quinta-feira, 31 de julho de 2014

VASCO 1926: BAILE A FANTASIA NA PRAIA DAS VIRTUDES

A Praia das Virtudes, um recanto da antiga Praia da Santa Luzia. 
Completou no domingo o primeiro aniversário do seu batismo.
Em razão desse aniversário, um grupo de carnavalescos filiados ao Clube de Regatas Vasco da Gama, levou a effesto um banho a fantasia, cuja concorrência é atestada pelas gravuras que publicamos. Tiradas na manhã daquele domingo, durante a qual se realizaram vários concursos de fantasias, provas de natação e outras.
Fonte: Revista da Semana 30 de Janeiro de 1926

Vasco Revista Careta 1926

Vasco Revista Careta 1926

Vasco Revista Careta 1926

Vasco Revista da Semana 1926

quarta-feira, 30 de julho de 2014

VASCO 1926: CAMPEONATO CARIOCA

1º Turno

04/04/1926 Vasco 5 x 0 Villa Izabel 
18/04/1926 Vasco 6 x 2 Syrio e Libanez 

Vasco 6 x 2 Syrio e Libanez Revista O Malho 1926

21/04/1926 Vasco 9 x 3 S.C. Brasil 
25/04/1926 Vasco 1 x 2 São Cristóvão 

Vasco 1 x 2 São Cristóvão Revista O Malho 1926

09/05/1926 Vasco 3 x 1 América 

Vasco 3 x 1 América Revista O Malho 1926

16/05/1926 Vasco 3 x 2 Botafogo

Vasco 3 x 2 Botafogo Revista Careta 1926

23/05/1926 Vasco 1 x 2 Fluminense

Vasco 1 x 2 Fluminense Revista O Malho 1926

30/05/1926 Vasco 5 x 4 Bangu 
13/06/1926 Vasco 2 x 2 Flamengo

Vasco 2 x 2 Flamengo Revista O Malho 1926

2º Turno

27/06/1926 Vasco 5 x 1 Villa Izabel 
04/07/1926 Vasco 3 x 0 Syrio e Libanez
14/07/1926 Vasco 3 x 2 São Cristóvão 

Vasco 3 x 2 São Cristóvão Revista O Malho 1926

18/07/1926 Vasco 5 x 2 S.C. Brasil 
25/07/1926 Vasco 5 x 2 América 
01/08/1926 Vasco 5 x 2 Botafogo 
08/08/1926 Vasco 3 x 0 Fluminense 
15/08/1926 Vasco 1 x 2 Bangu
12/09/1926 Vasco 2 x 1 Flamengo

Vasco 2 x 1 Flamengo Revista O Malho 1926

Classificação Final
Campeão: São Cristóvão Atlético Clube, 30 pontos
2º Lugar: Clube de Regatas Vasco da Gama, 29 pontos
3º Lugar: Fluminense Futebol Clube, 27 pontos
4º Lugar: Bangu Atlético Clube, 21 pontos
5º Lugar: Clube de Regatas do Flamengo, 19 pontos
6º Lugar: Botafogo Futebol Clube, 14 pontos
7º Lugar: Syrio e Libanez Atlético Clube, 14 pontos
8º Lugar: América Futebol Clube, 11 pontos
9º Lugar: Villa Isabel Futebol Clube, 10 pontos
10º Lugar: Sport Club Brasil, 5 pontos

Vasco Revista O Malho 1926


terça-feira, 29 de julho de 2014

VASCO 1926: AMISTOSOS

AMISTOSO MUNICIPAL
Vasco 3 x 0 América
Data: 07 de Março de 1926
Local: General Severiano

Vasco 3 x 0 América Revista O Malho 1926

AMISTOSO INTERESTADUAL
Vasco 2 x 1 Corinthians
Data: 14 de Março de 1926
Local: Rua Paysandu

Vasco 2 x 1 Corinthians SP Jornal O Globo 1926

segunda-feira, 28 de julho de 2014

VASCO 1925: CAMPEONATO CARIOCA (AMEA)

