sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

FORÇA JOVEM 2014: JUSTIÇA PROÍBE FORÇA JOVEM DO VASCO DE FREQÜENTAR QUALQUER EVENTO ESPORTIVO

O juiz em exercício na 1ª Vara Empresarial, Antônio Augusto de Toledo Gaspar, proferiu decisão nesta quinta-feira, dia 27, proibindo a torcida Força Jovem do Vasco (FJV) de freqüentar qualquer evento esportivo. A decisão do magistrado amplia uma liminar deferida no dia 17 do mês passado que impediu integrantes da torcida organizada de participarem de jogos de futebol por um ano. 
Em sua fundamentação, o juiz ressalta que, embora os membros da FJV não utilizem camisas e objetos que os associem à torcida organizada, os torcedores ainda comparecem aos estádios “ensejando insegurança e medo aos que ali se encontram”. 
Segundo o magistrado, apesar da decisão proferida no mês passado, os chefes da FJV convocam integrantes e simpatizantes da torcida organizada a freqüentarem os estádios. “Somente a ausência de objetos identificadores da torcida – mas com a manutenção do espírito que envolve seus associados – não é necessária para a reprimenda adequada e a tentativa de se buscar a finalidade protetiva das normas previstas no Estatuto do Torcedor e, principalmente, do texto constitucional, que permite a formação de associações para fins lícitos”. 
De acordo com a decisão, assim como a FJV, outras torcidas organizadas precisam ser punidas por provocar atos de violência. “[...] o desporto existe para o lazer! Não para ser meio para a prática de atos de violência!”, destaca o juiz Antônio Augusto de Toledo Gaspar. 
A decisão baseou-se em uma ação ajuizada pelo Ministério Público após os atos de violência cometidos por integrantes da FJV na partida Vasco x Atlético-PR, no fim do ano passado, pela última rodada do Brasileirão, em Joinville, Santa Catarina. 
O magistrado também manteve os efeitos da liminar anterior para que os integrantes da FJV, e outros denunciados pelo MP envolvidos na briga entre torcedores em Joinville, compareçam à delegacia mais próxima da residência, ou em outro local indicado pelo Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (GEPE), 15 minutos antes dos jogos. Eles só poderão deixar o local meia hora após o término da partida. Se descumprirem a decisão, cada réu terá de pagar multa de R$ 2 mil por ocorrência. 
Em caso de descumprimento da decisão, a FJV terá de pagar multa de R$ 10 mil. O integrante da torcida que desobedecer será retirado de forma compulsória do local e vai responder pelo crime de desobediência. 
A Força Jovem do Vasco também foi intimada a entregar um cadastro com a relação de todos os associados. O objetivo é cruzar esses dados com a relação de denunciados pelo MP. 
Fonte: Site do TJRJ e NETVASCO 28 de Fevereiro de 2014

Força Jovem São Januário 2000

Força Jovem Maracanã 2000

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

TORCIDA DO VASCO 1920: PIC NIC DO VASCO DA GAMA NA ILHA DO ENGENHO 01


Torcida do Vasco Jornal das Moças 1920

Torcida do Vasco Jornal das Moças 1920

Torcida do Vasco Jornal das Moças 1920


Torcida do Vasco Jornal das Moças 1920

Torcida do Vasco Jornal das Moças 1920

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

FORÇA JOVEM E TOV 1989: VIAGEM A PORTO ALEGRE

Além da Diretoria, as Torcidas Organizadas dão mostras de confiança no desempenho do time. Depois de fazerem uma pesquisa sobre o preço das passagens (NCz$ 500,00 ida e volta) ou do aluguel de um ônibus (NCz$ 20 mil) vão fazer um pedido aos dirigentes: que colaborem financiando pelo menos o aluguel de 14 ônibus com capacidade para transportar 40 pessoas sentadas somando um total de 560 torcedores.
Com o apoio dos torcedores que vão por conta própria mais os que torcem pelo Clube no Estado, o cálculo feito por Amâncio César, da TOV, é que será possível somar um total de 3 mil torcedores dando força ao time no Estádio Beira Rio.
Fonte: Jornal O Liberal 05 de Dezembro de 1989.

OBS: Internacional 0 x 2 Vasco, gols de Bebeto, com essa vitória o Vasco se classificou para a final do Campeonato Brasileiro contra o São Paulo.

