quinta-feira, 30 de abril de 2015

VASCO REAL 1977: SAMBINHA DA TORCIDA

“Tínhamos sambinha e tudo, olha a letra”, falou Ângela Matias Baptista.

É vida legal
Morar em Realengo 
E ser Vasco Real (Bis)
A minha nêga é cheia de dengo (bis)
Também pudera, mora em Realengo
Mas, tem uma coisa legal
A minha nega é Vasco Real (bis)
Tem uma coisa legal
A minha nega é Vasco Real
Quando não tô na cozinha
Estou sempre na janela (repete)
Sempre de olho na boutique dela (bis)
Compositor: Mazinho Serrote (falecido)

Vasco Real adesivo

Vasco Real Maracanã 1978

Vasco Real Jornal dos Sports 1977

quarta-feira, 29 de abril de 2015

TOV 1945: A PAIXÃO DO POVO

.... Flamengo um, Vasco um, Flamengo! Flamengo! José Lins do Rego continuava a soltar gargalhadas, realmente não havia nada mais gostoso do que um gol do Flamengo em cima do Vasco.
A bola voltou para o meio do campo, João de Lucca só esperava por isso. Já estava trepado numa cadeira e de megafone na boca, Quando Isaias botou o pé em cima da bola João de Lucca soltou um berro: Vascaínos! Um casaca, casaca! Casaca, casaca, a turma é boa é mesmo da fuzaca, Vasco, Vasco! Um casaca, não bastava. João atravessou o corredor dos camarotes, não podia andar mais ligeiro, gente se espremia para deixa-lo passar. “Depressa, De Lucca, depressa!” João de Lucca suspendia o braço, de longe se podia ver que era ele por causa do megafone, preto e branco, com o nome do dono bem a mostra, João trepou noutra cadeira, comandou outro casaca. E quando desceu da cadeira, quase sem voz, os sócios do Vasco, continuaram a gritar casaca, casaca, por conta própria.....
Gol do Vasco....
E voltaram a aparecer Vascaínos por todos os lados. Bem que o “Avante Flamengo (Charanga Rubro Negra), do outro lado, ainda tentou lutar “Com o Vasco, onde estiver o Vasco “ (TOV).. As flâmulas do Vasco eram agitadas por mãos nervosas. Do lado de cá João de Lucca se multiplicava. Aparecia em toda parte, de megafone na boca, para comandar um casaca. E a medida que o tempo passava, devia faltar muito pouco para o jogo acabar, os casacas se tornavam mais freqüentes. Era o delírio. João não precisava mais freguentes. Era o delírio, João não precisava mais trepar numa cadeira de megafone na boca. Todo Vascaíno se transformara num João de Lucca. João podia descansar, podia tratar de outras coisas. Os Vascaínos não parariam mais de gritar casaca.
E quando o jogo acabou, apareceu na pista o trem das pipocas, empurrando por uma porção de torcedores. O Expresso da Vitória não podia parar em nenhuma estação. Quem estivesse na frente que tratasse de se afastar. O trem das pipocas deu a volta da curva, pensei que ele fosse continuar pela pista toda a vida. Mas os torcedores empurraram o Expresso da Vitória pelo portão aberto da geral. E gente atrás, correndo, para pegar o trem das pipocas, que ia levar a alegria do Vasco pelas ruas do Bairro. Eu queria estar na rua para ver o Trem das pipocas empurrando pelos Vascaínos, as janelas se abrindo e todo mundo alegre e feliz....
Fonte: Jornal O Globo 28 de Setembro de 1945


