domingo, 30 de novembro de 2014

FORÇA JOVEM 2013: BEM ME QUER, MAL ME QUER: CONHEÇA AS ALIANÇAS ENTRE AS TORCIDAS ORGANIZADAS

Como funciona a complexa e instável teia de relações entre as principais Torcidas Organizadas do Brasil.
Por: Fábio Soares, da PLACAR 02/12/2013

A relação de amor e ódio entre as Torcidas Organizadas nasceu, cresceu e envelheceu com o Campeonato Brasileiro. 
A partir de 1971, com a sistematização dos jogos e das caravanas, esses grupos iniciaram uma alternância entre hospitalidade e hostilidade, o que em pouco tempo deu origem às primeiras alianças e desavenças nas arquibancadas. No dia 25 de agosto, a pancadaria entre corintianos e vascaínos no Estádio Mané Garrincha, em Brasília — a primeira em uma arena da Copa —, reacendeu a polêmica sobre convivência entre as torcidas. Para entender como tais relações se desenvolveram, PLACAR ouviu estudiosos e representantes (atuais e antigos) de organizadas.

AS ALIANÇAS
Como elas se formam?
Relação entre os clubes (afinidade por cores, tipos de clube – popular x de elite)
Grau de rivalidade entre os times (partidas decisivas tendem a acirrar os ânimos)
Relação pessoal entre lideranças de torcidas
Apoio logístico. As organizadas buscam acomodação e transporte fora, além de ajuda com questões burocráticas com a polícia local e proteção em caso de confrontos

O SURGIMENTO DAS UNIÕES
No início dos anos 1990 formaram-se três alianças entre Organizadas.

PUNHO CRUZADO
Torcida Tricolor Independente (São Paulo)
Torcida organizada Camisa 12 (Internacional)
Torcida Jovem do Flamengo
Torcida Jovem do Sport
Agregada: Dragões Atleticanos (Atlético-GO)
A Máfia Azul, do Cruzeiro, fazia parte do grupo até a final da Copa do Brasil de 2003, quando participou de uma briga no Mineirão com a Jovem Fla.

DEDO PRO ALTO
Mancha Alviverde (Palmeiras)
Torcida Organizada Galoucura (Atlético-MG)
Força Jovem do Vasco
Agregadas: Torcida Jovem do Grêmio, Bamor (Bahia), Inferno Coral (Santa Cruz), Mancha Azul (Avaí) e Terror Bicolor (Paysandu)
A Império Verde (Coritiba) também fazia parte até ter um desentendimento com a Força Jovem, em uma partida entre Vasco e Coritiba, em São Januário. Membros da torcida vascaína agrediram jogadores do Coritiba, em 2003.

PUNHO COLADO
Torcida Young Flu (Fluminense)
Torcida Fúria Independente (Guarani)
Torcida Fúria Independente (Paraná)
Agregadas: Torcida Raça Tricolor (Paulista de Jundiaí), Torcida Falange Tricolor (Fluminense-BA), Torcida Organizada Pavilhão 6 (Remo) e Torcida Fúria Marcilista (Marcílio Dias-SC)

OS INDEPENDENTES
Raça Rubro-Negra e Gaviões da Fiel, com subsedes pelo Brasil, não têm aliados. 
Torcida Jovem do Santos, Geral do Grêmio e Fúria Jovem do Botafogo igualmente rejeitaram agrupamentos.

RIVALIDADES INTERNAS
BOTAFOGO
A Fúria Jovem rompeu com a Torcida Jovem do Botafogo em 2001 e engoliu a TJB em termos quantitativos e espaciais, passou a ocupar o lugar atrás do gol no Maracanã.
FLAMENGO
Raça Rubro-Negra e Torcida Jovem jamais foram aliadas. As brigas se intensificaram nos últimos anos.
CORINTHIANS
A Gaviões da Fiel foi criada em 1969 como movimento de oposição ao então presidente do clube Wadih Helou, que dois anos depois estimulou o surgimento da Camisa 12. As demais organizadas também não se bicam.
PALMEIRAS
Torcida Uniformizada do Palmeiras (TUP) e Mancha não se dão. Por ser mais antiga (de 1970), a TUP não aceita ser a segunda, embora tenha perdido espaço em tamanho.
SANTOS
A Torcida Jovem e a Sangue Santista pertencem a grupos políticos rivais.

