sábado, 31 de janeiro de 2015

MANCHA NEGRA 2015: RAINHA DA MANCHA NEGRA JAMILA SANDORA

Desde Dezembro de 2013, Jamila Sandora é a Rainha da Torcida Mancha Negra do Vasco.
“Mancha Negra ficou desativada por quase 10 anos, mas agora retorna as arquibancadas com força total. E ainda tive o prazer de ser convidada para ser Rainha da Torcida. O Presidente pediu para eu divulgar a página, para que todos fiquem por dentro desse grande momento e quer o apoio de todos!!!”, disse a Rainha Jamila Sandora.
Site oficial: http://manchanegravasco.webs.com/
Fonte: Facebook da Mancha Negra

Mancha Negra Rainha Jamila Sandora 2015

Mancha Negra Rainha Jamila Sandora 2015

Mancha Negra Rainha Jamila Sandora 2015

Mancha Negra Rainha Jamila Sandora 2015

Mancha Negra Rainha Jamila Sandora 2015

Mancha Negra Rainha Jamila Sandora 2015

Mancha Negra Rainha Jamila Sandora 2015

Mancha Negra Rainha Jamila Sandora 2015



sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

FORÇA INDEPENDENTE 2015: 1º ENSAIO DA BATERIA

O. G.R.T.O. Força Independente do Vasco vem através da sua Diretoria, convidar a todos os sócios, simpatizantes e Vascaínos em geral, Sábado dia 31 de Janeiro a partir das 13 horas, na Avenida Pedro II, esquina com a Rua Gotemburgo, em São Cristóvão, para o nosso 1º Ensaio da Bateria para nossa Torcida.
Nossos mestres de bateria Jefferson e Bruno estarão também ensinando, dando dicas para todos aqueles que não sabem tocar os instrumentos musicais de nossa torcida gratuitamente.
Lembrando a todos que estão sendo confeccionados os cadastros, que são de extrema importância para o andamento da Torcida na arquibancada.
CÓPIA DO RG
UMA FOTO 3X4
*Todos os cadastros estão sujeitos à aprovação da assembléia.
*Não vendemos materiais para não sócios.
Venha fazer parte da nossa festa!
Um novo conceito em torcida organizada no Brasil.
Diretoria
G.R.T.O. Força Independente do Vasco

Força Independente 2015

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

MANCHA NEGRA 2015: DIRETORIA

Presidente: Juninho
Vice Presidente: Beto (Zona Oeste)
Presidente de Honra: Fernando Leal
Diretor Geral: Lucas (Palhavã)
Diretor de Patrimônio: Felipe Kovaline
Diretor Financeiro: Jefferson
Diretor de Bateria: Flavinho
Relações Públicas: Rafael Pepe
Diretor de Distrito (off) e Aliadas: Lucas (Palhavã)

Mancha Negra do Vasco 

Mancha Negra do Vasco 

Mancha Negra do Vasco 

Mancha Negra do Vasco 

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

VASCAXIAS 1977: FUTEBOL SOCIETY

Excursionando ao Silvestre Parque Clube, de Duque de Caxias, a equipe do futebol Society da Vascaxias derrotou o quadro local pelo escore de 3 a 2. 
Foi um trunfo significativo já que na semana passada o quadro da Torcida Flaxiense foi derrotado pelos silvestrinos por 3 a 1.
Fonte: Jornal O Fluminense 06 de Agosto de 1977

Vascaxias Jornal O Fluminense 1977

Vascaxias Jornal O Fluminense 1977

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

TORCIDA DO VASCO 1935: A TORCIDA VASCAÍNA OFECERÁ A FAUSTO UMA MEDALHA

Esteve em nossa redação um grupo de adeptos e associados do Vasco da Gama, tendo a frente o popular Cruzmaltino João de Lucca.
Vieram eles solicitar que divulgássemos o seu propósito de oferecer uma custosa medalha de ouro a Fausto pela sua excepcional atuação no match de anteontem contra o Boca Juniors.
As adesões poderão ser levadas ao Sr João de Lucca no Largo de São Francisco.
Fonte: Jornal dos Sports 19 de Janeiro de 1935