TOV Jornal O Globo 1945

TOV Jornal Diretrizes 1945

terça-feira, 28 de abril de 2015

TORCIDA DO VASCO 1937: DUELO DE FANS

A Torcida Cruzmaltina faz a maior concentração de forças até agora registrada.
Os rubro negros irão a São Januário para incentivar seus cracks com toda alma.
A Torcida Vascaína levantou-se em peso para receber em seu Estádio o maior rival de todos os tempos o glorioso C. R. Flamengo. 
Os dois campeões de Terra e Mar figura máxima do Sport da cidade, depois de alguns anos de separação , vão juntar-se novamente nas lidas esportivas.
Os Vascaínos vão fazer a maior concentração de todos os tempos, levando para São Januário todos os instrumentos de barulho e muitas dezenas de foguetes.
São proibidas as vaias aos jogadores e árbitros. Os Vascaínos desejam apenas abafar com um barulho ensurdecedor as manifestações dos seus irmãos rubro negros.
Se é Vascaíno não vá para o Estádio sem pandeiro, cuíca, reco reco ou megafone, brandam os leaders cruzmaltinos. Com barulho recebemos os nossos adversários, com barulho aplaudiremos os feitos dos nossos jogadores. O barulho da Torcida Vascaína é pacífico. De modo alguns serão permitidas manifestações que não sejam os de puro entusiasmo.
João de Lucca e Olympio Pio, os generais da Torcida cruzmaltina acrescentam.
“É o barulho estrondoso da alegria recebendo em nosso Estádio o grande rival de Terra e Mar em todos os tempos. A quem pertence a torcida número 1 da cidade”.
Ao Vasco ou ao Flamengo? A imprensa que o diga na segunda feira.
E os dois extremados cruzmaltinos terminam:
“Precisamos vencer o campeonato da Torcida e isto depende de todos os Vascaínos.”
Fonte: Jornal dos Sports 15 de Agosto de 1937

Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1937

Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1937

sábado, 25 de abril de 2015

ASTOVA 1998: 20º CONCURSO RAINHA DAS TORCIDAS DO VASCO

Agora o Vasco já tem a sua Rainha do Centenário: Júlia Carvalho
Muita festa e um festival de mulheres bonitas, esse foi o 20º Concurso de Rainha das Torcidas do Vasco da Gama, que aconteceu no dia 26 de Setembro no Ginásio de São Januário. 
A disputa acirrada, depois de muito suspense, foram finalmente divulgados os nomes das cincos candidatas finalistas.
Em primeiro lugar ficou Júlia Carvalho, representante da TOV, em 2º lugar Gisele Rodrigues Rosa da Tulipas Vascaína, em 3º ficou a Itala Kelly da Silva da Renovascão, em 4º ficou a Pequenos Vascaínos e em 5º a Servasco. 
A candidata Paula Medeiros da Vasqueire foi eleita Miss Simpatia.
O concurso, sob a coordenação de Iara Barros, Presidente do Jornal Cruzmaltino, foi um verdadeiro sucesso, ele contou com a participação dos Vices Presidentes do Clube, entre eles, o Dr Eurico Miranda, um dos patrocinadores do evento.
Agradecemos a Comissão de Festa: Amâncio César, Edson Abran, David, Lurdes Maia, Lena e Paulinho, estão todos de parabéns pela organização do evento.
Fonte: Revista Cruzmaltino Setembro de 1998

VENCEDORAS DO CONCURSO DA RAINHA DAS TORCIDAS DO VASCO
1977: Carmem Oliveira (Vascentro)
1978: Isabel Cristina Manteiga (Vasteles)
1979: Sandra Penna (TOV)
1980: Kátia Cavalheiro (Vaspanema)
1983: Carla Valéria da Silva (Vaskilha)
1984: Ana Lúcia Queiroz de Oliveira (Renovascão)
1985: Simone Amorim (Vaskilha)
1986: Grasiele Fernandes (Vaskilha)
1987: Ana Lúcia Franco (TOV)
1997: Lívia Nunes (TOV)
1998: Júlia Carvalho (TOV)

