sábado, 30 de abril de 2016

FORÇA JOVEM 1990: CARAVANA PARA SÃO PAULO

Força Jovem rumo a São Paulo 1990

Força Jovem em São Paulo 1990

Força Jovem em São Paulo 1990

Força Jovem Pacaembu São Paulo 1990

quinta-feira, 28 de abril de 2016

TUV 1954: CAMISA DA TORCIDA UNIFORMIZADA DO VASCO

O dinâmico patrono Álvaro Ramos avisa aos Vascaínos que as camisas poderão ser encontradas no seguinte endereço: Rua Frei Caneca 332. 
Hoje mesmo poderão ser encontradas na porta do Maracanã, antes do prélio com o América. 
Portanto, aficionados Vascaínos, não percam tempo. 
Consigam imediatamente as camisas nestes endereço.
Fonte: Jornal Gazeta de Notícias 02 de Outubro de 1954

BOLSINHO BORDADO TUV
“As mulheres vestiam uma blusinha chemise e os rapazes, camisas. 
Nos dois tipos havia um bolsinho onde era bordado “TUV”. Falou Aida de Almeida em entrevista a Bernardo Buarque em 2005.

TUV Jornal Gazeta de Notícias 1954

TUV Camisa Jornal Gazetas de Notícias 1954

TUV Camisa  Jornal Diário Carioca 1954
TUV Camisa O Jornal 1954



quarta-feira, 27 de abril de 2016

terça-feira, 26 de abril de 2016

VASCO 2016: MÚSICA "O BACALHAU CHEGOU"

Há um tempo rolou o vídeo de uma música "O Bacalhau Chegou", após algumas alterações na letra, enfim está pronta pra ir pra arquibancada.
Não vamos perder tempo, vamos cantar a nova música nas finais do Carioca, portanto compartilhem a música e a letra.
O bacalhau chegou
O bacalhau chegou
O BACALHAU CHEGOU
O bacalhau chegou
Não vim para perder
Jogamos pra vencer
Sou VASCO por amor
Por ti eu vou viver
Ninguém pode explicar
Ninguém vai entender
Que pra sobreviver
Preciso de você
E vamos, meu VASCO!
Lutar até ganhar
Suando a camisa
Iremos te apoiar
O bacalhau chegou...
Autor: Pedro Aramburu

Vasco 2016


segunda-feira, 25 de abril de 2016

sábado, 23 de abril de 2016

VASCORAÇÃO 1990: VEM FAZER PARTE DA VASCORAÇÃO

A Torcida Vascoração pede aos Vascaínos que compareçam em massa no clássico do próximo domingo contra o Fluminense. 
Para fazer parte da Torcida, basta procurar o Presidente Edmar no Maracanã ou em São Januário, levando apenas duas fotos 3x4.
Fonte: Jornal O Fluminense 22 de Março de 1990

Vascoração Jornal O Fluminense 1990

Vascoração Jornal dos Sports 1990

Vascoração Morumbi 1989

Vascoração Morumbi 1989

sexta-feira, 22 de abril de 2016

FORÇA JOVEM E TOV 1979: MÚSICA EM HOMENAGEM A KATINHA

Foi também no Programa “Conversa de Arquibancada” que a Torcida do Vasco entusiasmada com a vitória por 4 a 2 sobre o Flamengo, provoca o rival com uma canção em homenagem ao grande personagem do jogo.
Um então desconhecido atacante vindo do Avaí: Katinha (Elcir Andrade Branco), que com uma atuação surpreendente e dribles desconcertantes, incendeia o Estádio.
Nas arquibancadas surgiu uma paródia da música de João Roberto Kelly: 
“Gatinha, que dança é essa que o povo fica todo bole?/Bole,bole,bole Gatinha”.
Na versão da Torcida Vascaína, ficou assim:
“Katinha que dança é essa que o Nelson fica todo mole?/Bole, bole, bole Katinha”.
Nelson que era um zagueiro reserva do Flamengo, foi a maior vítima daquele jogo e se tornou a partir daí uma figura maldita no Clube.
Fonte: A Torcida do C. R. Vasco da Gama nos anos 1970 de Jorge Luiz Medeiros Braga, Mestre em Ciências da Atividade Física (UNIVERSO - 2008)