Vasco Jornal dos Sports 1935

Vasco Jornal dos Sports 1935

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

VASCO 1929: FOTOS 03


Vasco São Januário Revista O Malho 1929

Vasco São Januário Revista O Malho 1929

Vasco São Januário Revista Lusitania 1929



domingo, 25 de janeiro de 2015

FORÇA JOVEM, PEQUENOS VASCAÍNOS, TOV E FEMININA CAMISA 12 2000: TORCIDA ORGANIZADA DIVIDIDA

Até a Torcida mostrou-se dividida no final da partida contra o Palmeiras.
Depois de ofender o Técnico Antônio Lopes com gritos de burro, uma parte da Força Jovem, uma das maiores facções do Vasco, começou a fazer o coro de “Ah, é Edmundo!”. 
O que acabou surpreendendo foi a reação de outros torcedores Vascaínos, que começaram a vaiar a manifestação e a xingar o ídolo, afastado por indisciplina. 
Em seguida, a maioria acabou aplaudindo o último gesto. (28 de Janeiro).

Romário, Edmundo e companhia estão proibidos de falar, mas na arquibancada o torcedor pode.
Nas principais Torcidas Organizadas do Vasco, percebe-se que o assunto sobre a rivalidade entre as duas maiores estrelas do time divide a opinião dos Vascaínos. Ninguém contesta que Edmundo mora no coração e é o maior ídolo do Clube, mas é inegável também que o desempenho de Romário com a camisa cruzmaltina nos últimos jogos o tem feito vencer a resistência de quem o via de lado pelo fato de ter feito juras de amor ao Flamengo, maior rival, quando esteve por lá entre 1995 e 1999.
A Força Jovem, maior Torcida do Vasco, com 15 mil torcedores cadastrados no Rio e mais 5000 espalhados no Brasil, está literalmente dividida.
“A Torcida hoje se coloca a favor do Clube. Entre os torcedores está acabando a imagem do jogador que tem amor a camisa. Sabemos que todos são profissionais. O grande ídolo da Torcida é o Edmundo, que retornou bem ao time, mas hoje em dia quem está produzindo mais é o Romário”, disse o Vice Presidente da facção conhecido como Marcelo, admitindo a divisão de gritos e coros para os jogadores e que a maior bronca, hoje é o lateral esquerdo Felipe. “ Um jogador não pode reclamar da Torcida como ele fez.”
Para o Presidente da TOV, com 2500 torcedores no Brasil, David de Oliveira Santos, metalúrgico de 36 anos, a briga tem pontos positivos.
“Estou vendo da melhor forma possível. Está sendo boa para o Vasco. Mas a TOV ficou dividida. A proporção é de 10 torcedores apoiando Edmundo e oito Romário”.
José de Souza Barbosa, o Zeca, 57 anos, Presidente da Pequenos Vascaínos, com 1200 torcedores país a fora, lembra que vários são os motivos para a divisão.
 “Se o Romário já declarou amor ao Flamengo, o Edmundo já balançou a genitália pra gente. Na briga do pênalti, o Edmundo tinha que ter ficado na área para no caso de rebote ele tentar marcar o gol, e não ir para o meio de campo, ali ele errou”.
Na Torcida Feminina Camisa 12, com 120 associadas, a preferência não é nem por Romário nem por Edmundo.
“Entre as garotas de 13 a 17 anos, o preferido é o Felipe, que é solteirinho. Mas gostamos do Edmundo, ídolo, e do Romário, que encontrou resistência no início mas está fazendo os gols”, disse a Presidente da facção Iara Barros, 44 anos. (01 de Abril).
Fonte: Jornal do Brasil 28 de Janeiro e 01 de Abril de 2000.

