quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

TOV 1974: VASCO APÓIA JAIME COMO CHEFE DA TORCIDA NA COPA

- Ótimo. Parabéns ao Jornal dos Sports por ter concordado com a escolha do nome certo. Jaime de Carvalho, mais do que meu amigo e além de ser o fundador das Torcidas Organizadas do futebol brasileiro, é o verdadeiro Chefe dos Chefes de Torcida.
Com alegria e sinceridade como se acabasse de festejar uma vitória do seu Vasco, Dulce Rosalina, a primeira dama da torcida brasileira, fez questão de abraçar Jaime de Carvalho e lhe dar os parabéns pela indicação.
- Uma responsabilidade dessas. Chefiar a Torcida brasileira na luta pelo tetracampeonato, não poderia mesmo ser entregue a qualquer pessoa. Jaime dispensa comentários. É o nome certo e tenho certeza de que será mais um pé quente na Alemanha.
Amigos há 20 anos, chefes das duas maiores Torcidas do futebol, Dulce e Jaime provam, nas arquibancadas, o quanto é importante a união dos torcedores em benefício do próprio futebol brasileiro.
É a própria Dulce quem explica:
- Tenho muita alegria por ter tomado a iniciativa de, em nome do Vasco, oferecer a Jaime de Carvalho um troféu considerando-o Chefe dos Chefes de Torcida. E preciso lembrar que esse título foi dado após uma reunião entre todos os Chefes de Torcida.
Com orgulho, Jaime de Carvalho diz que esse é um dos principais prêmios que recebeu. Amigo de todos os torcedores, independentemente das suas paixões clubísticas ele consegue ser recebido com palmas em qualquer charanga.
O home que criou escolas no que diz respeito as Torcidas Organizadas, diz que vai levar uma bandeira de cada clube carioca para a Alemanha.
- Claro que a maior será a do Flamengo!
Fonte: Jornal dos Sports 28 de Maio de 1974

TOV Dulce Rosalina Jornal dos Sports 1974

TOV Dulce Rosalina Jornal dos Sports 1974

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

TUV E TOV 1954: DAS ARQUIBANCADAS RESSURGE A TORCIDA VASCAÍNA APOIANDO SUA EQUIPE

Já houve uma época em que a Torcida do Vasco, dinamismo com que se apresentava e a maneira pela qual incentivava os seus cracks a vitória, contribuiu decesivamente no sentido de que se completasse de fora, o trabalho de dentro e como um todo o Vasco se projetasse como um esquadrão poderosíssimo alinhavando, em seu acervo campeonatos e vitórias realmente memoráveis.
Nessa oportunidade chegou-se a dizer que a Torcida era o jogador número doze do Vasco.
Foi o apogeu da Torcida Organizada Cruzmaltina (TOV), onde várias legendas e muitos foram criados então. Quem não se recorda por exemplo do legendário dístico: “Com o Vasco onde estiver o Vasco.” E do corvo do nosso querido Zé de São Januário.
Pois são esses fatores deliciosos e decisivos de incentivo a uma equipe que se procure reviver.

VASCO: TEU NOME É FELICIDADE
Procura agora, um abnegado grupo de torcedores do Vasco, dos que não se situam no comodismo das Sociais, mas brotam do efervescer nem sempre calma das localidades públicas fazer ressurgir esse período áureo da Torcida Organizada. Nada de charangas ou instrumentos. Apenas clarins e vistosos uniformes para várias centenas de torcedores. Tudo está sendo cuidadosamente planejado e essa Torcida (TUV) que não terá líderes ou Chefe, mas um Patrono, fará sua reaparição verdadeiramente sensacional em nossas canchas. E, a moldurar-lhe o pensamento e ação a frase que dentro em breve, será mais um grito de guerra de todos os Vascaínos: “Vasco: seu nome é felicidade”.
Fonte: Jornal dos Sports 28 de Agosto de 1954

TOV e TUV Jornal dos Sports 1954

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

ASTOVA 1984: 8º CONCURSO RAINHA DAS TORCIDAS DO VASCO

Com o apoio das Torcidas Organizadas e a coordenação de Iara Barros (Feminina Camisa 12) o Clube de Regatas Vasco da Gama elege sua Rainha de Torcidas. (O Globo 30/11/1984)

COQUETEL DE APRESENTAÇÃO
Os Vascaínos tiveram nesta segunda feira uma festa motivada pela beleza de suas torcedoras e que reuniu no Scala, jogadores, membros da Diretoria, Chefes de Torcida e convidados. O Coquetel aconteceu para que fossem apresentadas oficialmente as jovens que irão participar do Concurso Rainhas das Torcidas do Vasco da Gama, a ser realizado, dia primeiro de dezembro durante a inauguração do Ginásio do Vasco.