Como as rendas do Campeonato promovido pela AMEA, foram abaixo das expectativas, a Liga não teve como não convidar o Vasco, Clube de maior Torcida do Rio..
“A Volta do Vasco a AMEA, a Turma Vascaína, não há duvidas, é de facto!”, publicava o Jornal O Imparcial em 19 de Maio de 1925.
A entrada do Vasco, tinha uma condição, que não mandasse seu jogos em Estádios decentes e não no Campo da Rua Moraes e Silva.
O campeonato que ano passado tinha oito Clubes (Flamengo, Fluminense, Botafogo, América, Bangu, São Cristóvão Hellênico e S. C. Brasil) esse ano seriam dez (entraram Vasco e o Syrio e Libanez).
Com a volta do Vasco a disputar contra os grandes Clubes, o Campo da Rua Moraes e Silva, que era muito acanhado, assustava os maiores rivais e o Clube precisava alugar praças maiores, gerando uma grande despesa.
Esse também foi um dos motivos, a falta de um Estádio que impediu o Vasco de entrar para AMEA.
Com a aquisição do terreno a Rua São Januário no fim de 1924, o Vasco continuou a arrecadar dinheiro para a construção e o número de sócios só aumentavam, alguns jogos tiveram o preço dos ingressos reajustado e a Torcida comparecia em peso.

AMISTOSO MUNICIPAL 
Botafogo 1 x 2 Vasco
Data: Fevereiro de 1925 
Local: General Severiano

Botafogo 1 x 2 Vasco Revista O Malho 1925

AMISTOSO INTERESTADUAL
Vasco 3 X 2 Associação Atlética São Bento SP
Data: 27 de Dezembro de 1925
Local: Rua Paysandu

Vasco 3 x 2 São Bento SP Revista O Malho 1925

CAMPEONATO CARIOCA

1º Turno

26.04.1925 Vasco 4 x 0 Brasil-RJ
03.05.1925 Vasco 6 x 1 São Cristóvão
10.05.1925 Vasco 2 x 2 Botafogo
17.05.1925 Vasco 2 x 1 Fluminense, Laranjeiras

Fluminense 1 x 2 Vasco Revista Careta 1925

31.05.1925 Vasco 4 x 0 Hellenico, General Severiano

Vasco 4 x 0 Hellenico Revista O Malho 1925

07.06.1925 Vasco 1 x 0 América, Laranjeiras

Vasco 1 x 0 América Revista O Malho 1925

14.06.1925 Vasco 1 x 1 Syrio e Libanez
21.06.1925 Vasco 3 x 0 Bangu
28.06.1925 Vasco 0 x 2 Flamengo

2º Turno

05.07.1925 Vasco 7 x 4 Brasil-RJ
12.07.1925  Vasco 2 x 1 São Cristóvão
11.10.1925 Vasco 4 x 2 Botafogo
01.11.1925 Vasco 4 x 1 Bangu
08.11.1925 Vasco 4 x 2 América
14.11.1925  Vasco 1 x 1 Flamengo
22.11.1925 Vasco 1 x 5 Fluminense
29.11.1925  Vasco 6 x 1 Hellênico
06.12.1925  Vasco 5 x 1 Syrio e Libanez

Classificação Final
Campeão: Clube de Regatas do Flamengo, 31 pontos
2º Lugar: Fluminense Futebol Clube, 30 pontos
3º Lugar: Clube de Regatas Vasco da Gama, 29 pontos
4º Lugar: Botafogo Futebol Clube, 22 pontos
5º Lugar: América Futebol Clube, 18 pontos
6º Lugar: São Cristóvão Atlético Clube, 15 pontos
7º Lugar: Bangu Atlético Clube, 12 pontos
8º Lugar: Syrio e Libanez Atlético Clube, 8 pontos
9º Lugar: Hellênico Atlético Clube, 8 pontos
10º Lugar: Sport Club Brasil, 8 pontos