OS QUEBRA-PAUS
Além das rivalidades estaduais, é aqui que o bicho pega.
PALMEIRAS 
Palmeiras x Flamengo
Acontece desde que um componente da Mancha foi morto nos anos 1990.
Palmeiras x Cruzeiro
A tensão foi acentuada por brigas no fim da década de 1990.
VASCO
Vasco x Corinthians
A briga começou em 1988, após o assassinato de Cléo, ex-Presidente da Mancha e influente aliado dos vascaínos.
Vasco x Santos
Começou em uma batalha generalizada em 1994 em São Januário.
FLAMENGO
Flamengo x Atlético
A origem da rivalidade são as seguidas decisões entre os clubes na década de 1980.
Flamengo x São Paulo
A inimizade não é com os flamenguistas, mas com a Raça Rubro-Negra, rival da Jovem, aliada das torcidas são-paulinas.
Flamengo x Cruzeiro
São rivais desde uma briga desencadeada no Mineirão na final da Copa do Brasil de 2003.
BOTAFOGO
Botafogo x Santos
Surgiu em 1999, quando santistas balearam um ônibus da Fúria Jovem, do Botafogo.
ATLÉTICO-PR
Atlético PR x Internacional: Houve confrontos violentos entre as duas Torcidas em Curitiba na década de 2000.
Atlético PR x Fluminense
Desde 1996, quando a torcida do Flu invadiu o campo das Laranjeiras para agredir o então goleiro do Furacão, Ricardo Pinto, ex-tricolor.
GRÊMIO
Grêmio x Boca Juniors
Gremistas sofreram emboscada dos argentinos no primeiro jogo da final da Libertadores de 2007, em Buenos Aires.
Fontes: Bernardo Borges Buarque de Hollanda, professor-pesquisador da Escola de Ciências Sociais da Fundação Getúlio Vargas (FGV), autor do livro O Clube como Vontade e Representação; Marcos Ferreira, Presidente da Mancha Alviverde do Palmeiras; André Azevedo, Presidente da Dragões da Real do São Paulo; Marcos Frazão, Diretor-Geral da Raça Rubro-Negra do Flamengo; Juliana Coutinho, Presidenta da Camisa 12 do Internacional
Fonte: Revista PLACAR e http://placar.abril.com.br/materia/bem-me-quer-mal-me-quer-conheca-as-aliancas-entre-as-torcidas-organizadas

Força Jovem Revista Placar 2013

Força Jovem Revista Placar 2013

Força Jovem Revista Placar 2013

Força Jovem Revista Placar 2013



sábado, 29 de novembro de 2014

FORÇA INDEPENDENTE 2014: FUTEBOL E CHURRASCO


Força Independente Futebol e Churrasco 2014

Força Independente Futebol e Churrasco 2014

FORÇA JOVEM 2014: FESTA DE 20 ANOS DA FJV 18ª FAMÍLIA JUIZ DE FORA

Participe da Festa de 20 anos da Força Jovem do Vasco 18ª Família Juiz de Fora dia 29 de Novembro de 2014!! 
Local: Black Gold
Av. Brasil 2933.

Força Jovem Festa de 20 anos da 18ª Família Juiz de Fora 2014





sexta-feira, 28 de novembro de 2014

FORÇA JOVEM 2014: FESTA DE 19 ANOS DA 27ª FAMILÍA DA FORÇA JOVEM ES

Vai acontecer no dia 29 de Novembro a Festa de 19 Anos da 27ª Família Da Força Jovem do Espírito Santo.
Na Quadra da GRES Mocidade da Glória, tendo como atrações o Grupo Só da Vasco, DJ nos intervalos, Bateria da 27ª Família.

Força Jovem Festa de 19 anos da 27ª Família ES 2014

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

VASCOENSE 2014: HISTÓRIA

A Vascoense é uma Torcida do Vasco da Cidade de Icó no Ceará.
“Máximo respeito aos Vascaínos de todo o Brasil que seguem e apoiam o Vasco por todo país! Esse grupo é do interior do Ceará e levou 8h até Fortaleza de van e seguem o Vasco pelo Nordeste há mais de 10 anos! /+/ Norte sul, norte sul deste Brasil /+/”, falou um componente da Guerreiros do Almirante no dia do jogo Ceará 2 x 0 Vasco, no Castelão.