20º Concurso de Rainha das Torcidas do Vasco Revista Cruzmaltino 1998  

20º Concurso de Rainha das Torcidas do Vasco Revista Cruzmaltino 1998

20º Concurso de Rainha das Torcidas do Vasco Revista Cruzmaltino 1998

20º Concurso de Rainha das Torcidas do Vasco Revista Cruzmaltino 1998

20º Concurso de Rainha das Torcidas do Vasco Revista Cruzmaltino 1998

20º Concurso de Rainha das Torcidas do Vasco Revista Cruzmaltino 1998

20º Concurso de Rainha das Torcidas do Vasco Revista Cruzmaltino 1998

20º Concurso de Rainha das Torcidas do Vasco Revista Cruzmaltino 1998

sexta-feira, 24 de abril de 2015

FORÇA JOVEM, VASPANEMA E TOV 1979: ENCONTRO DAS TORCIDAS ORNANIZADAS NO MARACANÃ

A Revista Manchete Esportiva organizou um encontro das principais Torcidas Organizadas do Rio no Maracanã.
Entre elas estavam: Vasco (TOV, Força Jovem, Vaspanema), Flamengo (Torcida Jovem do Flamengo, Raça Rubro Negra, Flamor, Flaponte), América (Inferno Rubro), Fluminense (Fiel Tricolor, Young Flu), Botafogo (Torcida Jovem do Botafogo, Fogo Lito) entre outras.
Fonte: Revista Manchete Esportiva 1979

Força Jovem, Vaspanema e TOV Revista Manchete Esportiva 1979

Força Jovem, Vaspanema e TOV Revista Manchete Esportiva 1979

Força Jovem, Vaspanema e TOV Revista Manchete Esportiva 1979

Força Jovem, Vaspanema e TOV Revista Manchete Esportiva 1979

quinta-feira, 23 de abril de 2015

FORÇA JOVEM, TOV, VASCENTRO, VASQUITA, VASCO REAL, VASBICÃO, VASTELES E FEMININA CAMISA 12 1977: FESTA DA GRATIDÃO

TORNEIO EM HOMENAGEM A TORCIDA
O Vasco vai homenagear amanhã todas suas Torcidas com a Festa da Gratidão, com um Torneio de Futebol, em São Januário. Estão inscritas 24 das quarenta facções existentes. A competição será iniciada as 8 horas e a partida final está prevista para as 22 horas, com a disputa dos dois troféus: o da Gratidão, que representa o agradecimento do clube aos seus torcedores, e outro que leva o nome do jornalista Eliomário Valente pelo apoio que sempre deu as Torcidas, divulgando as suas atividades.
“Vamos receber mais de dois mil torcedores que vão consumir uma bacalhoada com arroz, e quatro mil litros de chopp. Peço a todas as facções que compareçam a tesouraria para retirarem os cartões a que tem direito.
Os que não retirarem os tiques até as 18 horas perderão o direito e serão vendidos aos associados, “falou Ely Mendes.
O Chefe da Torcida Força Jovem, Ely Mendes, explicou que devido a ser uma festa que exige muito esforço, foi organizada uma comissão, integrada pela Força Jovem, Luís da Vasbicão, Antônio da Vascentro, Luís Antônio da Vasquita, Diamantino da Vasco Real e Amâncio César da TOV.
Ely Mendes, informou que serão entregues medalhas aos times que tirarem até terceiro lugar. Ficaram responsáveis pela cozinha, Dona Ana e Denise da Vasteles, para comandarem 25 ajudantes.
Para a distribuição de chopp, funcionará outra comissão sob a chefia de Hamilton, da Força Jovem. O Almoço será a americana, junto das piscinas.
Durante o Torneio, será realizada partida de futebol entre duas equipes femininas da Torcida Feminina Camisa 12, equipe A e B. A tabela do Torneio foi organizada por sorteio, pelo Supervisor de Futebol, Murilo de Carvalho e a festa tem a supervisão direta do Superintendente Armando Abreu e do Vice Presidente do Departamento Infanto Juvenil, Adir Cardoso.
Ely Mendes está bastante entusiasmado com a festa, apesar de não ter tempo para se recuperar do trabalho, pois desde segunda feira, está dedicando quase todo seu tempo a realização dessa concentração. Disse ainda que continuam sendo vendidos os pôster e flâmulas sobre a conquista do Campeonato Carioca.
Fonte: Jornal dos Sports 08 de Outubro de 1977