Vasco Revista O Malho 1925

sábado, 26 de julho de 2014

VASCO 1924: REMO

Vasco Remo Revista da Semana 1924

Vasco Remo Revista Fon Fon 1924

Vasco Remo Praia de Botafogo Revista Careta 1924

Vasco Remo Praia de Botafogo Revista Careta 1924


sexta-feira, 25 de julho de 2014

VASCO 1924: FOTOS 01



Vasco Revista da Semana 1924

Vasco Festa de 26 anos do Vasco Revista Careta 1924

Vasco Festa de 26 anos do Vasco Revista Fon Fon 1924



quinta-feira, 24 de julho de 2014

VASCO 1924: CAMPEONATO CARIOCA LTDM

O Clubes da elite do Rio de Janeiro, pressionados pelo Flamengo, Fluminense, Bangu, Botafogo e América, abandonam a LTDM e fundam a Associação Metropolitana de Esportes Athléticos (AMEA).
A Liga de Futebol do Rio já aconteceu várias mudanças e nomes diferentes.
Em 1905 era Liga Metropolitana de Football (LMF), em 1907 Liga Metropolitana de Sports Athleticos (LMSA), em 1917 Liga Metropolitana de Desportos Terrestres (LMDT), em 1924 Associação Metropolitana de Esportes Athleticos (AMEA) e em 1933 Liga Carioca de Futebol (LCF).
Os Clubes não aceitaram a ideia de ver um Campeão com jogadores negros, mulatos, pobres, analfabetos e operários, caso quisesse continuar a disputar o Campeonato Carioca, o Vasco teria que eliminar doze jogadores (7 do 1º Quadro e 5 do 2º Quadro), todos negros, justamente esses jogadores que ganharam de forma brilhante o campeonato do ano anterior, o Presidente do Vasco José Augusto Prestes, não aceitou e envia uma carta a AMEA pedindo a desfiliação.
Assim o Vasco participa do Campeonato organizado pela Liga Metropolitana de Desportos (LMDT) e os Clubes da elite pelo organizado pela Associação Metropolitana de Esportes Athléticos (AMEA).
Participaram do campeonato da LTDM, os Clubes que disputaram a Série A da LTDM: Vasco, Villa Isabel, Carioca, Palmeiras, River, Andarahy, Mackenzie e Mangueira, mais os Clubes que disputaram a Série B e C. 
No final do campeonato os Campeões de cada Série fariam um triangular e definiriam o Campeão Carioca.
Os Clubes que disputaram o campeonato da AMEA: Flamengo, Fluminense, Botafogo, América, Bangu, São Cristóvão Hellênico e S. C. Brasil.
Nesse ano foi declarado dois Clubes como campeão Carioca, o Vasco campeão invicto (LMDT) e Fluminense (AMEA)
O Vasco fez uma grande campanha para aumentar seu número de sócios, passando a ser o Clube com maior número de sócios do Rio de Janeiro.
O Vasco precisava ter seu Estádio.
Os dirigentes começaram a procurar um local para construir, onde arrumar o dinheiro, a Torcida e os sócios foram a solução.
O Clube lança a Campanha dos Dez Mil, e passa a correr listas de doações pelo Rio de Janeiro.
Com a campanha o Vasco conseguiu arrecadar mais de 2 mil contos de réis, o suficiente para compra do terreno e para iniciar a construção do Estádio do Clube. 
No fim do ano o Vasco compra um terreno na Rua São Januário.

1º Turno

25/05/1924 Vasco 3 x 1 Villa Isabel, Barão de São Francisco
01/06/1924 Vasco 4 x 2 Carioca, Campo do Jardim Botânico
15/06/1924 Vasco 4 x 1 Palmeiras, Campo do Independência, Rua Costa Pereira 15 Campinho
02/07/1924 Vasco 2 x 0 Ríver, Campo da Barão de São Francisco
14/07/1924 Vasco 1 x 0 Andarahy, Barão de São Francisco

Vasco 1 x 0 Andarahy Revista O Malho 1924

Vasco 1 x 0 Andarahy Revista O Malho 1924

20/07/1924 Vasco 2 x 1 Mackenzie, Barão de São Francisco 
27/07/1924 Vasco 3 x 0 Mangueira, Barão de São Francisco

Vasco 3 x 0 Mangueira Revista O Malho 1924

2º Turno

03/08/1924 Vasco 2 x 0 Vila Isabel, Barão de São Francisco
10/08/1924 Vasco 2 x 0 Carioca, Barão de São Francisco
31/08/1924 Vasco 3 x 0 Mangueira, Rua Desembargador Isidro
14/08/1924 Vasco 6 x 2 Andarahy, Barão de São Francisco


