sexta-feira, 10 de abril de 2020

VASCO 2019: LIVRO "100 ANOS DA TORCIDA VASCAÍNA", TUA IMENSA TORCIDA QUER VOLTAR A SER FELIZ


                                                                        “Time de Viados, Time de Viados
                                        Xingamentos para os São-paulinos  em São Januário

Tua Imensa Torcida Quer Voltar a Ser Feliz

Longe dos resultados esperados, o time do Vasco, em 2019, foi um coadjuvante na maior parte das competições. A não ser o título da Taça Guanabara, ficamos devendo com o vice-campeonato estadual, a eliminação na quarta fase da Copa Brasil e o fantasma do rebaixamento no início do campeonato brasileiro.
Foi um ano de ver a ascensão esportiva do rival e do avanço da Flapress nos meios de comunicação. Ao longo de todo o ano, vascaínos e rubro-negros se envolveram em várias polêmicas desde a utilização do escudo do Flamengo na camisa do Vasco, até a declaração infeliz do atacante rubro-negro Bruno Henrique “de que seu clube era de outro patamar”.
A maior alegria da torcida foi com a revelação do jovem (17 anos) Talles Magno[i]  e as tristezas ficaram por conta das mortes dos ex-presidentes Antônio Soares Calçada e Eurico Miranda. Além deles, o ex-goleiro e campeão de 1974, Andrada, também deixou saudades. Nas arquibancadas, o luto foi com a passagem de Yara Barros, fundadora da Torcida Feminina do Vasco Camisa 12 (criada nos anos 1970).
O episódio mais polêmico do ano envolvendo a torcida do Vasco foi durante a partida com o São Paulo, em São Januário, no final de agosto. No jogo em que vencemos por 2 a 0 (com destaque para a atuação de Talles Magno que fez seu primeiro gol como profissional e foi eleito o melhor da partida), a torcida empolgada com a atuação do time começou a provocar os adversários. No entanto, como a CBF havia anunciado punições mais rigorosas a gritos preconceituosos nos estádios, o técnico Vanderlei Luxemburgo e os jogadores do Vasco pediram calma à torcida quando se ouviram os primeiros gritos ofendendo os paulistas.
Em setembro a torcida se mobilizou e atingiu a meta de R$ 2 milhões em doações no sistema “vaquinha online” para as obras iniciais da construção do Centro de Treinamento. Por diversas vezes até o fim do campeonato a torcida dava demonstrações de apoio irrestrito ao time lotando os jogos em São Januário e batendo recorde de público da competição no último jogo no Maracanã (quase 70 mil pagantes).
Nos últimos meses, enquanto o time brigava (sem muito brilho) por uma vaga na Libertadores, duas novas obras renovavam a biblioteca vascaína com o lançamento de “Todo Dia é Dia de Vasco”, do publicitário Sérgio Almeida, e o monumental “Almanaque do Vasco”, produzido pelo gripo Pesquisa Vasco, liderados por Alexandre Mesquita e Mauro Prais. Sem dúvidas, o Almanaque será uma fonte inesgotável para as novas pesquisas sobre o clube e um material obrigatório de consulta para os amantes do esporte.
Na mesma semana que o rival conquistava a Libertadores, o Vasco iniciava uma campanha para aumentar o número de sócios. Em menos de uma semana o clube conseguia atingir os 120 mil associados, até ultrapassar aos inacreditáveis 184 mil (o maior do Brasil e o quinto no mundo). Um número que nem mesmo os dirigentes vascaínos esperavam alcançar. O ano que terminaria com poucas chances de novas alegrias, fechou com a notícia que o nosso quadro social já era um dos maiores do Brasil, o que serviu como alento para o ano seguinte.
O final do ano para o vascaíno estava entre o céu e o inferno. Com a conquista da Taça Libertadores da América pelo rival e a imprensa (perdendo a máscara de imparcial) fazendo papel de propagandista oficial do inimigo, tudo terminou como mais queríamos. A vitória do Liverpool deu aos vascaínos munição suficiente para azucrinar com os rubro-negros pelas redes sociais. Nossa vingança (esperada desde 1998 com a derrota para o Real Madrid e a criação da fictícia torcida Fla-Madrid) foi intensamente comemorada. A esperança de um novo ciclo para o Vasco está mais viva. É a certeza dos torcedores que terminam o ano de 2019 como o clube de maior número de sócios do país.