Vasco Katinha 1979

Vasco Katinha Jornal O Globo 1979

terça-feira, 19 de abril de 2016

TOV 1946: MÃOS INCHADAS

OS ABNEGADOS DO ESPORTE
Um fervoroso torcedor do Flamengo encontra-se com um colega Vascaíno.
“Que mãos rústicas tem você?”,  diz o primeiro. “Praticas por acaso o pugilismo?”
“Não, respondeu o outro. É que sou o  comandante em Chefe da Torcida Organizada do Vasco da Gama.” (05 de Junho)

TORCEDORES...
Quando algum amigo aparecer com as mãos inchadas pode ter certeza que ele pertence a Torcida Organizada do Vasco que grita sob o comando de João de Lucca (14 de Julho)
Fonte: Jornal Diário de Notícias 05 de Junho e 14 de Julho de 1946

TOV Diário de Notícias 1946

TOV Diário de Notícias 1946

segunda-feira, 18 de abril de 2016

domingo, 17 de abril de 2016

FORÇA JOVEM 1997: CARNAVAL NA EM CIMA DA HORA

A Força Jovem participou no Desfile de Carnaval da Escola de Samba do Grupo de acesso Em Cima da Hora em homenagem ao Vascaíno e Jornalista Sérgio Cabral, que teve o enredo Sérgio Cabral A Cara do Rio.

Força Jovem Marques de Sapucaí 1997




quinta-feira, 14 de abril de 2016

FORÇA JOVEM 1985: MARCELO HE-MAN ENTRA PRA DIRETORIA DA TORCIDA

“Em 1985, passei a fazer parte da Diretoria; atuando, ora na tesouraria, ora na parte de patrimônio, mas sem querer me envolver muito. Achava que estudar, trabalhar era mais importante”.Falou Marcelo Mendonça o He-Man.
Fonte: Site Oficial do MUV em 2002.

Força Jovem Marcelo He-Men Jornal O Globo 1984


quarta-feira, 13 de abril de 2016

TOV 1945: APOIANDO O ATLETISMO

João de Lucca pede o comparecimento da Torcida Organizada do Vasco amanhã, no Estádio de São Januário as 8 horas, afim de acompanhar o desenrolar do Campeonato de Atletismo e as 14 horas, no campo do Bonsucesso para incentivar o Expresso da Vitória.
Fonte: Jornal dos Sports 20 de Outubro de 1945