Força Jovem e TOV Jornal O Liberal 1989

Força Jovem Rumo a Porto Alegre 1989

Força Jovem Rumo a Porto Alegre 1989

TOV Beira Rio 1989

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

TOV 1989: CARRASCO SORATO É A ESPERANÇA DE GOLS

Após dois meses e meio de resistência, foi feita a vontade de boa parte dos torcedores e da Diretoria do Vasco.
Sorato está de volta ao time titular do Vasco e a partir do jogo de hoje, é o novo parceiro de Bebeto no ataque.
“Ele nunca podia ficar de fora. É o artilheiro, corajoso, não pipoca jamais”, vibra Amâncio César, Chefe da TOV.
Fonte: Jornal do Brasil 03 de Dezembro de 1989

TOV Jornal do Brasil 1989

Vasco Sorato

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

FORÇA JOVEM E TOV 1989: BEBETO DESGOSTA AS DUAS TORCIDAS

Ao enveredar pela complicada e, quase sempre perigosa política partidária, aderindo a campanha de Fernando Collor de Melo a Presidência da República, o atacante Bebeto, centro das atrações do futebol carioca, nesta semana de Flamengo x Vasco, conseguiu colocar-se numa posição de antagonismo as duas torcidas do seu novo Clube, que vinham praticamente endeusando-o.
“Bebeto me decepcionou”, disse Amâncio César, Líder da TOV, eleitor de Lula. “Votar no Collor é realmente uma prova de mau gosto”.
Outro Líder de Torcida do Vasco, Rogério Dutra, o Manteiga, da Força Jovem, que votará em Brizola, foi mais enfático.
“Votar no Collor é opção pela burguesia. O Bebeto ficou rico com o dinheiro do Vasco e agora quer mesmo que a burguesia continue mandando no Brasil”, disparou.
“Acho que o Bebeto deve é jogar bem domingo, justiçar o contrato milionário que o Vasco lhe deu e esquecer política, pois disso ele já mostrou que não entende nada”, avaliou Jorge Luís Cavalcante.
Fonte: Jornal O Liberal 03 de Novembro de 1989

Força Jovem e TOV Jornal O Liberal 1989
TOV 1989

domingo, 23 de fevereiro de 2014

TOV, RENOVASCÃO E PEQUENOS VASCAÍNOS 1989: ROBERTO DINAMITE UM DIA DIFERENTE, UMA PAIXÃO IGUAL

Troféu, buquê de flores, tapinhas nas costas, muitos aplausos e uma camisa. 
Mais parecia a chegada a São Januário da nova atração Vascaína. Não era. 
O alvo das homenagens da Torcida do Vasco era o centroavante do time adversário, Roberto Dinamite, emprestado a Portuguesa de Despostos até 31 de Dezembro, mas com passe preso ao mesmo Vasco, até Fevereiro do ano que vem.
Maior artilheiro da história do Clube, Carlos Roberto de Oliveira, ainda Dinamite aos 35 anos, entrou em São Januário, pela primeira vez em dois meses, as 14hs. 
Não houve vaia, nem. Apenas uma confusão entre as equipes de reportagens das redes Globo e Manchete, na ânsia de entrevistar o autor de cinco gols pelo time paulista no Campeonato Brasileiro....
O centro das atenções mal teve tempo de se aquecer. Integrantes da Torcida Organizada do Vasco (TOV) puxaram-no para a beira do campo para que fosse saudado pela Torcida e deram lhe um troféu com esta inscrição:
“Ao maior ídolo, a maior expressão de carinho da Torcida do Vasco”.
Ganhou ainda uma camisa da facção Pequenos Vascaínos, um buquê de flores da Renovascão e capitão do time, ouviu uma gozação do juiz José de Assis Aragão, na hora do cara e coroa, diante de Zé do Carmo, “Você é mais velho e vou dar coroa pra você.”
E, com muito custo, falou desse dia diferente. 
“Nunca esperei passar por esta situação”. 
Pode não passar mais, admitiu ficar no time paulista, dependendo do que Vasco e Portuguesa acertarem.
Fonte: Jornal do Brasil 22 de Outubro de 1989