Força Jovem, TOV, Vasco Real, Vascentro 1977



quarta-feira, 22 de abril de 2015

FORÇA JOVEM 2015: FORÇA JOVEM TEM NOVO PRESIDENTE LEANDRO DE CAXIAS

No dia 17 de Março de 2015, na Subsede do Grêmio, situada na Rua Anaparana, n.º 451, sala 205 A/B, Rio de Janeiro –RJ foi eleito Leandro Braga Rabelo, o Leandro de Caxias como novo Presidente da Força Jovem.

PUBLICAÇÃO NO DIÁRIO OFICIAL
20 DE FEVEREIRO DE 2015: EDITAL DE CONVOCAÇÃO
DOERJ 20/02/2015 - Pág. 31 - Publicações a Pedido - Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro
GRÊMIO RECREATIVO TORCIDA ORGANIZADA FORÇA JOVEM
DO CLUBE DE REGATAS DO VASCO DA GAMA
CNPJ 00.171.620/0001-93
EDITAL DE CONVOCAÇÃO
O Grêmio Recreativo Torcida Organizada Força Jovem do Clube de Regatas do Vasco da Gama, inscrito no CNPJ/MF sob o n.º 00.171.620/0001-93, por seu Diretor Presidente Bruno Pereira Ribeiro, comunica e convoca a todos os seus associados, que em cumprimento ao artigo 62 do Estatuto, foram inscritas 2 (duas) chapas para concorrerem nas eleições para o biênio 2015/2017: 1.ª chapa inscrita: TUDO A FORÇA- Conselho Diretor/Diretor Presidente: Leandro Braga Rabelo; Conselho Fiscal/1.º Membro Efetivo: Eduardo de Oliveira Machado; Conselho Delegado/ 1.º Membro Efetivo: Jeferson Reis dos Santos Barreto. 2.ª chapa inscrita: Nada Mudou - Conselho Diretor/Diretor Presidente: Jean de Araujo Santana; Conselho Fiscal/1.º Membro Efetivo: Rogério Nicolau Silva Junior; Conselho Delegado/ 1.º Membro Efetivo: Philipe Martelletti Sampaio. Fica convocada Assembléia Geral Ordinária para o dia 17/03/2015, das 9:00 às 15:00h., para o fim de realizar-se eleições para o biênio 2015/2017, na Subsede do Grêmio, situada na Rua Anaparana, n.º 451, sala 205 A/B, , Rio de Janeiro -RJ.
Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 2015.
Bruno Pereira Ribeiro

27 de Março de 2015: EDITAL DE COMUNICAÇÃO DE RESULTADO
DOERJ 27/03/2015 - Pág. 83 - Publicações a Pedido - Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro
GRÊMIO RECREATIVO TORCIDA ORGANIZADA FORÇA JOVEM
DO CLUBE DE REGATAS DO VASCO DA GAMA
CNPJ 00.171.620/0001-93
EDITAL DE COMUNICAÇÃO DE RESULTADO
O Grêmio Recreativo Torcida Organizada Força Jovem do Clube de Regatas do Vasco da Gama, inscrito no CNPJ/MF sob o n.º 00.171.620/0001-93, por seu Conselheiro Luiz Claudio do Carmo do Espírito Santo, comunica a todos os seus associados, em cumprimento a artigo 67 do Estatuto, que a chapa TUDO A FORÇA - Conselho Diretor/Diretor Presidente: Leandro Braga Rabelo; Conselho Fiscal/1.º Membro Efetivo: Eduardo de Oliveira Machado; Conselho Delegado/ 1.º Membro Efetivo: Jeferson Reis dos Santos Barreto, resultou vencedora no processo eleitoral realizado no dia 17/03/2015, para o biênio 2015/2017.
Rio de Janeiro, 27 de março de 2015.
Luiz Cláudio do Carmo do Espírito Santo
Fonte: http://www.jusbrasil.com.br 