CONCURSO
O 8º Concurso para eleger a Rainha das Torcidas do Vasco, realizado dia 01 de Dezembro, durante a inauguração do novo Ginásio do Clube, foi uma festa de integração de Torcidas, única no gênero entre os Clubes de futebol do Rio de Janeiro. Dela saiu vencedora a candidata da Renovascão, Ana Lúcia Queiroz de Oliveira.
Coordenado por Iara Barros, com o apoio das Torcidas Organizadas, o Concurso contou com a participação de dezoito torcedoras: Valéria Di Blasi da Motivascão, Elizabeth Casali da Vasbicão, Ana Lúcia Oliveira da Furacão da Colina, Alice Helena Fachinetti da TOV SC, Renata Santos da Leões da Colina, Rosana Pinto da Força Jovem, Roseli Nogueira da Vasconçalo, Simone Martins da Vaskilha, Cristina Vilche da Chama Vascaína, Mercia Cerqueira da TOV, Janice Pereira da Vascoelho, Kátia Marly Santos da Força Jovem Brasília, Marisa Chysostomo da Feminina Camisa 12, Rosana Martins da Adeptos de Petrópolis, Valéria Cristina Silva da Pequenos Vascaínos, Denise Ivone Moreira da Resenvasco, Ana Lúcia Queiroz da Renovascão e Verônica de Almeida da Camisa 12 Mirim.

RESULTADO
1º Lugar: Ana Lúcia Queiroz de Oliveira da Renovascão
2º Lugar:  Mercia Cerqueira da TOV
3º Lugar: Valéria Di Blase da Motivascão
4º Lugar: Cristina Vilche da Chama Vascaína
5º Lugar: Rosana Pinto da Força Jovem
Fonte: Jornal dos Sports 05 de Dezembro de 1984

8º Concurso Rainha Torcida do Vasco O Globo 1984

8º Concurso Rainha Torcida do Vasco O Globo 1984

8º Concurso Rainha Torcida do Vasco O Globo 1984

8º Concurso Rainha Torcida do Vasco O Globo 1984

8º Concurso Rainha Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1984

8º Concurso Rainha Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1984

8º Concurso Rainha Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1984

8º Concurso Rainha Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1984

8º Concurso Rainha Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1984

domingo, 28 de janeiro de 2018

FORÇA JOVEM 1991: RECADO DA 4ª FAMÍLIA MADUREIRA 02

Coluna Bate Bola, Jornal dos Sports
Rodrigo Pinto, de Ramos, se você pretende se filiar a uma das maiores Torcidas do Brasil, a FJV, basta que nos procure, no Maracanã, ou em São Januário, nos dias em que o Vasco se apresentar juntamente com duas fotos 3x4 e todos os seus dados pessoais. Gostaríamos que soubesse também que lhe cobraremos uma pequena quantia para a confecção de sua carteirinha de sócio. Quanto ao preço de nossa camisa está em torno de Cr$ 4.500 mil. Aproveito também para mandar um abraço aos componentes da Força Jovem, principalmente aos que moram em Campinho. Comunicamos aos componentes da FJV que assim que for iniciado o Campeonato Carioca estaremos vendendo camisas da Torcida, de mangas compridas. Um abraço a você Rodrigo.
Escrevo ao Bate Bola para informar que nos fins de semana os componentes da Força Jovem de Madureira e adjacências se reúnem na festa da Rua Ewbank neste bairro.
Participe você também dos nossos encontros. Comunico também que aqui foi fundado o novo Núcleo da Força Jovem, que já conta com mais de dez componentes.
Índio, Madureira.

Força Jovem Jornal dos Sports 1991

Força Jovem Jornal dos Sports 1991

Força Jovem década 1990

Força Jovem São Januário 1990



sábado, 27 de janeiro de 2018

VASCO RAÇA 1985: TORCIDA APOIA EURICO

Comunicamos aos torcedores de Niterói e São Gonçalo que nós, da Vasco Raça, estamos apoiando o candidato a presidência do Vasco, Eurico Miranda. Ele significa garra, liderança, inteligência e amor ao Clube. Não podemos mais tolerar um Presidente omisso.
Queremos ver o nosso time de futebol ganhando títulos. E mais do que nunca as crianças, assim como todos nós, sentindo orgulho ao vestir a camisa que tanto amamos. Por isso estamos com Eurico, o Presidente que não deixará de ser torcedor.
Zelda Faria (08/11)

PARABÉNS EURICO
Passados alguns dias, resolvi escrever sobre as eleições no meu querido Clube.
É triste que o Presidente escolhido pela massa, pelos torcedores, não tenha sido eleito. Sentimos nossas esperanças se perderem em votos infelizes. No entanto gostaria de agradecer a Eurico Miranda pelo brilhantismo de sua campanha. Ele conseguiu sacudir a grande massa.
O meu desejo é que Eurico volte atrás em sua decisão de não se candidatar mais. Eurico, a sua luta foi muito bonita, mas, ainda não terminou. O nosso Vascão poderá ter sempre alguém pensando pequeno.
Nós precisamos de Eurico Miranda, gigantesco em seu maior objetivo que é o Vasco. Um homem que não precisa de cargos no Vasco para se fazer líder.
Você nasceu líder e a batalha não é apenas sua, é nossa. Parabéns Eurico, todos nós da Vasco Raça estamos com você.
Zelda Faria, São Gonçalo (21/11)
Fonte: Jornal dos Sports 08 e 21 de Novembro de 1985