TOV Jornal dos Sports 1945

TOV Jornal dos Sports 1945

TOV Jornal dos Sports 1945

terça-feira, 12 de abril de 2016

VASCO 1927: AMISTOSO EM HOMENAGEM A AVIAÇÃO DE PORTUGAL

Vasco 3 x 1 Flamengo
Data: 15 de Maio de 1927
Local: São Januário

A partida amistosa entre Vasco e Flamengo, realizada na tarde de 15 de maio de 1927, foi organizada pela Associação Metropolitana de Esportes Athleticos (AMEA) e a Confederação Brasileira de Desportos (CBD), e fazia parte do festival esportivo em homenagem aos aviadores portugueses que estavam no Rio de Janeiro. 
José Manuel Sarmento de Beires, Jorge de Castilho e Manuel Gouveia haviam saído de Portugal a bordo do hidroavião Dornier Wall, batizado com o nome de Argos, em 1º de março de 1927. 
Sob o comando do major Sarmento de Beires, a tripulação atravessou o Atlântico e chegou ao Brasil desembarcando em Fernando de Noronha, no dia 17 de março. 
Essa travessia era um marco para a aviação portuguesa. Além disso, era mais um passo para o rompimento das barreiras que dificultavam, as já atualmente constantes, viagens transcontinentais pela via aérea. 
Os principais jornais do Rio de Janeiro destacavam o feito dos aventureiros e havia grande expectativa para a vinda desses para a cidade, especialmente por parte da numerosa colônia portuguesa. 
Após escalas em Natal, Recife e Salvador, os aviadores chegaram à cidade do Rio de Janeiro no domingo, dia 10 de abril de 1927. 
Na Capital Federal, Beires e seus acompanhantes foram efusivamente recebidos e participaram de inúmeros eventos que davam louvores à realização lusa. 
O Presidente da república, Washington Luís, foi um dos que renderam homenagens aos lusitanos. 
Dentre os eventos que se sucederam, a convite dos dirigentes do CR Vasco da Gama, coube ao major Sarmento de Beires cortar a fita inaugural do Estádio de São Januário. 
Com o objetivo de angariar fundos para a compra de um novo avião para Sarmento de Beires, modelo chamado "Super-Wall", organizou-se o match amistoso entre Vasco e Flamengo. 
Antes de iniciar o evento, recolheram-se donativos dentre o público presente para "financiar" tal empreitada. 
No intuito de realçar ainda mais o brilho daquela histórica tarde de domingo, foi colocado em disputa um "bronze", um troféu denominado "O Pregão da Victoria", que fora doado pelo tenente Godofredo Vidal. Dessa forma, envolto por um clima patriótico tanto de brasileiros quanto de portugueses, o primeiro jogo entre Vasco e Flamengo em São Januário "valia taça". 
Na "preliminar" ocorreu o encontro entre os segundos times, que terminou em 0 a 0. As equipes assim foram formadas: 
VASCO – Amaral; J. Manoel e Lino; Sinhô, Tinoco e Brilhante; Nelson, Mario Mattos, Gallego, Thales e Oitenta-e-Quatro. 
Flamengo – Egberto; Vital e Ludovico; Rubens, Favorino e Mello; Newton, Chagas, Gottochalk, Roberto e Barros. 
Árbitro: Julio Silva 
Terminada o jogo inicial, as atenções se voltaram para a realização da "peleja" principal, em que o numeroso público veria em ação os cracks de ambos os clubes. 
A "luta" teve início às 15:30, como o "kick-off" encaminhado pelo major Sarmento de Beires. 
As equipes foram assim constituídas: 
Vasco – Nelson; Espanhol e Itália; Nesi, Bolão e Rainha; Paschoal, Alvaro, Russinho, Tatu e Badu. 
Flamengo – Amado; Orlando e Herminio; Benevenuto, Flavio Costa e Rubens; Christolino, Pastor, Fragoso, Agenor e Moderato. 
Árbitro: João de Deus Candiota 
A equipe vascaína "sobrou em campo".
Mesmo carecendo de reforços, estando em processo de reformulação de seu elenco e ainda sentindo os efeitos de todo o esforço financeiro para erguer o maior Estádio da América do Sul, o "Gigante da Colina" venceu a partida por 3 a 1 e conquistou sobre o Flamengo o troféu "O Pregão da Victoria". 
Os gols: Vasco – Russinho (1), Paschoal (2); Flamengo – Fragoso (1) 
Neste domingo, dia 14 de fevereiro de 2016, Vasco e Flamengo voltam a se enfrentar na "Colina Histórica". 

Será o 35º jogo entre as equipes em São Januário, até agora com 15 vitórias vascaínas, 9 empates e 10 derrotas. 
Com seus quase 90 anos, o emblemático Estádio Vascaíno, apesar de toda pressão contrária, é o mais digno templo para receber aquele que atualmente denominamos "Clássico dos Milhões". 
Diz-se isso, tanto pela notória importância de São Januário na história social, cultural, política e esportiva do Brasil, quanto por realmente conter condições técnicas para suportar tal evento. 
O embate entre esses dois Clubes é de fato o maior dos clássicos brasileiros, por dois principais motivos. 
Primeiro, graças ao imenso número de torcedores que ambas instituições possuem, espalhados por todo o território nacional. 
Em segundo lugar, e principalmente por essa razão, o clássico entre Vascaínos e flamenguistas foi forjado pela história desses Clubes nas mais diversas arenas esportivas e espraiou-se para além desse âmbito ao longo de mais de um século de disputas, no mar e na terra. 
Assim, Vasco x Flamengo não é um mero simulacro de grandiosidade, tal qual determinados embates midiáticos forjados por parte da imprensa esportiva. 
No Brasil existem "jogos", "clássicos" e "Vasco x Flamengo". 