Vasco 6 x 2 Andarahy Revista da Semana 1924

05/10/1924 Vasco 2 x 0 Mackenzie, Barão de São Francisco
12/10/1924 Vasco 3 x 1 Palmeiras, Rua Moraes e Silva
26/10/1924 Vasco 3 x 1 Ríver, Rua Moraes e Silva 

Confrontos entre os campeões das Séries A, B e C
De acordo com os artigos 10 e 11 do regulamento de football, a comissão
técnica da Liga Metropolitana procedeu o sorteio dos Clubes vencedores das Séries respectivas, que vão disputar o título de campeão da cidade.
1º match – C.R. Vasco da Gama (campeão da Série A) x Engenho de Dentro A. C. (campeão da Série C).
2º match – vencedor do 1º jogo x Bonsucesso F. C. (campeão da Série B).
Estes jogos serão realizados em 23 e 30 do corrente mês.
Fonte: O Imparcial 04 de Novembro de 1924.

23/11/1924 Vasco 5 x 0 Engenho de Dentro, Campo do Andarahy na Rua Prefeito Serzedello Corrêa.
30/11/1924 Vasco 1 x 0 Bonsucesso, Campo do Andarahy na Rua Prefeito Serzedello Corrêa.

Vasco Campeão de 1924 

Classificação Final
Campeão - Clube de Regatas Vasco da Gama (Campeão invicto)
2º Lugar - Bonsucesso Futebol Clube (Bonsucesso)
Semifinalista
3º Lugar - Engenho de Dentro Atlético Clube (Engenho de Dentro)
Eliminados da Série A
4º 
Lugar - Andarahy Atlético Clube (Andaraí), 22 pontos
5º Lugar - Villa Isabel Football Club (Vila Isabel), 16 pontos
6º Lugar - River Futebol Clube (Piedade), 13 pontos
Lugar - Carioca Football Club (Jardim Botânico), 12 pontos
8º Lugar - Sport Club Mackenzie (Méier) e 
                  Sport Club Mangueira (Tijuca) (empatados), 8 pontos
10º Lugar - Palmeiras Athletico Club (São Cristóvão), 5 pontos

Eliminados da Série B
11º 
Lugar - São Paulo-Rio Futebol Clube (Centro), 19 pontos
12º Lugar - Fidalgo Futebol Clube (Madureira), 18 pontos
13º Lugar - Metropolitano Atlético Clube, 16 pontos
14º Lugar - Confiança Atlético Clube (Aldeia Campista, Vila Isabel), 15 pontos
15º Lugar - Americano Futebol Clube (Riachuelo), 10 pontos
16º Lugar - Esperança Futebol Clube (Bangu), 8 pontos 
17º Lugar - Progresso Futebol Clube (Méier), 2 pontos

Eliminados da Série C
18º 
Lugar - Modesto Futebol Clube (Quintino Bocaiuva), 18 pontos 
19º Lugar - Sport Club Everest (Tijuca), 17 pontos
20º Lugar - Campo Grande Atlético Clube (Campo Grande), 10 pontos 
21º Lugar - Olaria Atlético Clube (Olaria), 8 pontos 
22º Lugar - Independência Futebol Clube (Campinho), 5 pontos
23º Lugar - Ramos Futebol Clube (Ramos), 4 pontos

Vasco Jornal dos Sports 96 anos do Vasco 1994

quarta-feira, 23 de julho de 2014

VASCO 1924: TAÇA VASCO DA GAMA - VASCO X PALESTRA ITÁLIA

A Taça Vasco da Gama, foi disputada entre as equipes do Vasco da Gama e do Palestra Itália, um jogo no Rio de Janeiro e outro em São Paulo, tendo como vencedor a equipe do Palestra Itália.

