que não cooperam em nada. 
Ajuda do governo nem pensar, mas isso já é comum e nem se esperava mesmo.
Da mídia então, nem se fala. 
Aliás, ela é um motivo de um desabafo: 
“Na doação de sangue, uma nobre ação em prol de nosso Estado, nós pedimos o comparecimento e a divulgação da imprensa e ninguém quis saber do nosso trabalho. Eles só se importam em falar da violência, brigas e outras coisas, mas na hora de contribuir desaparecem”, lembrou Cascão. 
Um outro projeto futuro é uma arrecadação dentro da Força Jovem para comprar equipamentos para a Torcida. 
Na verdade, a intenção é montar um curso de informática na Sede, que apoiado por empresários, seria gratuito e abrangeria a comunidade, principalmente crianças e adolescentes. 
O Diretor faz questão de lembrar que as campanhas são verdadeiramente filantrópicas e que a Facção não ganha um centavo com elas.
“O que lucramos é o prazer de ajudar, dar a nossa contribuição” e encerrou mandando um recado aos que criticam a facção e as ações sociais realizadas por ela:
 “Resposta? O nosso trabalho é a resposta para todos os críticos”. 
Fonte: http://www.casaca.com.br
Força Jovem São Januário 2003

Força Jovem Maracanã 2003

Força Jovem Maracanã 2003

Força Jovem Maracanã 2003

Força Jovem São Januário 2003

quarta-feira, 27 de julho de 2011

FORÇA JOVEM 2003: TORCIDA CRIA UMA LISTA DE DISCURSÃO: TRIBUNA VASCAÍNA.

Julho: Essa é para a galera que se amarra em participar de fóruns e grupos de discussão na Internet.
Além do Fórum FJV, que você já deve ter visto no Site da Força Jovem, foi criado mais um espaço para o torcedor dar sua opinião a respeito do Universo Vasco da Gama.
Já está no ar no Yahoo Groups a Tribuna Vascaína. 
E para participar, você deve em primeiro lugar cadastrar o seu e-mail e depois seguir as instruções que são passadas.
Confira o texto de apresentação:
Esta é uma lista destinada a discutir todos os assuntos que digam respeito ao Maior Clube do Mundo: O VASCO DA GAMA. 
Futebol, política interna do Clube, esportes amadores, etc, tudo que diga respeito ao Vasco está em debate, debate este que será o mais franco e aberto possível. 
Esperamos que os debates tenham o mais alto nível, um nível digno de Vascaínos. 
No entanto, o moderador da lista terá muito pouco trabalho, já que não temos regras proibindo isso ou aquilo.
Vamos confiar na consciência de cada Vascaíno para que ofensas frutos de possíveis divergências não atrapalhem as discussões.
Fonte: http://www.casaca.com.br 

Força Jovem São Januário 2003

Força Jovem Maracanã 2003

Força Jovem Maracanã 2003

FORÇA JOVEM 2003: FORÇA JOVEM É HOMENAGEADA EM PALESTRA GOVERNAMENTAL

Nunca é demais lembrar a supremacia da Força Jovem. 
E isso mais uma vez ficou comprovado no Ciclo de Palestras e Debate do Maracanã – 53 Anos, realizado dia 10 de Julho de 2003, no Auditório da Suderj.
O seminário, que abordou principalmente o estatuto do torcedor e as Facções Organizadas, homenageou a Força Jovem enfatizando a sua superioridade entre as Torcidas do Rio.
Representaram a FJV o Presidente Marcello Granzotto e demais Diretores, entre eles Luciano Martins (Gaspar) e Jackson. 
O ponto alto da homenagem veio das palavras de dois palestrantes.
O Secretário de Esportes e Presidente da Suderj Francisco Manuel de Carvalho, o Chiquinho da Mangueira, fez questão de enfatizar aos presentes que a Força Jovem é a Torcida mais Organizada do Estado.
Já o Promotor de Justiça Alexandre Vasconcelos, além de citar a organização, elogiou o desempenho da mesma junto ao estatuto do torcedor e ao juizado especial criminal, sendo vista por todos como um exemplo a ser seguido. Depois dos merecidos elogios e do reconhecimento público, Marcello Granzotto pediu a palavra, levantando questões importantes e defendendo bravamente as Torcidas. 
Ao final de seu discurso demonstrou gratidão aos anfitriões.
 “Agradeço ao apoio dado pelas autoridades e o voto de confiança, até para não extinguir as Torcidas”, e concluiu demonstrando um dos motivos da supremacia Vascaína.
“Também daremos sempre importância aos projetos sociais”.
Palestraram também no evento o Juiz de direito Doutor Murilo Kieling, o Defensor Público Doutor Américo Grilo, o Delegado da Polícia Civil Doutor Luiz Carlos dos Santos e o ouvidor do estatuto do torcedor Doutor Francisco Horta.

Força Jovem 2003


Força Jovem 2003


Força Jovem 2003

Força Jovem 2003



FORÇA JOVEM 2000: ELEIÇÃO NA FUZACA

Horas antes do final, o clima já era de festa em São Januário. 
Hilário Caridade e Antônio Tintureiro, dois sanfoneiros Portugueses, cantavam a desgarrada, espécie de desafio em música típico do Norte de Portugal, mulatas da Unidos da Tijuca (Escola de Samba Presidida pelo Português e Vascaíno Fernando Horta) animavam o ambiente. 
Membros da Força Jovem (Organizada que em outros tempos cantava “Eurico 171) comiam de graça no Restaurante do Estádio, o Garota de São Januário”.
 “O importante é que o homem ganhou?”, dizia um Gerente do Restaurante. 
Fonte: Revista Placar 2000
Eurico Miranda é eleito Presidente do Vasco.