Presidente: José Fábio Rodrigues Dias 
Fundada: 01 de Fevereiro de 2000
Associados : 118
Patrimônio : TV, Antena Sky, várias Bandeiras e Bonés
Rua Ilidio Sampaio, nº 2331, Cidade Icó, Ceará, CEP 63430-000 

Vascoense

Vascoense

Vascoense

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

FORÇA INDEPENDENTE 2014: CAMPANHA DE DOAÇÃO DE BRINQUEDOS

Os associados, integrantes e simpatizantes da Força Independente do Vasco de Nova Friburgo, vêm pedir a colaboração de todos vocês para tornar o Natal de nossas crianças mais felizes.
Estamos arrecadando brinquedos novos e também usados (claro que em bom estado), para fazer uma doação as nossas crianças carentes de nossa Cidade. 
Contamos com a colaboração de todos para fazer um Natal mais feliz.
Quem puder e quiser ajudar, estaremos recebendo as doações até o dia 20/12 e você pode entregar a qualquer um dos membros. 
Desde já agradecemos de coração a todos.


Força Independente Campanha de Doação de Brinquedos 2014

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

VASCO 1928: CAMPEONATO CARIOCA

1º Turno

08/04/1928 Vasco 1 x 2 São Cristóvão
22/04/1928 Vasco 4 x 0 Andarahy
29/04/1928 Vasco 0 x 1 América, Laranjeiras

América 1 x 0 Vasco Jornal O Malho 1928

06/05/1928 Vasco 4 x 1 Bangu
13/05/1928 Vasco 4 x 1 Brasil
20/05/1928 Vasco 0 x 0 Fluminense, Laranjeiras

Fluminense 0 x 0 Vasco Jornal O Malho 1928

03/06/1928 Vasco 3 x 0 Flamengo, São Januário


Vasco 3 x 0 Flamengo Jornal O Malho 1928

10/06/1928 Vasco 1 x 1 Villa Izabel
17/06/1928 Vasco 1 x 1 Botafogo

2º Turno

01/07/1928 Vasco 1 x 0 São Cristóvão
08/07/1928 Vasco 2 x 0 Syrio e Libanez
05/08/1928 Vasco 5 x 2 Andarahy
12/08/1928 Vasco 1 x 1 América, São Januário

Vasco 1 x 1 América Revista Careta 1928

Vasco 1 x 1 América Jornal O Malho 1928

19/08/1928 Vasco 2 x 1 Bangu 
26/08/1928 Vasco 5 x 0 Brasil
16 09/09/1928 Vasco 2 x 1 Fluminense, São Januário

Vasco 2 x 1 Fluminense Jornal O Malho 1928

30/09/1928 Vasco 2 x 1 Flamengo
07/10/1928 Vasco 4 x 0 Villa Izabel
21/10/1928 Vasco 1 x 3 Botafogo

CLASSIFICAÇÃO FINAL:
Campeão: América Futebol Clube, 32 pontos
2º Lugar: Clube de Regatas Vasco da Gama,  28 pontos
3º Lugar: Botafogo Futebol Clube, 24 pontos
4º Lugar: Clube de Regatas do Flamengo 24 pontos
5º Lugar: Fluminense Futebol Clube, 23 pontos
6º Lugar: São Cristóvão Atlético Clube,  21 pontos
7º Lugar: Bangu Atlético Clube, 15 pontos
8º Lugar: Andarahy Atlético Clube, 13 pontos
9º Lugar: Syrio e Libanez Atlético Clube, 8 pontos
10º Lugar: Sport Club Brasil, 7 pontos
11º Lugar: Villa Isabel Futebol Clube, 5 pontos

Vasco Jornal O Malho 1928

domingo, 23 de novembro de 2014

VASCO 2014: PARABÉNS VASCÃO

A Torcida Vascaína está de Parabéns!!!
Sábado, Rio 40 graus, no meio de um feriado, poderíamos estar em qualquer lugar, praia, campo, passeando com a família, mais todos nós estávamos no Maracanã, 57 mil pessoas, para ver o Vasco voltar de onde nunca deveria ter saído.
Na alegria ou na tristeza eu nunca te abandonei.