Força Jovem Jornal do Brasil 2000

Força Jovem Jornal do Brasil 2000

Força Jovem Jornal do Brasil 2000

sábado, 24 de janeiro de 2015

FORÇA JOVEM 1994: FORÇA JOVEM DIZ QUE NÃO É VIOLENTA

Integrantes da Torcida Força Jovem do Vasco andam revoltados com um jornal Carioca especializado em esportes. 
Eles reclamam do pouco espaço e o descaso com as notícias do Clube de São Januário, pois o mesmo não acontece quando o assunto se refere ao Botafogo e principalmente, ao Flamengo. 
Os torcedores estão preparando uma manifestação contra o Jornal, que também acusa a Força Jovem de incentivar a violência.
Por isso, nos próximos jogos da equipe Cruzmaltina, será distribuído nas arquibancadas um panfleto pedindo aos Vascaínos que deixem de comprar a tal publicação.
Eles acreditam que, além da Força Jovem, outras Facções irão aderir ao movimento.

Força Jovem 1994

Força Jovem Maracanã 1994

Força Jovem Maracanã 1994

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

VASCOPO 1976: BLOCO REÚNE TORCIDAS

Foi fundado o Bloco Carnavalesco que vai reunir as Torcidas da Cidade, estando localizado na Estrada da Água Grande, em Vista Alegre,
Trata-se do Grêmio Recreativo Bloco  Carnavalesco Vista Alegre, que vai reunir de uma só vez as quatros grandes Torcidas dos Clubes:
Flasil do Flamengo, Fluminante do Fluminense, Fogante do Botafogo e Vascopo do Vasco, fato inédito na Cidade e na história ou das Torcidas ou do carnaval.
A frente da direção do inédito bloco estão os foliões torcedores:
Flasil - Jorge Volotão e Mário Alves, Fogante – Sérgio da Conceição, Fluminante – Emílson e Vascopo – Zezinho e Arlete Daniel.
Os ensaios do Bloco Carnavalesco das Torcidas Organizadas de Vista Alegre, estão sendo realizados as terças, quinta, sábado e domingo, das 20 as 24 horas, na Rua Extremadura, por trás dos Blocos 20 e 21 do Conjunto Residencial de Água Grande.
Fonte: Jornal A Luta Democrática 11 e 27 de Fevereiro de 1976 

Vascopo Jornal A Luta Democrática 1976

Vascopo Jornal A Luta Democrática 1976



quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

LEGIÃO DA VITÓRIA 1942: CONCURSO DE HINOS E CANTIGOS DESPORTIVOS

Concurso organizado pela “Legião da Vitória”, realizado entre os melhores compositores nacionais para a escolha de hinos e canções desportivas. 
Os hinos e canções premiadas, serão devidamente ensaiados, afim de serem cantados em coro nos campos de futebol e em setores de atividades esportivas onde se fizer representar o Vasco da Gama.
Comissão Organizadora do Certame: A Comissão organizadora do certame será composta por quatro membros a saber: Alvaro do Nascimento, de Jornal dos Sports, Antônio Cordeiro, do Rádio Clube do Brasil, Olympio Pio, da Legião da Vitória e o maestro José Maria de Abreu.
O concurso teve como vencedores pela organização:
1º Lugar: Vasco da Gama (compositor Saint-Clair Sena)
2º Lugar: Avante, Vascaínos (compositor J. Cascata)
3º Lugar: Meu Pavilhão (compositor Hernani Corrêa e João de Freitas)
4º Lugar: Quarenta e Quatro Anos de Glórias (compositor Alcebiades Barcellos e Armando Marçal)
5º Lugar: Vasco da Gama Campeão (compositor Gomes Filho e Juracy Araujo)
6º Lugar: Avante Vascaíno (compositor Marcílio Vieira e Aymar Alvarenga)
7º Lugar: Vascaína (compositor José Pádua Machado)
8º Lugar: Vasco da Gama (compositor Hélio Ventura)
9º Lugar: Legião da Vitória (compositor Carusinho Bastião e Domingos Santos)
10º Lugar: Pendão de Glórias (compositor Bernardino Maia)
11º Lugar: Vitória (compositor Antônio Pereira dos Santos e Ignacio Araujo)