TOV, Pequenos Vascaínos e Renovascão Jornal do Brasil 1989

TOV, Pequenos Vascaínos e Renovascão Jornal do Brasil 1989



sábado, 22 de fevereiro de 2014

FORÇA JOVEM 1989: VIVINHO, BARRADO, ENTRA EM GUERRA COM A TORCIDA

A relação entre Vivinho e a Torcida do Vasco estava confusa há tempos. 
Ontem, o desquite foi assinado. E sem chance alguma de reconciliação. 
A separação deve-se muito a conversa que o ponta direita teve com Nelsinho.
“A culpa é desses idiotas irracionais, que me perseguem o tempo todo”, desabafou Vivinho, referindo-se aos torcedores.
As palavras de Vivinho logo correram por São Januário. 
Todos ouviram, inclusive seus desafetos, que logo o ameaçaram. 
Só que de forma muito mais incisiva do que com simples vaias. 
“Não é fácil segurar um grupo de garotos revoltados”, avisou Ely Mendes, Chefe da Torcida Organizada Força Jovem.
“Não sou de briga, mas mesmo assim não pude evitar que alguns torcedores batessem no Zanata na saída do Estádio”, lembrou.
Desde o Campeonato Estadual, a relação de Vivinho com as arquibancadas não andava boa.
“Somos idiotas só porque exigimos gols”, resume Ely.
Fonte: Jornal do Brasil 07 de Outubro de 1989

Força Jovem Jornal do Brasil 1989

Vasco Vivinho



sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

FORÇA JOVEM E TOV 1989: ESTRÉIA DE BEBETO NO RIO

Um diagnóstico que atormenta a Diretoria do Clube, que espera um público de 30 mil pessoas se Bebeto for escalado, e frusta mais uma vez os planos dos torcedores.
“É muito azar. Sempre aparece algum problema”, desanimou–se Amâncio César, Chefe da TOV. 
Se a ausência do novo ídolo se repetir, as tão esperadas comemorações terão que ser novamente arquivadas.
Tudo está planejado. Desde o anúncio da contratação de Bebeto, há quase dois meses. 
Mas os sucessivos problemas médicos do atacante sempre causados pela violência dos adversários, teimam em colocar água no chopp Vascaíno.
O torcedor Ely Mendes da FJV, já esta cansado de anunciar a entrega de um Troféu a Bebeto.
Novas faixas de boas vindas e até um buquê de flores do campo foram prometidas ao atacante para domingo.
Fonte: Jornal do Brasil 21 de Setembro de 1989

Força Jovem e TOV Jornal do Brasil 1989
TOV Jornal dos Sports 1989

Força Jovem, TOV e Pequenos Vascaínos Bebeto 1989

TOV Amâncio César e Bebeto 1989

Homenagem da Torcida do Flamengo a Bebeto 1989

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

FJV, TOV, FORÇA INDEPENDENTE, VASCORAÇÃO E PEQUENOS VASCAÍNOS 1989: CARAVANA A SANTOS

Na estréia de Bebeto, desde cedo, quando chegaram a cidade de Santos em sete ônibus fretados, os jovens das Torcidas Força Jovem, TOV, Força Independente, Vascoração, Pequenos Vascaínos e outras, se mantiveram próximos do Hotel da delegação, como numa vigília.
Fonte: Jornal do Brasil 18 de Setembro de 1989

FJV, TOV, Força Independente, Vascoração e Pequenos Vascaínos Jornal do Brasil 1989

FJV, TOV, Força Independente, Vascoração e Pequenos Vascaínos Santos 1989

Força Jovem Vila Belmiro 1989

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

FORÇA JOVEM 2014: PARABÉNS FORÇA JOVEM 44 ANOS

Fundada em 19 de Fevereiro de 1970, a Força Jovem do Vasco, maior Torcida Organizada Vascaína, completa 44 anos. 

JAPÃO DE MARECHAL HERMES: “Aos amigos que ajudaram a construir a FJV, sei que ainda tem muita gente que está faltando aqui, mais também deixo o PARABÉNS, porque na verdade não somos da FORÇA, nós SOMOS a FORÇA JOVEM do VASCO, PARABÉNS!”

FLÁVIO DE CABO FRIO: Orgulho de ter pertencido a essa imensa Família, quem já foi FJV, sempre será FJV, apesar desse momento turbulento, a Força Jovem é maior que tudo, uma das melhores coisas que aconteceram foi essa amizade que formamos nesses longos anos de Torcida. Parabéns a todos que fazem e fizeram parte dessa história.