Vasco 2014


Vasco Maracanã site fimdejogo 2014

Guerreiros do Almirante e Rasta do Vasco Maracanã site fimdejogo 2014

Torcida do Vasco Maracanã Site Globo Esporte 2014


Guerreiros do Almirante Maracanã Site Globo Esporte 2014

Força Independente Rumo ao Maracanã 2014

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

FORÇA JOVEM 2000: SALA CHICO ANYSIO

“Quando eu fui o Presidente, na Sede da Rua Gonçalves Dias nº 89 cobertura, fizemos uma grande reforma e mudamos o nome para Sala Chico Anysio e registramos isso em uma placa presa na parede, e na época dei um casaco por via de terceiros que agora não lembro quem foi e o nosso camarada levou direitinho, porque ele nos surpreendeu fazendo uma visita nas arquibancadas e bem junto de nós, no meio da Força Jovem, eu me senti muito orgulhoso de ter participado desse acontecimento na vida de um grande Vascaíno e que nos representava no meio das celebridades como um torcedor Vascaíno de coração, valeu Chico Anysio esteja com Deus a onde você estiver". Revela o ex Presidente Alexandre Cebola no Facebook em 2013.

Força Jovem Bruno Mazzeo 1998

Força Jovem Bruno Mazzeo 1998

Força Jovem Chico Anysio 1997

Força Jovem Chico Anysio e Bruno Mazzeo

Força Jovem Chico Anysio 2000

Força Jovem Chico Anysio 2000

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

TORCIDA DO VASCO 1936: COM O VASCO, ONDE ESTIVER O VASCO

Torcida do Vasco tem um lema. 
Com o Vasco, onde estiver o Vasco.
Affonso Silva (Polar) avisa a todos os cruzmaltinos que, seguindo o lema tradicional do Club. Com o Vasco, onde estiver o Vasco!, estará hoje, no Campo da Rua Figueira de Mello (São Cristóvão), afim de receber os votos para o candidatos ao plebiscito de Jornal dos Sports.
Fonte: Jornal dos Sports 30 de Agosto de 1936


Vasco Jornal dos Sports 1936

Vasco Polar Jornal dos Sports 1935

Vasco Jornal dos Sports 1945

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

TORCIDA SOCIAL DO VASCO E TOV 1958: TORCEDOR EM TRAJO DE GALA

Ao entrar no gramado, a equipe cruzmaltina, foi precedida por um torcedor de fraque e cartola (João Martins Penedo), que, após contornar o campo com os jogadores, dirigiu-se as cadeiras onde se achavam os sócios Vascaínos, sendo bastante ovacionado, charangas, bandeiras e a tradicional flauta de bambu do Vascaíno Ramalho deram um colorido todo especial ao espetáculo.

DUELOS DE TORCIDAS
Durante todo o transcurso do prélio houve, como não podia deixar de acontecer, ferrenho duelo entre as duas torcidas. A do Vasco, que se emudeceu com o gol de Dida (Flamengo), somente desafogou-se na metade do tempo complementar, quando Delém empatou. Após o encontro, os torcedores cruzmaltinos demonstraram a sua satisfação com o empate, desfilando pelas imediações do Maracanã em meio a foguetório e casacas.
Fonte: Jornal O Globo 15 de Setembro de 1958

TOV Jornal Extra 2013 foto de 1958

TOV Jornal O Globo 1958

TOV Jornal O Globo 1958

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

domingo, 16 de novembro de 2014

FORÇA JOVEM 1997: TORCIDAS IRMÃS NO ESTÁDIO

A grande dúvida de conrinthianos e flamenguistas que por um lapso de destino passarem pelo Maracanã ontem a tarde seria secar quem? Antes do jogo, Vascaínos e Palmeirenses davam provas explícitas de que são mesmos Torcidas irmãs, ainda que a colônia portuguesa em São Paulo esteja mais ligada a Lusa. 
Em frente a Estátua de Belini, torcedores da Torcida Uniformizada do Palmeiras (TUP) e da Força Jovem improvisaram um concurso de trovas e gritos de guerra que tinham  invariavelmente o mesmo tema, os rivais Flamengo. 
A paz estava selada: Porco e Bacalhau era gritos que não tinham o menor tom pejorativo.
Entre o Portão 19 e a Estátua de Belini paulistas e cariocas uniam forças para acabar com o estoque de cerveja dos vendedores ambulantes. 
Alguns paulistas não queriam nem saber de segunda feira, como o torcedor Waldir Rodrigues da TUP. “Cheguei ontem a tarde e até agora não parei” dizia enquanto cantava “Ah Edmundo” com os Vascaínos Marcelo Tavares e Luciano Machado da Força Jovem. “Somos todos irmãos”, diziam quase em coro.
“Lá em São Paulo todo mundo “ficou junto festejando, fomos a tudo quanto é lugar juntos. Só não deu pra ir a praia”, ironizou Luciano, sendo cortado por Waldir. “Tinha o Rio Tietê, vocês que não quiseram ir”, disse.
Fonte: Jornal do Brasil 22 de Dezembro de 1997