Da mesma forma, existem "estádios", "arenas" e "São Januário". 
Fonte: Centro de Memória do CR Vasco da Gama e NETVASCO

Vasco Jornal O Malho 1927

Vasco Revista da Semana 1927

segunda-feira, 11 de abril de 2016

FORÇA JOVEM 2016: AÇÃO SOCIAL DA FORÇA JOVEM 47ª FAMÍLIA RONDÔNIA

O G.R.T.O. Força Jovem do Vasco 47ª família Rondônia, vem por meio de sua liderança agradecer seus membros e simpatizantes pelo empenho na realização de sua primeira Ação Social do ano, realizada no sábado dia 02/04/2016 em uma casa de apoio ao idoso Leal "lar espírita André Luiz.
A contribuição de todos e a dedicação, foi de grande importância para o sucesso de nossa ação.
Obrigado a todos que participaram direta ou indiretamente da nossa ação social.
Única Torcida Organizada de Rondônia, desde 1995.
/+/ SOMOS FAMÍLIA /+/
Atenciosamente, 
Liderança da Força Jovem 47ª família Rondônia.
http://www.forcajovem.com.br

Força Jovem Ação Social da 47ª Família Rondônia 2016

Força Jovem Ação Social da 47ª Família Rondônia 2016

Força Jovem Ação Social da 47ª Família Rondônia 2016

sábado, 9 de abril de 2016

VASCO 2009: LOCAL DAS TORCIDAS NO MARACANÃ

Nos Clássicos Cariocas, qual é o lugar das Torcidas no Maracanã.
As Torcidas do Flamengo e Fluminense entram no Maraca pela rampa do Bellini, situada ao lado da estátua do Capitão Vascaíno de 1958, e as do Botafogo e Vasco pela Rampa da UERJ, situada ao lado da Universidade.
Para ajudá-lo a visualizarem o que isso significa na prática, quem entra pelo Bellini fica a esquerda das Cabines de Rádio e TV, enquanto quem entra pela UERJ fica a direita. 
Nos clássicos, no entanto, as Torcidas do Flamengo e Vasco são as únicas que mantém suas posições de origem no Estádio. 
Quando o Botafogo enfrenta o Vasco, os botafoguenses entram excepcionalmente por Bellini. 
E no Fla-Flu os tricolores entram pela UERJ.
Fonte: Revista Placar 2009

Vasco Revista Placar 2009

Força Jovem Maracanã 2009

Força Jovem Maracanã 2009

quinta-feira, 7 de abril de 2016

TOV, FORÇA JOVEM E LEÕES VASCAÍNOS 1970: PASSEATA DA VITÓRIA

A Torcida do Vasco, comandada por D. Dulce Rosalina (TOV), está fazendo um apelo a todos os torcedores do Clube da Cruz de Malta, que possuem bandeiras e automóveis para comparecerem hoje pela manha na Lagoa Rodrigues de Freitas, de onde sairão em passeata até o Maracanã. 
No Estádio, quando os jogadores receberem as faixas de Campeões Cariocas de futebol, a Torcida tomará parte das homenagens e após a partida, sairão novamente em passeata pelas ruas da Cidade e rumarão para São Januário, onde o carnaval terá prosseguimento com a presença da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira que também estará presente no Estádio, com a Torcida do Vasco.
Fonte: Jornal A Luta Democrática 21 de Setembro de 1970