No Rio de Janeiro
Jogo amistoso válido pela Taça Vasco da Gama, realizado em 28/09/1924, no Estádio Andaraí. Rua Prefeito Serzedello Correa
Vasco 0 x 2 Palestra Itália
Vasco da Gama: Nélson Conceição; Leitão e Espanhol; Arthur, Claudionor e Brilhante; Pascoal, Russo, Paula Santos, Cecy e Negrito
Palestra Itália: Primo; Bianco e Nigro; Serafini, Amílcar e Casserini; Mathias I, Coe, Heitor, Imparato e Morganti. Capitão: Amílcar Barbuy
Gols: 2 gols de Coe 

Em São Paulo
Jogo amistoso, realizado em 15/11/1924, no Estádio Palestra Itália.
Palestra Itália 1 x 1 Vasco da Gama 
Gols: Torterolli (Vasco) no 1º tempo; Imparato (Palestra Itália) no 2º tempo 
Fonte: http://www.porcopedia.com/

Vasco 0 x 2 Palestra Itália Revista Careta 1924

Vasco 0 x 2 Palestra Itália Revista O Malho 1924

Vasco 0 x 2 Palestra Itália Revista O Malho 1924
Vasco Jantar oferecido ao Palestra Itália Revista Careta 1924

terça-feira, 22 de julho de 2014

VASCO 1924: O DESLIGAMENTO DO GLORIOSO VASCO DA GAMA, CAMPEÃO DE 1923, DA AMEA

O Ofício do Vasco da Gama
Rio de Janeiro, 7 de abril de 1924
Ofício no. 261
Exmo. Sr. Dr. Arnaldo Guinle, M.D. Presidente da Associação Metropolitana de Esportes Athleticos.
As resoluções divulgadas hoje pela imprensa, tomadas em reunião de ontem pelos altos poderes da Associação a que V. Exa. tão dignamente preside, colocam o Club de Regatas Vasco da Gama em tal situação de inferioridade que absolutamente não pode ser justificada nem pela deficiência do nosso campo, nem pela simplicidade da nossa sede, nem pela condição modesta de grande número dos nossos associados.
Os privilégios concedidos aos cinco Clubes fundadores da AMEA e a forma como será exercido o direito de discussão e voto, e as futuras classificações, obriga-nos a lavrar o nosso protesto contra as citadas resoluções.
Quanto a condição de eliminarmos doze jogadores das nossas equipes, resolve por unanimidade a diretoria do Club de Regatas Vasco da Gama, não a dever aceitar, por não se conformar com o processo por que foi feita a investigação das posições sociais desses nossos con-sócios, investigações levadas a um tribunal onde não tiveram nem representação nem defesa.
Estamos certos que V. Exa. será o primeiro a reconhecer que seria um ato pouco digno da nossa parte sacrificar ao desejo de filiar-se a AMEA alguns dos que lutaram para que tivéssemos entre outras vitórias a do Campeonato de Futebol da Cidade do Rio de Janeiro de 1923.
São esses jogadores jovens, quase todos brasileiros no começo de sua carreira, e o ato público que os pode macular nunca será praticado com a solidariedade dos que dirigem a casa que os acolheu nem sob o pavilhão que eles com tanta galhardia cobriram de glórias.
Nestes termos, sentimos ter de comunicar a V. Exa. que desistimos de fazer parte da A.M.E.A.
Queira V. Ex. aceitar os protestos de consideração e estima de quem tem a honra de se subscrever de V. Ex. Att e Vnr. e obrigado.
Dr. José Augusto Prestes
Presidente
Fonte: Revista Beira Mar 20 de Abril de 1924