Força Jovem Jornal do Brasil 1997

Força Jovem Jornal do Brasil 1997



sábado, 15 de novembro de 2014

FORÇA JOVEM 1992: A HISTÓRIA DA FJV

Enquanto no México o Brasil conquistava o Tricampeonato Mundial em 1970, a Força Jovem era fundada e o Vasco ganhava o Campeonato Carioca.
São mais de duas décadas que a Torcida Força Jovem tem brilhado e encantado os Estádios de futebol com seus gritos de guerra, bandeiras, papel picado e a tradicional empolgação e alegria que tanto a caracterizam. Na verdade, o fenômeno das Torcidas Organizadas é algo recente e tem uma profunda ligação com os movimentos de contestação e rebeldia dos jovens e estudantes dos anos 1960.

ANOS REBELDES
Durante os anos 1960 uma mudança mais profunda ocorria em todo o mundo, principalmente nos países desenvolvidos. Era a revolução comportamental marcada pela revolta de uma geração insatisfeita com o modelo de vida predominante caracterizado pela submissão a hierarquia, respeito a ordem social e cumprimento rígido de padrões, normas e valores vigentes, Contra este estado de coisas havia a recusa de um pequeno grupo no início, mas que foi transformado num movimento de massas no decorrer dos anos.
Toda essa mudança foi transferida para diversos segmentos da vida social e o futebol não poderia ficar imune a isso. Até o final dos anos 1960, as Torcidas conhecidas como Organizadas, eram um fiel retrato do modelo de comportamento exigido pelos dirigentes que dominavam o futebol, torcedores submissos, acríticos e comprometidos com os cartolas.
E nesse contexto que surgem as Torcidas Jovem no Rio de Janeiro, marcadas por outra concepção de Torcida Organizada e por outros modelos de comportamento e valores para os torcedores. O importante era ser independente e o lema principal era lutar, lutar por tudo aquilo que fosse considerado legítimo e necessário.
Nesse momento nascia a Força Jovem, criada em 1969, mas fundada oficialmente em 19 de Fevereiro de 1970, sendo seu Primeiro Presidente Manoel Fogueteiro, substituído por Jorge Mello e depois por Ely Mendes que durante mais de 18 anos ocupou esse cargo.

TORCIDA DEMOCRÁTICA
Depois de Ely, a Torcida teve mais três Presidentes, Roberto Monteiro, Antônio Brás e Márcio Bonfim, o Buião (o atual Presidente). Sendo que o detalhe mais importante é que não bastasse a Força Jovem ser o maior movimento organizado de Torcida do Vasco, é também o mais democrático do Brasil, a única que elege sua diretoria por eleição, todos os anos em Fevereiro.
Ao serem escolhidos o Presidente e o vice, estes escolhem quem será por um ano o Vice de Finanças, o Vice de Patrimônio e o Vice Social, compondo, assim, a Diretoria da Torcida.