Força Jovem, TOV e Leões Vascaínos Jornal A Luta Democrática 1970

Vasco Revista Fatos e Fotos 1970

Vasco Revista Placar Especial 1971

quarta-feira, 6 de abril de 2016

VASCO 1953: FELICIDADE TEU NOME É VASCO

Foi a frase da Torcida, durante muito tempo. 
Repórteres em investigação de paternidade, atribuíram-na a Mirim. 
A um desabafo de Mirim, no vestiário, em dia de vitória. 
Depois ela cresceu, ganhou a rua e foi consagrada pela Torcida. 
O team já em fase má.
 A frase representava uma dose de morfina, para os viciados da vitória.
Num Vasco x Corinthians, Mirim (jogador do Vasco) dizia da sua disposição para lutar com o time para dar ao Vasco o título do Octogonal. 
E comentou, na ocasião, grave, quase solene:
“Bendito dia em que vim para cá. Então é que vi tudo. FELICIDADE TEU NOME É VASCO.”
Fonte: Jornal Ultima Hora 29 de Julho de 1953

Vasco Jornal Última Hora 1953

Vasco Jornal Última Hora 1953

terça-feira, 5 de abril de 2016

TOV 1947: ANIVERSÁRIO DE JOÃO DE LUCCA

A data de hoje assinala a passagem de mais um aniversário de João de Lucca, Chefe da Torcida Vascaína e figura das mais populares do Clube de São Januário. 
João de Lucca será homenageado pelos seus amigos e companheiros. 
O aniversariante, por sua vez oferecerá uma recepção em sua residência.
Fonte: Jornal dos Sports 16 de Julho de 1947

TOV Jornal dos Sports 1947

TOV João de Lucca Revista O Cruzeiro 1945

segunda-feira, 4 de abril de 2016

TORCIDA DO VASCO 1939: UMA GRANDE CARAVANA IRÁ DE ÔNIBUS A BANGU

A “Legião Sempre Firme” do C. R. Vasco da Gama está seguindo o exemplo dos grandes Clubes Universitários Norte Americanos, que se  deslocam de suas sedes levando enormes caravanas para os campos esportivos. 
No próximo domingo, o grande Clube de São Januário irá jogar em Bangu e a “Legião Sempre Firme” já está preparando vários regimentos de torcedores que seguirão em ônibus para o longínquo Campo da Rua Ferrer.
Assim sendo, no próximo domingo a rapaziada alegre do C. R. Vasco da Gama seguirá em ônibus que partirão do Largo da Carioca, as 13 horas em ponto e regressarão a Cidade 10 minutos após o termino da peleja.
As inscrições serão feitas diariamente na Rua Uruguaiana 97, até o dia 06.
Os fans Vascaínos terão assim uma viagem com moda e alegre, pois nos ônibus não faltarão instrumentos para animar a rapaziada durante o percurso.
Fonte: Jornal dos Sports 04 de Julho de 1939

Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1939

domingo, 3 de abril de 2016

FORÇA JOVEM 2001: TORCIDAS SE REUNEM E ASSUMEM O COMPROMISSO DE ACABAR COM A VIOLÊNCIA

Os Presidentes das seis maiores Torcidas Organizadas de futebol do Rio se reuniram na quinta feira á noite, no centro de imprensa do Maracanã e fumaram o cachimbo da paz.
Estavam lá: Márcio da Torcida Jovem do Flamengo, Paulo Aparício da Raça Rubro Negra, Papagaio da Força Flu, Marcelo Zona Sul da Força Jovem, Campinho da Young Flu e André da Fúria Jovem do Botafogo.
Eles assumiram o compromisso de acabar com a violência fora dos Estádios. 
Dar um fim as brigas que acontecem antes e depois dos jogos.
Para ser ter uma ideia: cada Presidente comando pelotões de até seis mil torcedores. Num Vasco x Flamengo, por exemplo são mais de onze mil.
As Torcidas prometeram seguir um planejamento rigoroso com relação a trajetos e horários para que não haja mais confrontos, tudo sob as vistas da PM.
O articulador desta proeza: o Presidente da Suderj, Chiquinho da Mangueira.
Fonte: Jornal do Brasil 20 de Novembro de 2001

Força Jovem Jornal do Brasil 2001

Força Jovem Maracanã 2001

Força Jovem Maracanã 2001

Força Jovem São Januário 2001