CARLÃO: Parabéns a todos que fizeram e fazem da Força Jovem a Torcida mais poderosa do Brasil.

MARCELO HE-MAN: 44 anos de AMOR ao Vasco. Quando entrei na FJV em 1980 me encantei pelos gritos e bandeiras. Adorava segurar um estandarte enorme que tinha uma cruz de malta e um coração em volta. Era uma época romântica onde a violência não era o principal ingrediente. Logo me coloquei a disposição para desenhar e pintar as bandeiras, desde então foram algumas noites e madrugadas exercendo esse trabalho com muito prazer. Grandes amizades foram feitas nas caravanas, na volta dos jogos aonde íamos a pé até a Tijuca enfrentando altos perrengues. Apesar de todos os problemas que a Torcida enfrenta nos últimos anos, sinto muito orgulho dos Amigos que fiz e tenho até hoje

ADEMIR JUNIOR: Qualquer Torcida do mundo que tiver 10% dos problemas que a FJV teve e tem até hoje acaba na hora!!
Mas nossa FJV é tipo parede de concreto, pode ficar repartida em 300 pedaços, mas continua com a força de sempre, em qualquer parte do Brasil e do mundo representa!! Esta é minha Força Jovem do Vasco, eu fiz, faço e se Deus quiser vou continuar a fazer parte desta história de 44 anos de amor ao Vasco e um só ideal!! Parabéns FJV!! Liberdade já!!

ALEXANDRE PAVÃO: Parabéns ao G.R.T.O. Força Jovem pelos seus 44 anos de lutas, glórias, dedicação, amor, determinação e apoio incondicional ao C.R.Vasco da Gama. Parabéns a todos aqueles que ajudaram a construir a sua história da qual eu me orgulho de fazer parte. Saudações Vascaínas.
Vasco Por Amor, Força Jovem Por Ideal.

WESLEY RODRIGUES: Hoje eu fico me imaginando como seria minha vida sem ter sido um Força Jovem, hoje ela completa 44 anos de guerras e batalhas e amor incondicional ao Club de Regatas Vasco da Gama, já faço parte dessa grande Família já a quase 10 anos, já foram mais de 250 jogos acompanhando o Vasco em qualquer situação, sendo 25 jogos pelo Brasil a dentro, nesses 10 anos só gritei uma vez é Campeão, mais nem por isso nosso amor diminuiu, perdi alguns amigos nessa vida. Nogueira, Gabiru, André, pessoas que nunca vou esquecer, mas também fiz muitos amigos, alguns posso considerar como irmãos por estar no meu dia a dia, nos momentos ruins, fiz grandes amizades com Palmeirenses, Atleticanos, Gremistas, Tricolores e Goianos. Pessoas que eu sei que posso contar e também sabem que pode contar comigo. Só quem veste essa camisa, dias de jogos sai de casa 8h da manhã e só volta 23h, sabe o que sentir ser Força Jovem, não da para explicar em palavras... Parabéns G.R.TO FORÇA JOVEM VASCO pelos seus 44 ANOS 
Fonte: Facebook

Força Jovem 44 anos 2014

Força Jovem 44 anos 2014

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

PEQUENOS VASCAÍNOS 1989: TORCIDA MIRIM DO VASCO PEDE QUE POVO TORÇA SEM VIOLÊNCIA

“Vamos Torcer Sem Violência”.
Com esta faixa, de 15 metros de comprimento, a facção Pequenos Vascaínos lançará no Maracanã uma mensagem de não agressão amanhã.
Formado há cerca de 14 anos, o grupo é composto basicamente de crianças, cujas idades variam de 5 a 8 anos. 
Foi pensando nelas e na preocupação de todos os pais em relação a presença de membros no Estádio que os Pequenos Vascaínos lançaram a campanha contra a violência.
“As crianças não atrapalham o espetáculo. Elas torcem, vibram, mas não agem violentamente. O que tentamos fazer com esse trabalho é educá-las, para que no futuro não se transformem em adultos antiesportivos”, comentou Max Neves, Vice Presidente da Torcida.
Max esteve em Santiago. 
E não deseja que nenhum torcedor enfrente o clima hostil que encontrou no Estádio Nacional. Teve a bandeira brasileira arrancada das mãos e queimada, além de ter sido atingido por laranjas podres e outros objetos atirados pelos chilenos. 
Mas fez questão de destacar a atuação dos carabineiros, que prontamente prenderam os agressores.
Fonte: Jornal O Globo 02 de Setembro de 1989