A MAIOR TORCIDA DO RIO
Até meados de 1980, a Força Jovem e a TOV eram as principais Torcidas do Vasco, tanto em número de participantes como pelo prestígio e poder de influência dentro do Clube. Mas esse quadro se modificou com a transformação da Força Jovem que passa a ser indiscutivelmente a principal Torcida Vascaína. A explicação dessa mudança está para Roberto Monteiro, ex Presidente da Torcida, na formação de novas lideranças e na determinação dessas pessoas em lutar em prol do crescimento do conjunto.
“Até 1986, 1987, a Torcida dependia muito de algumas pessoas e não havia muito o espírito de união, as novas lideranças não tinham muito espaço para intervir nos destinos da Torcida. Foi quando um grupo grande resolve assumir a dianteira da Força e implantar uma nova filosofia de torcer. A partir desse momento a Força Jovem começou a ganhar um espírito coletivo impressionante, o que motivava a dedicação integral de uma galera boa. Começamos a ser respeitado, pelas torcidas adversárias que passaram a nos olhar de forma diferentes. Daí em diante a Torcida só cresceu, e hoje, com orgulho, posso dizer, sem dúvida de errar, que ela é a principal Torcida do Rio.”
Nesse esforço de tornar a Torcida bonita, grande e admirada por todos, foi fundamental a dedicação e o sacrifício de alguns membros que , não só contribuíram financeiramente como perderam várias horas de lazer para se dedicarem exclusivamente a Torcida. No entanto, se alguns se destacaram, o crescimento real da Torcida foi graças ao trabalho coletivo e o espírito de luta de milhares de sócios espalhados pela cidade.
Atualmente a Força Jovem possui cerca de 7 mil torcedores, divididos em dez Núcleos, conhecidos como Famílias.
São eles: 1ª Méier, 2ª Zona Norte (Tijuca/Centro), 3ª Piedade (Cascadura, Cavalcante, Quintino, etc), 4ª Madureira (Marechal Hermes/Oswaldo Cruz), 5ª Zona Sul, 6ª Leopoldina, 7ª Niterói (São Gonçalo), 8ª Baixada Fluminense, 9ª Zona Oeste (Bangu/Campo Grande), 10ª Jacarepaguá.
Mantendo a tradição da Torcida que sempre foi ter bandeiras mais bonitas, com os desenhos mais incrementados, a Força Jovem partiu para mais um projeto audacioso, produzir a maior bandeira do mundo.
Para se ter uma ideia de sua dimensão, se ela fosse estendida no gramado do Maracanã, ela ocuparia da linha do meio de campo até a entrada da grande área, e de uma lateral a outra, Incrível, não?
Fonte: Jornal da Força Jovem 1992
Escrito por: Jorge Luiz Medeiros Braga

Força Jovem Jornal da FJV 1992

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

FORÇA JOVEM 2014: EM NOTA, FORÇA JOVEM NEGA BOATOS SOBRE TROCA DE COMANDO NA TORCIDA

NOTA OFICIAL DO G.R.T.O. FORÇA JOVEM DO VASCO
A Diretoria do G.R.T.O. Força Jovem do Vasco representada pelo Presidente Bruno Fet e pelo Vice Robinho vem a público notificar que os boatos sobre uma suposta mudança na Diretoria da Torcida é totalmente sem fundamento, mentira e de uma imensa falta de respeito com o integrante da FJV. 
A Diretoria da FJV não caiu de paraquedas no atual posto, a mesma conseguiu juridicamente em todos meios legais provar que tem o direito de estar a frente da maior Organizada do Vasco. Tem um processo na justiça que prova isto tanto que o ex-Presidente já teve que depor sobre o assunto e tudo mais! 
Não teve mudança nenhuma na Torcida e ninguém vai tirar Diretoria nenhuma na marra. Pedimos para quem fez esta “NOTA” ridícula, que procure seus direitos legais na justiça para ver se tem ou não fundamento no que dizem! 
Ratificamos que o CNPJ da Torcida está pago, a sala da Torcida alugada também está paga, além de inúmeros materiais novos e o patrimônio totalmente restaurado! 
A atual Diretoria vai cumprir a sua gestão conforme DECISÃO JUDICIAL que se encontra também no G.E.P.E.! 
Aproveitamos esta nota para parabenizar os 5.458 sócios que elegeram democraticamente o candidato EURICO MIRANDA como próximo Presidente do C.R. Vasco da Gama para o triênio 2015, 2016 e 2017. 
Mas do que a volta do antigo Presidente a Presidência, o principal vencedor foi toda Torcida do Vasco espalhada pelo Brasil e pelo Mundo, no principal pleito dos 116 anos de história do Clube!! 
O G.R.T.O. Força Jovem do Vasco sempre vai estar ao lado do Clube para defender todos os seus interesses, seja em qualquer lugar e em qualquer situação! 
Paz no Vasco, no G.R.T.O. Força Jovem do Vasco e no Futebol Brasileiro! 
Seja bem-vindo Presidente Eurico Miranda!! 
O VERDADEIRO PODER NÃO PODE SER DADO TEM QUE SER CONQUISTADO! 
Diretoria do G.R.T.O. Força Jovem do Vasco 
Fonte: Site oficial da Força Jovem Vasco e NETVASCO

Força Jovem Maracanã 1990



quinta-feira, 13 de novembro de 2014

TOV E RENOVASCÃO 1989: EXPLODE GALERA

O Vasco está com Deus. É o Clube do povo, de gente que canta esse povo, como Martinho da Vila e Paulinho da Viola e também dos últimos Presidentes eleitos (Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek e João Goulart).....