Foram classificadas para a grande final as quatro primeiras, os leitores do Jornal dos Sports que definiram a grande campeã que foi a Marcha Vasco da Gama e em segundo ficou Meu Pavilhão.
Arnaldo Amaral cantou Vasco da Gama e Manoel Reis cantou Meu Pavilhão, com acompanhamento da Orquestra Chiquinho e seu Ritmo, foram gravadas no Estúdio da Columbia.
Fonte: Jornal dos Sports 11 de Fevereiro, 10,17, 22 e 24 de Março, 01 de Abril, 16 de Maio e 14 e 17 de Novembro de 1942

MEU PAVILHÃO
Vasco da Gama evoca a grandeza
Daqui e d’além mar
Teu pavilhão refulge de beleza
Perene a tremular
Dos braços rijos de teus filhos
O mar sagrou-te na História
Reflete pelos céus em forte brilho
O cetro que ostentas da vitória
Na cancha és o pioneiro
És o mais forte entre os mil
Com a fama que ecoas no estrangeiro
Elevas o esporte do Brasil.

O hino faz alusões a dois fatos importantes na história da agremiação: o pioneirismo do Clube, que foi a abrir suas portas a jogadores negros, e a fama ecoando no estrangeiro, uma vez que o Vasco da Gama foi o segundo time brasileiro a realizar uma excursão a Europa em 1931. O primeiro foi o Paulistano, de São Paulo, em 1925. O Clube da Cruz de Malta jogou 12 partidas, venceu 8. Empatou 1 e perdeu 3. Fez 45 gols e sofreu 18.
Fonte: Livro No Compasso da Bola de Paulo Luma

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Olympio Pio Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942
Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942

Legião da Vitória Jornal dos Sports 1942



terça-feira, 20 de janeiro de 2015

VASCO 1942: LAMARTINE BABO CRIA OS HINOS DOS CLUBES CARIOCAS DE FUTEBOL

Em 1942. Lamartine Babo, Héber de Bôscoli e Iara Sales formam o Trio de Ossos e passam a apresentar na Rádio Nacional o Programa Trem da Alegria (1942 a 1955) que, no ano seguinte, transferiu-se para a Rádio Mayrink Veiga.
Foi no Programa Trem da Alegria, que em 1942, Lamartine Babo, certamente um dos cincos maiores compositores brasileiros de todos os tempos, lançou (um por semana) os hinos dos Clubes cariocas de futebol. Foram lançados dez hinos, ou melhor, dez marchas: do Botafogo, do América, do Flamengo, do Fluminense, do Vasco, do Bangu, do Bonsucesso, do Olaria, do Madureira e do Canto do Rio.
Fonte: Livro no Compasso da Bola de Paulo Luma

HINO DO VASCO (atual)
(Autor: Lamartine Babo - 1949)

Vamos todos cantar de coração
A cruz de malta é o teu pendão
Tens o nome do heroico português
Vasco da Gama... tua fama assim se fez

Tua imensa torcida é bem feliz
Norte-Sul, Norte-Sul deste país
Tua estrela, na terra a brilhar
Ilumina o mar

No atletismo és um braço
No remo és imortal
No futebol és um traço
De união Brasil-Portugal

O PRIMEIRO HINO OFICIAL DO VASCO
(Autor: Joaquim Barros Ferreira da Silva - 1918)

Clangoroso apregoa, altaneiro
O clarim estridente da fama
Que dos clubes do Rio de Janeiro
O invencível é o Vasco da Gama
Se vitórias já tem no passado
Glorias mil há de ter no porvir
O seu nome é por nós adorado
Como estrela no céu a fulgir!

Refrão:
Avante então
Que pra vencer
Sem discussão
Basta querer
Lutar, lutar
Os vascaínos
De terra e mar
Os paladinos

É mundial
A sua fama
Vasco da Gama
Não tem rival
Mais uma glória
Vai conquistar
Lutar, lutar
Para a vitória

Sobre os peitos leais, vascaínos
Brilha a Cruz gloriosa de Malta
Corações varonis, leoninos
Que o 
amor pelo Vasco inda exalta.