Presidente: Leandro Braga, o Leandro de Caxias
Vice Presidente: Jefferson Barreto
Diretores de Ações Sociais: Rodrigo Blindado Silva e Germaine Porto

Força Jovem Diário Oficial 2015
Força Jovem Leandro de Caxias 




VASCO 2000: SÃO JANUÁRIO UMA OBRA DE AMOR

Revista do Vasco 2000

São Januário Revista do Vasco 2000

São Januário Revista do Vasco 2000

São Januário Revista do Vasco 2000

terça-feira, 21 de abril de 2015

VASCO 2015: PARABÉNS ESTÁDIO DE SÃO JANUÁRIO 88 ANOS

Parabéns ao Estádio de São Januário 88 anos.
SÃO JANUÁRIO, O ESTÁDIO. UM MONUMENTO CONTRA O RACISMO.
Fonte: Jornal O Globo 20 de Abril de 1977

São Januário Jornal O Globo 1977

segunda-feira, 20 de abril de 2015

sábado, 18 de abril de 2015

VASGÁVEA 1982: AVENTURA DE TORCEDOR CELSO DO LEBLON

“No começo dos anos 1980, tive a ideia de fundar uma Torcida Organizada, que nunca existiu de fato mas teve uma estreia triunfante. Resolvi que ela se chamaria ‘Vasgávea’. Então, coloquei anúncio na coluna “bate-bola” do Jornal dos Sports convocando os vascaínos da Zona Sul a se encontrarem na frente da sede do Flamengo, domingo ao meio-dia, para, de lá, seguirmos de ônibus até o Maracanã, onde aconteceria um Vasco x Flamengo decisivo, com mais de cem mil pagantes. Uns 15 vascaínos apareceram, e, de lá, partimos em um 464 que pegamos no ponto final. Por sorte, o motorista era torcedor do Vasco e não criou problema quando nós, atrás no coletivo com faixa e tudo, resolvemos impedir que flamenguistas entrassem nele, e isso durou até chegar ao estádio. Nos pontos, forçávamos a porta com o corpo e eles se revoltavam. “Vai a pé, cambada de filhos da puta!!!”, gritávamos. Lembro que fomos vaiados em frente ao Bracarense, no Leblon. 
Em Copacabana, havia mais de 50 deles em um ponto, vários entraram pela frente e a porrada comeu até eles irem embora. O 464 deu uma volta na Zona Sul como se fosse fretado - apenas nós dentro dele. 
Sobre o nome da Torcida – Vasgávea – eu admito que era estranho, não daria certo mesmo”.
Celso Martins, ou Celso do Leblon, tem 45 anos e é administrador de empresas.
Fonte: Facebook do Jornal Meu Vascão

Vasco Celso do Leblon Jornal Meu Vascão





sexta-feira, 17 de abril de 2015

VASCAXIAS 1980: CAXIAS PRESTA HOMENAGEM AO FILHO ILUSTRE

O atacante Roberto Dinamite, vendido ao Barcelona, foi homenageado ontem em Duque de Caxias, município onde nasceu e iniciou-se no futebol, pela Associação Comercial e Industrial, Torcida Organizada Vascaxias e pela Prefeitura.
Roberto nasceu no Bairro São Bento, em 1955. E iniciou-se no futebol jogando no infantil do EC São Bento, indo depois para o juvenil do Vasco.