Pequenos Vascaínos Jornal O Globo 1989

Pequenos Vascaínos 1994

Pequenos Vascaínos 1994

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

FORÇA JOVEM 1989: BRASIL X CHILE

O Diretor de Futebol da CBF, Eurico Miranda, pediu ontem, as mais de 70 Torcidas Organizadas dos grandes Clubes da Cidade para que se mantenham calmas e não utilizem nenhum recurso extra campo para perturbar ou intimidar a Seleção do Chile na partida do próximo dia 03 de Setembro.
 “Aplaudir ou vaiar é natural e faz parte de qualquer espetáculo futebolístico”, disse Eurico Miranda, “o que não pode é haver agressão, pois estaremos respondendo erradamente os percalços que sofremos em Santiago”....
As Torcidas Organizadas continuaram ontem a realizar reuniões e preparativos para o jogo decisivo contra o Chile. 
As quatro maiores, a Raça Rubro Negra do Flamengo, Força Jovem do Vasco, a Young Flu do Fluminense e a Torcida Jovem do Botafogo, calculam que arregimentarão no total quase 50 mil em papel picado, papel higiênico, fumaças coloridas e instrumentos de percussão.
“Nossa Torcida nunca esteve tão motivada e entusiasmada para um jogo como agora contra o Chile”, disse Tonino, Chefe da Raça Rubro Negra. 
“Vamos vaiar os chilenos desde o primeiro minuto que eles pisarem no Brasil, mas não vamos agredi-los de jeito algum”, prometeu Ely Mendes, Chefe da Força Jovem, “vamos buzinar e fazer arruaça na frente do Hotel  e persegui-los com vaias e apupos. Essa será a nossa vingança”, completou o Chefe da Força Jovem do Vasco.
Fonte: Jornal O Liberal 24 de Agosto de 1989

Força Jovem Jornal O Liberal 1989


quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

VASCORAÇÃO 1989: TORNEIO DE FUTEBOL NA ILHA DO GOVERNADOR

A Torcida Vascoração participa da 4ª Copa Ilha de futebol na Ilha do Governador com um time infantil, e foi um dos destaques da competição.
Fonte: Jornal O Globo 09 de Julho de 1989 

Vascoração Jornal O Globo 1989

FJV, Vasboavista, Anarquia e Vascoração São Januário 1989

TOV 1989: BEBETO TORCEDORES JÁ PREPARAM A FESTA

Confiantes no bom resultado das negociações empreendidas pela assessoria Jurídica do Vasco, que lutavam na Justiça para garantir o depósito do cheque que levaria Bebeto para o time de São Januário, os torcedores preparavam, ontem a tarde, as faixas de boas-vindas ao ex jogador do Flamengo.
Na Sala da Torcida, a TOV, comandada por seu Chefe Amâncio César, pintou duas faixas de 10 metros de comprimento cada, que deverão ser afixadas nas laterais do campo durante o jogo de hoje com o Vitória.
Fonte: Jornal do Brasil 29 de Julho de 1989

TOV Jornal do Brasil 1989
TOV Jornal O Globo 1989

TOV 1989

TOV 1989




FORÇA JOVEM 1989: ROBERTO A LONGETIVIDADE AOS 35 ANOS

Atacante muda alimentação e aprimora colocação para ser o artilheiro se sempre.
Sem dúvida, a liderança que o Vasco ostenta na Taça Rio deve-se muito a Roberto, que determinou a vitória do time com seus gols nos três últimos jogos.
“Nunca vi um jogador de 35 anos fazer o que ele faz”, rendeu-se Ely Mendes, Chefe da Força Jovem, que se diz “surpreso” com a volúpia do goleador. 
Como ele, muitos outros torcedores começam a refazer seus pontos de vista quanto a utilidade do velho ídolo.
Fonte: Jornal do Brasil 28 de Maio de 1989