Vasco Revista Beira Mar 1924



segunda-feira, 21 de julho de 2014

FORÇA JOVEM, IRA JOVEM E GUERREIROS DO ALMIRANTE 2014: TORCIDAS DO VASCO E DO BOCA JUNIORS UMA BOA PARCERIA

A La Doce (LA 12), Torcida Organizada do Boca Junior (Barra, como é chamada as Torcidas sul-americanas) se orgulha do fato de não ter absolutamente nenhuma amizade com outra Torcida ou qualquer relacionamento amigável.
Mas no Rio mantém uma parceria com as Torcidas Organizadas do Vasco, graças ao antigo componente da Força Jovem, Omar Roman, um argentino que já mora no Brasil desde a década de 1980. 
Omar descreve um pouco dessa parceria.
“Foi na imagem anexada que tudo começou. (ingresso do jogo)
Foi em 2001, quando jogaram Vasco e Boca Juniors em São Januário.
Pela primeira vez na vida fiquei divido entre o Vasco e o Boca. Estive no jogo torcendo, entre as grades da social e da LA 12, fui cumprimentar meus compatriotas, e na conversa com eles, eu expliquei que frequentava a Torcida de lá na década de 1970/80.
Então chamei o Cebola (Alexandre Cebola, ex Presidente da FJV) para levar alguns dos líderes da Barra para minha casa, e com as fotos que eu tinha em casa, eles perceberam o amor que eu tinha pelo Vasco e pelo Boca, e assim criamos um laço de amizade, não em questão de Torcida, mas um respeito de Clube para Clube, cada um respeitando suas ideologias.
Por conta dessa relação de amizade estabelecida, nas semifinais da Libertadores, Boca ia enfrentar Palmeiras no Palestra Itália, e LA 12 nos mandou ingressos para assistirmos o jogo. E assim se firmou essa "parceria".
Alexandre Cebola, também comentou.
“Na verdade não começou a amizade de agora, já alguns anos atrás o Omar me chamou pra ir a um jogo do Boca Juniors, lá fizemos amizades com todos da LA 12, mas tem uma coisa que facilitou, o gringo Omar já fez parte da Torcida LA 12, portanto de tanta amizade, o jogo foi Palmeiras e Boca no Parque Antártica, de lá pra cá a amizade foi se estreitando, certa vez que os gringos estiveram aqui no Rio, eu servi de guia turístico e os levei no Cristo Redentor, outra vez quando teve outro jogo que agora não lembro, fizemos um churrasco pra dez cabeças da Torcida LA 12 e era maneiro, porque o Omar lembrava de certas ocasiões de rivalidades com River e outros, e os amigo da 12 lembravam e assim confirmavam as historias do Omar, que só poderiam ser verídicas, bom a amizade não é da Copa do Mundo e sim de bem antes, agora foi sim com as outras Torcidas do Vasco. Comigo e com alguns amigos da FJV já foi de tempos atrás...”

Ingresso Vasco x Boca Juniors 2001

Vasco Força Jovem e LA 12 2014

Vasco Ira Jovem 2014

domingo, 20 de julho de 2014

GUERREIROS DO ALMIRANTE 2014: VASCAÍNOS CRIAM VERSÃO DO "DECIME QUÉ SE SIENTE" PARA IRONIZAR FLAMENGO

Canção dos cruz-maltinos é cantada durante o jogo deste sábado, em São Januário
O Vasco jogou neste sábado pela primeira vez em São Januário após a pausa para a Copa do Mundo. 
O adversário em campo foi o América-RN, mas quem foi lembrado nas arquibancadas foi o arquirrival Flamengo. A torcida cruz-maltina cantou a plenos pulmões uma versão do hit argentino que ironizava o Brasil na Copa, o famoso "Decime qué se siente".
Nos versos vascaínos, o Rubro-Negro é alvo das gozações por não ter um Estádio próprio para mandar seus jogos. Algozes dos flamenguistas, como Edmundo e Pedrinho, também são lembrados na letra, que cita ainda uma goleada de 7 a 0, a maior da história do confronto, aplicada em 1931.
A festa só não foi completa porque o resultado em campo não ajudou. O empate por 1 a 1 cedido no segundo tempo fez muitos torcedores vaiarem o time ao apito final do árbitro. Depois do jogo, o coro passou a ser de "fora, Adilson", em protesto ao treinador.
Confira abaixo a letra completa:

MULAMBO ME DIZ COMO SE SENTE
Mulambo me diz como se sente,
não ter estádio para jogar.
Ganhar somente no apito,
a mídia suja a te apoiar.
O Edmundo te humilhou,
o Pedrinho te calou,
no Maraca eu sou o seu maior terror!
De 7 a 0 eu já ganhei,
o chocolate deu replay,
a favela se calou mais uma vez.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/vasco/noticia/2014/07/torcida-do-vasco-faz-ironiza-o-flamengo-com-versao-de-hit-argentino.html

Guerreiros do Almirante Música 2014

Guerreiros do Almirante em São Januário 2014