Quando o Vasco em qualquer desafio
Lança em campo o seu grito de guerra
Invencível, nervoso arrepio
Faz tremer o rival e a terra!

Avante, então, etc.

Vascaínos, avante é lutar
Sempre o Vasco venceu quando quis
Quer em terra, ou ainda no mar
Nunca o Vasco baixou a serviz

Viva, pois, nosso Vasco da Gama
Nosso clube leal, valoroso
Tudo o diz, assegura e proclama
Nosso Vasco é o mais glorioso

Avante, então, etc.

O SEGUNDO HINO DO VASCO: MEU PAVILHÃO
(Música de Ernani Corrêa e Letra de João de Freitas - 1942)

Vasco da Gama evocas a grandeza
Daqui e d'além mar
Teu pavilhão refulge de beleza
Perene a tremular!

Dos braços rijos de teus filhos,
O mar sagrou-te na história!
Reflete pelos céus em forte brilho
O cetro que ostentas da vitória!

Na cancha és o pioneiro!
És o mais forte entre os mil!
Com a fama que ecoa no estrangeiro
Elevas o esporte do Brasil!

Lamartine Babo Revista Veja Rio On Line

Revista Vasco da Gama e Suas Glórias 1980


Lamartine Babo O Globo 2006



segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

VASCO 1929: FOTOS 02


Vasco São Januário Revista da Semana 1929

 São Januário Brasil x Argentina Revista da Semana 1929

Vasco São Januário Revista da Semana 1929


domingo, 18 de janeiro de 2015

TOV 2015: NOVA PRESIDENTE MÁRCIA SOARES

A TOV, que já foi a maior Torcida Organizada do Vasco, esta prestes a escolher o novo Presidente, e o taxista Jorge dos Santos, o Jorginho da TOV, filiado a Torcida há 40 anos, é o favorito na disputa.
No passado, ela foi presidida por Dulce Rosalina e Amâncio César. Hoje tem problemas, especialmente, porque seu Líder David, se mudou para São Paulo. Jorginho espera recuperar parte das glórias do passado, quando a Facção era a mais vibrante, numerosa e possuía as bandeiras mais bonitas do Brasil.
Fonte: Jornal Meu Vascão 2013.
A TOV foi fundada em 1944, sendo a Torcida Organizada mais antiga do Brasil em atividade, teve como primeiro Presidente João de Lucca de 1944 a 1956, quando entrou em seu lugar Dulce Rosalina, a primeira mulher a ser Presidente de uma Torcida Organizada, que ficou no cargo de 1956 a 1969.
Durante o mandado de Dulce, Ely Mendes foi Presidente interino de 1969 a 1970, devido ao afastamento de Dulce Rosalina, que estava se recuperando, de um acidente sofrido durante uma caravana na Via Dutra.
Em 1970, já recuperada, Dulce reassumiu seu cargo e ficou até 1976, quando saiu e fundou a Torcida Renovascão.
Em 1976, quem assumiu a presidência foi Amâncio César que ficou no cargo até 1988.
Em 1988 foi a vez de David Oliveira Santos, que ficou até 2013.
Em 2013, quem assumiu a presidência no dia 10 de Agosto, foi Márcia Soares.
“Hoje sou eu Márcia Soares atual Presidente da TOV. O Jorginho é um de nossos Diretores. Estou Presidente desde 2013, sou eu depois de David,” disse a nova Presidente.
A TOV tem sub divisões, em Nitéroi-São Gonçalo, o Diretor Geral é Christian Souza e o Diretor Auxiliar é Welita Tavares. Na Baixada Fluminense o representante é Mosca.
No dia 21 de Agosto de 2014, o Presidente do Vasco Roberto Dinamite, convidou Márcia Soares para ser a representante da TOV e das mulheres Vascaínas para a solenidade de hasteamento das bandeiras no Dia do Vasco e da comemoração dos 115 anos do Vasco da Gama.
Boa sorte a TOV. A Maior Expressão de Amor ao Vasco, nesta nova fase.

TOV Presidentes

TOV 2014

TOV 2014

TOV 2014

TOV 2014

TOV Jornal do Vasco 2013