TORCEDORES SÍMBOLOS

JOÃO DE LUCCA
Mas os torcedores símbolos de um time acabam sendo gente humilde e devotada, como João de Lucca, que morreu há 25 anos mas continua até hoje na lembrança da Torcida. Expansivo, como bom descendente de italianos, ia para a arquibancada de megafone em punho animar a massa. 

DOMINGOS RAMALHO
O sucessor dele, o estivador baiano Domingos Espírito Santo Ramalho, não ficava atrás em animação. Levava para os Estádios da vida seus sonoros talos de mamão, dos quais tirava belos dobrados, já que não tinha dinheiro para comprar uma corneta. 
Como tantos “da turma dos anos 1940”. Domingos virou Vascaíno embalado pelo Expresso da Vitória, um amor tão grande que o fez trocar a Urca por São Januário e botar o nome de ídolos Vascaínos em todos os seus filhos: o primeiro é José Luís, em homenagem ao ponta esquerda Pinga, o segundo se chama Válter, por causa das diabruras do meia direita Válter Marciano e a filha Tereza Herrera é uma taça que o time ganhou em 1957 na Espanha.
E ninguém pense que é bolinho andar com o Vasco pra lá e pra cá. Um pontapé nos chamados países baixos quase mata o estivador num jogo. Ele escapou mas teve de abandonar as arquibancadas por ordem médica, depois de um certo tempo. Futebol, só pelo rádio e televisão. 

DULCE ROSALINA
Sorte que sempre tem outro para ocupar imediatamente o lugar. Dulce Rosalina, hoje com 58 anos, viúva do atacante Ponce de Leon. Um casamento que balançou inúmeras vezes, nos jogos de Ponce de Leon, que era do São Paulo, contra o Vasco, como aconteceu no Rio São Paulo de 1951. O Vasco levou uma paulada e Ponce de Leon quase leva outras tantas ao chegar no doce lar, que, aliás, a mulher quebrou todo antes de ele chegar. Bem que ela avisou. Avinhe se Ponce jogou de novo contra o Vasco.
Hoje, Dulce Rosalina e seus filhos Norival Cabral Ponte de Leon Júnior e Maria de Lourdes são da Renovascão, grupo dissidente da Torcida Organizada do Vasco (TOV), mostrando que ela mantém o mesmo espírito aguerrido. Qualquer sensação de abatimento ela trata a marretadas. Passou dois anos imobilizada, após um acidente na via Dutra quando ia num ônibus que acompanhava o Vasco, mas voltou para os Estádios assim que ficou boa. 

AIDA DE ALMEIDA
Outra que dá tudo é a Tia Aida, filha do sócio fundador Antônio Almeida. Botou a perder até um casamento com um milionário que se cansou de esperá-lá voltar dos jogos. Ela é dessas que não levam desaforo para casa. Num Vasco x Fluminense, o tempo fechou e Tia Aida, teve de recorrer aos préstimos de Tarzan, ex Chefe da Torcida Organizada do Botafogo (TOB).

AMÂNCIO CÉSAR
Acidentes de trabalho que não tem a menor importância para gente como o Professor de Matemática Amâncio César, 39 anos, Líder da TOV. Paixão de pais (o Policial Delmar e a Cabeleireira Nilve) para filho. Ele fugiu de casa pela primeira vez aos 12 anos, para seguir uma caravana do Vasco que ia jogar contra o Atlético Mineiro, em Belo Horizonte. Claro que com a total aprovação dos pais. Num outro Vasco x Atlético, décadas depois, ele levou uma facada de um torcedor que valeu dezesseis pontos na coxa direita. Mas nada detém seu ímpeto Vascaíno. Como se não bastasse sua própria paixão, o Professor não perde chance de fazer novas cabeças e corações Vascaínos, pregando, por exemplo, um escudo do Vasco nas provas dos alunos...
Fonte: Revista Placar Especial Vasco Os maiores Clubes Brasileiros 1989

Vasco Revista Placar 1989

Vasco Revista Placar 1989

Vasco Revista Placar 1989

Vasco Revista Placar 1989

Vasco Revista Placar 1989