Força Jovem Jornal do Brasil 1989

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

FORÇA JOVEM, TOV, PEQUENOS VASCAÍNOS E RENOVASCÃO 1989: HOMENAGEM AOS JOGADORES DO VASCO NA SELEÇÃO BRASILEIRA

As Torcidas Organizadas do Vasco preparam uma grande festa para o jogo de domingo. 
A Torcida Organizada vai homenagear os jogadores que estão na Seleção Brasileira com faixas individuais (Acácio, Mazinho, Zé do Carmo, Bismarck e Vivinho). 
Além disso, sorteia 10 camisas entre os torcedores que trouxeram bandeiras consideradas originais e prepara diversas alegorias de mão e bolas de gás. 
Tudo para dar força ao time em um momento considerado decisivo na campanha rumo ao tricampeonato.
Fonte: Jornal O Liberal 26 de Maio de 1989

TOV, Força Jovem, Pequenos Vascaínos e Renovascão Jornal O liberal 1989



terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

FORÇA JOVEM E TOV 1989: OS CHEFES DE TORCIDAS JÁ REJEITAM PRESENÇA DE ROBERTO NO VASCO

Entre os torcedores, a pergunta também esta sendo feita.
O Chefe da Força Jovem, Ely Mendes, chega a insinuar que as causas podem estar na presença de Roberto na equipe.
O torcedor lembra que Roberto ganha muito mais que alguns outros jogadores titulares (no caso Bismarck, a diferença chega 10 vezes) e isso pode provocar uma certa insatisfação. 
Ely tem procurado acalmar alguns torcedores que criticam a permanência de Roberto e se inquieta com a possibilidade do Maior Ídolo Vascaíno nos últimos anos o seu prestigio arranhado. 08 de Março

OS CHEFES DE TORCIDA, DÃO MOSTRAS DE INSATISFAÇÃO COM O ÍDOLO DO CLUBE: 
Arlindo Pereira Filho, um dos Irmãos Metralhas, grupo conhecido pela agressividade com que se comporta nos Estádios, usa a condição de dirigente da Força Jovem para sugerir sua aposentadoria:
“Com sua experiência, poderia tornar-se um excelente técnico do Vasco”, arrisca...
Amâncio César, Chefe da TOV, concorda com Angione, mas que a solução para o caso de Roberto é sair do time.
“Não está dando certo, tem de sair. Mas o Roberto não acabou, não. Acho mais grave que suas atuações a forma dos jogadores convocados para a Seleção Brasileira.
A exceção do Acácio, Mazinho e Geovani, além do Célio e do Ernâni, que já devia ser titular, todo o Time está mal, preferindo poupar-se. E o Roberto tem de voltar com o time acertado, jogando com tranqüilidade”, aconselha.
Mais radical, Arlindo Pereira Filho aposta que “talvez haja uma unanimidade entre as setes Torcidas Organizadas contra Roberto”. 
Ele acha que o atacante está prejudicando a equipe em sua ânsia de provar que “não está acabado” e prega a volta da garra como única solução para o time se manter com chances de conquistar o sonhado Tricampeonato. 30 de Março
Fonte: Jornal do Brasil 08 e 30 de Março de 1989

Força Jovem Jornal O Globo 1989

Força Jovem Jornal do Brasil 1989

Força Jovem e TOV Jornal do Brasil 1989

Força Jovem Estádio Moça Bonita 1989

Força Jovem Estádio Moça Bonita 1989

Força Jovem Estádio Moça Bonita 1989

Força Jovem Bismarck e Sorato 1989



segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

TOV E PEQUENOS VASCAÍNOS 1989: O CRAQUE GEOVANI

Há quem ache pouco.
“Ele é o maior craque que já apareceu no Vasco”, exagera Amâncio César, 38 anos, Presidente da TOV, maior Torcida Organizada do Vasco, com 1.600 componentes. 
Ele não está sozinho neste time. O centroavante Ademir Menezes, um dos que sempre ocupou essa posição na escalação da Torcida, é mais um a incentivar o jogador.
“Ele merece ser o capitão da Seleção. Fez bobagens no início da carreira, por inexperiência, mas hoje em dia é fundamental”, elogia.
“Se ele joga mal, todo time vai mal”, garante José de Souza Barbosa, o Zeca, 43 anos, Presidente da Pequenos Vascaínos. “Ele é o pulmão da equipe”.
Esse reconhecimento não fica limitado a São Januário.
“Ele é um jogador mais completo que eu”, afirma Paulo César Carpegiani, o talentoso ex meio campista do internacional e do Flamengo, ídolo de infância de Geovani.
Fonte: Jornal do Brasil 19 de Janeiro de 1989

TOV e Pequenos Vascaínos Jornal do Brasil 1989

Vasco Geovani 1996