[i] No início do ano o elenco dos juniores chegou até a final perdendo o título para o São Paulo na tradicional Taça São Paulo de Juniores.

Fonte: Livro “100 anos da Torcida Vascaína”, escrito pelo historiador Jorge Medeiros.

Torcida do Vasco foto: divulgação Netvasco 2019


TOV 1982: FAIXA DUDU 82 CÉLEBRO VASCAÍNO

Ele tem 21 anos e saúde de ferro. Corre o campo todo, cria ótimas jogadas, é dos mais combativos e pode se considerar até normal que no final das partidas se mostre um pouco cansado, com a camisa para fora do calção e as meias arriadas. Mas é ai, nesse momento que aparecem as acusações: é gordo, vive comendo, só quer saber de macarronadas e refrigerantes.
“Quem diz isso de mim não assiste aos treinos em São Januário.”
.... A própria Torcida indignada, resolveu se movimentar em socorro do seu ídolo. Domingo, em pleno Maracanã, a TOV (Torcida Organizada do Vasco) estenderá uma enorme faixa:
“Dudu 82- Célebro Vascaíno.”
Fonte: Jornal O Globo 26 de Fevereiro de 1982

Vasco Dudu O Globo 1982

TOV São Januário 1982



VASCO RAÇA 1979: VASCO RAÇA CONVIDA FESTA DE 1 ANO

A Vasco Raça convida a todos os componentes de Torcida Organizadas do Vasco, para participarem da nossa Festa que será realizada hoje, a partir das 14 horas, quando estaremos comemorando o nosso primeiro aniversário de fundação e exibindo o nosso ônibus.
A programação para hoje é a seguinte: as 10 horas, Missa em Ação de Graças, as 14 horas, passeata pelas ruas principais de Niterói e São Gonçalo. Após a passeata que terá a participação de centenas de carros, iremos para a nossa Sede, no Encruzo de Maricá em São Gonçalo, onde estaremos comemorando sem hora para terminar.
Dentro das comemorações de nosso primeiro aniversário, haverá uma exibição de judô com o professor Luís Carlos comandando os seus alunos. Logo em seguida, será oferecido a quem lá comparecer, um delicioso angu a baiana regado a muito chope.
Também uma Escola de Samba estará presente na tarde de hoje para ajudar a nossa animação que tenho certeza será completa e com tudo para que a festividade tenha pleno êxito.
Isabel Cristina, Relações Públicas da Vasco Raça
Fonte: Jornal dos Sports 07 de Julho de 1979

Vasco Raça Jornal dos Sports 1979

Vasco Raça São Januário 1979

Vasco Raça Maracanã 1979


FORÇA JOVEM, VASCOELHO, VASTELES, VASKENEDY, VASSUCESSO, OLAVASCO 1977: BAILE EM HOMENAGEM A CONQUISTA DO CAMPEONATO CARIOCA 1977

Alô Vascaínos, dia 28 de Outubro de 1977, no Centro Cívico Leopoldinense, na Rua Quito 62, Penha, o Baile em homenagem a conquista pelo título do Campeonato de 1977, do Clube de Regatas Vasco da Gama.
Você, Vascaíno, venha com a camisa do Vasco e terá a sua entrada franqueada, também convidamos as facções da Torcida Força Jovem, TOV, Vasquintino, Vaskennedy, Pequenos Vascaínos, Vascoelho, Vastelles, Olavasco, Vassucesso, Vascachaça, Méier Vasco, Vasguel, Saravasco, Renovascão, Vascoinhaúma, Vasbicão, Vascontente, Vaskilha, Vasco Real, Vaspedro II, Vascarepaguá, Feminina Camisa 12, enfim a todas facções Vascaínas.
Samba e futebol juntos para um bom lazer venham e divirtam-se a valer.
O Baile será com o Conjunto de Silvio Samba, o apresentador é Jorge Lancerlote.
Dilson de Almeida e Mariléia
Fonte: Jornal dos Sports 27 de Outubro de 1977

Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1977

Força Jovem, Saravasco, Vascancela e Vasco Real Maracanã 1977


PEQUENOS VASCAÍNOS: 2 ANOS

Nesta data foi fundada uma Torcida com o nome Pequenos Vascaínos, no início sofremos por causa do nome que até então ninguém teve a coragem de batizar (pequenos) piadas e piadas.
Hoje graças a Deus a coisa mudou, somos uma Torcida respeitada, aonde chegamos recebemos elogios. Atualmente é considerada uma das maiores facções, uma das mais organizadas, mais disciplinada, mas respeitada, a mais simpática e conhecida de todo Brasil.
É a Torcida que mais inventou, é a melhor Bateria (a que melhor bate no futebol). É a Torcida mais elogiada pelas facções adversária, a mais visitada, e a melhor da Taça GB. Uma Torcida que prometemos sempre melhorar, só recebendo a carteira de componente mediante apresentação (Motivos de poucos possuírem a mesma), camisas: Bem camisas são milhares no mesmo levantamento estávamos na casa de 5 mil, repare bem tudo isto em apenas 2 anos de existência, é uma Torcida que cresce assustadoramente, cresce sem ajuda de terceiros. É bom que todos saibam que não temos padrinhos, ainda poderemos ter quem sabe? Outra coisa curiosa é quando chegamos ao Mário Filho (dias de jogos) somos logo cercados por admiradores
Jorge Macedo Presidente.
Fonte: Jornal dos Sports 20 de Agosto de 1977

Pequenos Vascaínos Jornal dos Sports 1977

Pequenos Vascaínos Maracanã 1977

TOV 1970: FOTOS 03

TOV Maracanã 1970

TOV Maracanã O Globo 1970

TOV Maracanã 1970

TOV 1968: CONFECÇÃO DAS TABELAS

Fica a sugestão, para que no próximo período legislativo, a época de confecção de tabelas, discussão de horários e que jandas, se ouvisse com o devido respeito as opiniões de Jaime de Carvalho, Dulce Rosalina, Paulista e Bolinha, Elias, Juarez e o substituto de Tarzan. Esses sim representando a massa que paga, que não dispõe de carteirinhas graciosas, que não tem condução porta a porta, valeriam como palavra certa sobre o que agrada e o que se sagrada ao anônimo torcedor. Ao devoto que, da arquibancada e da geral, injeta a cada rodada óleo canforado no futebol carioca que tanto da tribuna oficial procuram enterrar vivo tertúlias de meio de semana.
Fonte: Jornal O Globo 1968

TOV O Cruzeiro 1968

TOV O Cruzeiro 1968



TOV 1960: FOTOS

Torcida do Vasco Remo Diário da Noite 1960

Flâmula 1960

Vasco Jornal das Moças 1960

TOV Caio Martins O Globo 1960

TOV 1959: FOTOS 01

TOV São Januário O Globo 1959

TOV São Januário 1959

TOV 1958: FOTOS

Torcida do Vasco Revista Manchete 1958

TOV Maracanã 1958

TORCIDA DO VASCO 1949: FOTOS 02

Torcida do Vasco O Cruzeiro 1949

Torcida do Vasco Remo 1949

Torcida do Vasco São Januário Sport Ilustrado 1949

TORCIDA DO VASCO 1945: FOTOS 04

Torcida do Vasco São Januário O Globo Esportivo 1945

Torcida do Vasco General Severiano O Globo Esportivo 1945

Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1945

TORCIDA DO VASCO 1943: FOTOS 04

Torcida do Vasco São Januário O Globo Esportivo 1943

Torcida do Vasco General Severiano O Globo Esportivo 1943

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

TOV 1988: VASCAÍNOS DECLARAM GUERRA A GLOBO

Quero parabenizar todas as Torcidas Vascaínas que se uniram e declararam guerra contra as Organizações Globo. Desde o jogo do Vasco e Flamengo a emissora tomou as dores do Flamengo e jogou a opinião pública contra o Vasco da Gama. Não queremos que a Rede Globo venha bajular nosso time, mas que ela nos respeite e seja imparcial.
Eu até posso entender o posicionamento da emissora. Um time que suborna juiz, envolve-se em escândalos de papeletas amarelas é capaz de coisas maiores.
Parabéns a nação Vascaína.
Silmar. TOV, Rio
Fonte: Jornal dos Sports 23 de Abril de 1988