TORCIDA PRESENTE
Dezenas de torcedores do Vasco, foram despedir-se de Roberto Dinamite. O mascote da Vascaxias, Eduardo, de 2 anos, pediu a Dinamite para autografar uma camisa, Muitas garotas rodearam o jogador, levando fotografias dele para ser autografadas.
O Presidente da Vascaxias Fanor Matos, ofereceu a Dinamite um diploma de Presidente Honorário da Torcida. Roberto foi padrinho da Vascaxias, justamente com sua mãe, a madrinha.
Fonte: Jornal O Fluminense 09 de Janeiro de 1980

Vascaxias Jornal O Fluminense 1980

Vascaxias Jornal O Fluminense 1980

Vascaxias Jornal O Fluminense 1980

quinta-feira, 16 de abril de 2015

FORÇA JOVEM, ALMIRANTE DA COLINA E VASBICÃO 1979: TORCIDAS RECEBEM O TÉCNICO FRONER

Com a presenças das Torcidas Organizadas, Almirante da Colina, Força Jovem e Vasbicão, o Técnico Carlos Froner assinou contrato com o Vasco, ontem, em São Januário Froner chegou ao Clube que volta de meio dia e foi bastante saudoso.
Fonte: Jornal O Fluminense 11 de Janeiro de 1979

Jornal O Fluminense Almirante da Colina 1979

Jornal O Fluminense Almirante da Colina, Vasbicão e Força Jovem 1979






quarta-feira, 15 de abril de 2015

VASCONÇALO E VASCARAÍ 1977: VASCO X FLAMENGO RUMO AO MARACANÃ

A Vasconçalo levará pelo menos cinco ônibus para incentivar o Vasco e a Vascaraí promete muito papel picado, confete e serpentina.
A Vascaraí sairá da Praça Araribóia as 18 horas e espera voltar com o título do 2º turno.
Fonte: Jornal O Fluminense 28 de Setembro de 1977

Vascaraí e Vasconçalo Jornal O Fluminense 1977

Vasconçalo São Januário 1978

Vasconçalo Maracanã 1979



terça-feira, 14 de abril de 2015

VASNOVAN 1980: HISTÓRIA

Torcida da Cidade de Petrópolis, Cidade que sempre foi um grande reduto de Vascaínos, já teve uma Torcida no começo da década de 1970, chamada Adeptos de Petrópolis e tem uma das Famílias mais estruturadas da Força Jovem a 12ª Família que foi fundada em 1993, também a 14ª Província da Ira Jovem e mais recente um grande grupo na Força Independente, a Vasnovan foi fundada e acabou na década de 1980.

Vasnovan São Januário 1982

Vasnovan São Januário 1982

Vasnovan São Januário 1982

Vasnovan São Januário O Globo 1982

Vasnovan São Januário 1982

segunda-feira, 13 de abril de 2015

VASPERUNA 1980: HISTÓRIA

Torcida da Cidade de Itaperuna, Norte Fluminense, foi fundada e acabou na década de 1980. 
"A orgulhosa Itaperuna, que se gaba de não exibir taxas de desemprego e ostenta a liderança no ranking da produção leiteira estadual, está louca de alegria com a façanha do Porto Alegre (que começou a disputar o Estadual na Terceira Divisão em 1985 e depois em 1989 já na Primeira Divisão passou a se chamar Itaperuna Esporte Clube). Afinal, o Itaperunense é um apaixonado por futebol.
Tanto que mantém duas Torcidas Organizadas: Vasperuna e Flaperuna. Quando Vasco ou Flamengo se exibem na vizinha Campos, caravanas da Cidade viajam 91 km para assistir a seus times do coração."
Fonte: Revista Placar 21 de Julho de 1986

Vasperuna Maracanã 1981

Vasperuna Maracanã 1981

Vasperuna Maracanã 1982

Vasperuna Revista Placar 1986

sábado, 11 de abril de 2015

VASCO 1979: A HORA DO NEGRO NUM TIME DO POVO

Revista Placar especial Vasco da Gama de 1979

Vasco Revista Placar Especial 1979

Vasco Revista Placar Especial 1979

Vasco Revista Placar Especial 1979

Vasco Revista Placar Especial 1979