Revista Placar 2000

Revista Placar 2000

Força Jovem Revista Placar 2000

Eurico, César da TOV e Sandra da Vasguaçu Jornal O Globo 2000

FORÇA JOVEM E TOV 2000: O QUE DEU NA TORCIDA DO VASCO?

Mundial Interclubes no Rio de Janeiro. 
Decisão Vasco x Corinthians.
O Vasco começou a perder a decisão na Arquibancada, quando sua Torcida deixou a ladainha Corinthiana tomar conta. 
Os líderes negam ter perdido no grito, mas admitem que havia algo errado. 
“A Torcida do Vasco é assim. Se com 5 minutos sente que o negócio não está bom, ela se retrai”, analisa Alexandre de Lima, o Cebola, Presidente da Força Jovem. 
“A Torcida só esfriou na prorrogação, com a tensão”, diz Amâncio Cezar, Presidente de Honra da TOV. 
Um possível motivo é que algumas Organizadas não conseguiram nem metade dos ingressos pedidos. 
“Nós fomos prejudicados, Houve desvio”. 
Fonte: Revista Placar 2000

Força Jovem Revista Placar 2000

segunda-feira, 25 de julho de 2011

RENOVASCÃO 1999: MOÇÃO DE CONGRATULAÇÕES Nº 1117 DA ALERJ

EMENTA: DE CONGRATULAÇÕES A TORCIDA ORGANIZADA RENOVASCÃO NA PESSOA DA SUA PRESIDENTE, SENHORA DULCE ROSALINA PELA PASSAGEM DO 101º ANIVERSÁRIO DO CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA.

Autor(es): Deputado ROBERTO DINAMITE

DE CONGRATULAÇÕES A TORCIDA ORGANIZADA RENOVASCÃO NA PESSOA DA SUA PRESIDENTE , SRA. DULCE ROSALINO PELA PASSAGEM DO 101º ANIVERSÁRIO DO CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA

Requeiro à Mesa Diretora, na forma regimental, seja consignada nos Anais desta Casa de Leis, MOÇÃO DE CONGRATULAÇÕES, a Torcida Organizada RENOVASCÃO na pessoa da sua Presidente , SRA. DULCE ROSALINA pela passagem do 101º aniversário do CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA.
Aos 21 dias do mês de Agosto de 1898, nascia o CLUB DE REGATAS VASCO DA GAMA. Em 1915, um grupo de Vascaínos apaixonados pelo remo, mas já começando a se interessar pelo futebol, iniciou os trabalhos para a criação de um departamento destinado a promover treinos e jogos do novo esporte no Clube.
Em 1922, uma façanha que poucos acreditavam: o novo Clube de futebol, com apenas 6 anos de existência (só de futebol), venceu os campeonatos das três categorias da série B, conquistando a taça Constantino. Com esse feito o Vasco da Gama chegou, em 1923, a série A, disputando com clubes como o Flamengo, América, Fluminense e Botafogo.
Em 21 de abril de 1927 inaugurava-se o maior estádio do Brasil, São Januário, posição garantida até 1942, quando foi inaugurado o Pacaembu, em São Paulo.
Construído sem qualquer ajuda do governo estadual ou federal, o Estádio de São Januário foi palco de grandes manifestações populares, algumas inclusive promovidas por Getúlio Vargas, além dos maiores jogos do campeonato carioca e da seleção brasileira, até a inauguração do estádio do Maracanã, em 1950.
Por ocasião das comemorações pelo 101º aniversário de fundação do VASCO DA GAMA, não poderia deixar de render homenagens àqueles que como atletas, ex-atletas, diretores, conselheiros, equipe técnica, funcionários administrativos, torcidas organizadas e torcedores espalhados por todo o Brasil colaboraram para o engrandecimento do GIGANTE DA COLINA.
Sala das Sessões, 17 de Agosto de 1999

Deputado ROBERTO DINAMITE
PMDB

Roberto Dinamite, Dulce Rosalina, Áureo Ameno ALERJ 1999
Homenagem da ALERJ ao Vasco 1999


FORÇA JOVEM 1997: TUDO SOBRE EURICO MIRANDA

Como Euricão se elegeu Deputado Federal? 
No início da década de 1980. 
Eurico se aproximou da Força Jovem, a principal Torcida Organizada do Vasco. 
Com o apoio dos Vascaínos se candidatou à Câmara dos Deputados em 1990. 
Não se elegeu.
Quatro anos depois, os torcedores se organizaram melhor e chegaram a fiscalizar as urnas. Foram fundamentais na Eleição de Eurico, que já fazia parte do PPB. 
“Ele sempre nos ouvia”, conta Marcelo Mendonça, o He-Man, Presidente da Força Jovem. 
“A gente achava que ele era bom para o Vasco, mas depois que se elegeu, nos acusou de vândalos e entrou em guerra contra a gente. Agiu como um Político profissional, usou seu eleitorado e depois o abandonou.” Mendonça comanda o coro de “Eurico 171” toda vez que o Vasco joga. 
Sem o apoio da Torcida, Eurico ataca em outras frentes. 
Tem viajado pelo interior ajudando os Clubes pequenos.
Pagou o alambrado do Estádio do Serrano, de Petrópolis. 
E prometeu à Prefeitura de cachoeiras de Macacu pôr o Time local na Segunda Divisão, dizendo que mandava na Federação. 
O curioso é que a Cidade não tinha Time.
Fonte Revista Placar 1997.    


Força Jovem Revista Placar 1997

Força Jovem Revista Placar 1997
MUV Oposição em São Januário 1997
                                                                                       
MUV Oposição