TOV Jornal dos Sports 1988

TOV Maracanã 1988

TOV Maracanã 1988




TORCIDA DO VASCO 1943: FOTOS 03

Torcida do Vasco Jornal O Globo Esportivo 1943

Torcida do Vasco Jornal O Globo Esportivo 1943

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

TOV 1982: TORCIDA VIAJA SEM MEDO DE REPRESÁLIAS

Destemidos, sem se importar se enfrentarão represálias do Grêmio, vários torcedores comporão uma pequena caravana que segue hoje, as 10 horas, para Porto Alegre. Lidera o grupo o Chefe da Torcida Organizada do Vasco (TOV), o professor de Química Amâncio César, beneficiado pela greve de sua categoria profissional.
Medo?
“Nunca tive. Lá mesmo, no Olímpico, eu e meu grupo de Torcida já batemos e apanhamos. Fomos até obrigados a abrir caminho utilizando os bambus das bandeiras. Em todos os Estádios onde vamos fora do Rio, geralmente sofremos agressões, mas o que fazer? O Maracanã é seguro e neutro, os outros Estádios, não. Eu, pelo menos, não me importo, pois torço tanto que sou capaz de dar a minha vida pelo Vasco.
Fonte: Jornal O Globo 30 de Março de 1982


TOV Jornal O Globo 1982

TOV Maracanã 1982

TOV Maracanã 1982

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

VASCARAÍ E VASCONÇALO 1978: MOSTRA VASCAÍNA

A partir do próximo dia 23, A Samaritana Esportes. Rua Marechal Deodoro com Vicente do Uruguai estará mostrando a vida do Clube de Regatas Vasco da Gama, quando algumas de suas mais valiosas Taças serão expostas para o torcedor niteroiense. Para tratar da exposição, estiveram ontem em Niteroi Manoel Leal de Souza e Henrique Barros de Brito, respectivamente, Vice Presidente de Comunicações e Diretor de Relações Públicas do Vasco.
A mostra será inaugurada as 18 horas com a participação das Torcidas Organizadas Vascaraí e Vasconçalo, autoridades ligadas ao esporte, o Presidente Agathyrno Gomes e outros dirigentes Vascaínos quando será servido coquetel aos convidados.
Fonte: Jornal O Fluminense 13 de Janeiro de 1978

Vascaraí e Vasconçalo Jornal O Fluminense 1978

Vascaraí São Januário 1976

Vasconçalo São Januário 1978

Vasconçalo Maracanã Revista Placar 1984

TORCIDA DO VASCO 1942: FOTOS 02

Torcida do Vasco 1942

Torcida do Vasco São Januário Jornal Careta 1942

Torcida do Vasco Gávea 1942

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

VASKILHA 1984: VASKILHA EM FESTA

Hoje, a partir das 19 horas, nas dependências do Clube dos Oficiais e Sargentos da Aeronáutica, será disputada uma sensacional partida de Futebol de Salão entre as equipes da Torcida Organizada Vaskilha e do Esporte Clube Eletrolândia. 
O Presidente da Vaskilha solicita o comparecimento dos adeptos da Torcida para o tradicional incentivo aos craques da Torcida Vascaína. 
Por outro lado, informa o Presidente que logo após o encerramento da partida haverá uma grande chopada.
Fonte: Jornal dos Sports 21 de Junho de 1984

Vaskilha Jornal dos Sports 1984

Vaskilha Maracanã Jornal O Globo 1983

Vaskilha Maracanã 1987




segunda-feira, 21 de outubro de 2019

TOV 1952: FOTOS 02

Fotos: Arquivo Público do Estado de São Paulo.

Vasco foto Arquivo Público Estado de São Paulo 1952

Vasco foto Arquivo Público Estado de São Paulo 1952

Vasco foto Arquivo Público Estado de São Paulo 1952