Vasco Raça Jornal dos Sports 1985

Vasco Raça Jornal dos Sports 1985

Vasco Raça Maracanã 1984

Vasco Raça Maracanã 1986

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

MOTIVASCÃO 1982: NOVA DIRETORIA

A Torcida Motivascão formou sua Diretoria da seguinte forma:
Presidente: Carlos César
Vice Presidente: Hélio Joaquim
Assessor do Presidente: Deucimar
Secretário: Fernando
Tesoureira: Sônia Cristina
Relações Públicas: Benedicto
Desta forma estamos traçando planos para o desenvolvimento da facção e estamos dedicando o nosso amor para ficarmos por muito tempo ao lado do aguerrido Vasco da Gama. 
Não obstante queremos registrar os nossos preparativos para comemorarmos o 3º ano de existência junto aos incentivos cruzmaltinos. 
Nossa Torcida foi fundada em 10 de Junho de 1979 com a dinâmica força de nossa Diretoria e esperamos oferecer o melhor para os nossos adeptos associados.
Motivascão, com o Vasco e pelo Vasco, tudo.
Carlos César Chefe da Torcida.
Fonte: Jornal dos Sports, Coluna Bola em Jogo 15 de Abril de 1982

Motivascão Jornal dos Sports 1982

Motivascão São Januário 1981

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

VASCOELHO 1976: ESTRÉIA

Vimos através do Bate Bola, anunciar o nascimento da Torcida mais quente da Baixada Fluminense, batizada com o nome de Vascoelho, que fará a sua estréia no dia 13 de Junho próximo, no jogo que seremos campeões da Taça Guanabara em cima do Urubu.
Comunicamos aos interessados que desejam fazer parte da nossa Torcida e adquirir nossa camisa que é só procurar o Sr Aníbal, Av. Dr Arruda Negreiros 1.794
Avante Vascão.
Eduardo, Aníbal, Germano e Sérgio, Comando da Vascoelho.Coelho da Rocha
Fonte: Jornal dos Sports 03 de Junho de 1976

Vascoelho Jornal dos Sports 1976

Vascoelho São Januário 1976

Vascoelho São Januário 1977

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

TOV 1967: DUBAR COM VASCO

A Torcida Organizada do Dubar Futebol Clube, Campeão Classista de 1966, e Campeão do Torneio Início deste ano, vai integrar-se a Torcida Organizada do Vasco no jogo de amanhã, contra o Libertad. 
A ideia partiu do Presidente Anias de Paula Garcia, que ontem, entrou em entendimentos com o Sr João Silva e a Chefe da Torcida Vascaína, Dulce Rosalina, que concordaram e agradeceram.
Fonte: Jornal dos Sports 01 de Julho de 1967

TOV Jornal dos Sports 1967

TOV Maracanã 1967

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

TUV 1954: BRILHOU A TORCIDA UNIFORMIZADA

Dentre as coisas boas que houve domingo no Maracanã, a brilhante atuação do Vasco, a espetacular exibição da Banda de Fuzileiros Navais e a saudação ao público feito pelos famosos Capas Negras de Coimbra.
A estréia da Torcida Uniformizada do Vasco merece também um lugar de relevo. 
Desde cedo, centenas de adeptos do grêmio da colina, devidamente uniformizados, calça branca, camisa branca com gola e punhos pretos, boné branco, se agruparam do lado direito da tribuna de honra e devidamente sincronizadas incentivando os jogadores Vascaínos nas duas vitórias que obtiveram sobre o Botafogo (aspirante e profissionais).
Como número extra, a Torcida Uniformizada teve um gesto simpático saudado a imprensa, como se pode ver na foto, quando a determinada ordem de comando, treze torcedores ergueram um painel com uma letra que, reunidas formavam a frase: “Salve a Imprensa “. Foi a primeira grande demonstração dada pela Torcida Uniformizada Cruzmaltina, estando de parabéns o seu patrono Álvaro Ramos, pelo sucesso alcançado.
Fonte: O Jornal 22 de Setembro de 1954    

TUV O Jornal 1954

domingo, 21 de janeiro de 2018

PIRATAS DA SERRA 1987: HISTÓRIA

A primeira Torcida Organizada do Vasco em Nova Friburgo se chamava Piratas da Serra, que foi Fundada em 1987.
Numa iniciativa de Ademir Junior que foi Presidente de 1991 a 1992 e do amigo Nildo em 1992 decidiram acabar com a Piratas da Serra e fundar uma Família da FJV em Friburgo. 
Em 09 de Outubro de 1992 a Piratas da Serra passou a ser uma Família da FJV em Friburgo (15ª Família).

Piratas da Serra década de 1990

Piratas da Serra década de 1990

Piratas da Serra década de 1990

Piratas da Serra década de 1990

Piratas da Serra década de 1990

Piratas da Serra década de 1990

Piratas da Serra década de 1990

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

FEMININA CAMISA 12 1984: ANIVERSÁRIO DE 11 ANOS DA CAMISA 12

Como acontece há 11 anos, a Torcida Feminina Camisa 12 do Vasco, no Jornal dos Sports, o seu aniversário de fundação, o 11º, com uma Festa ao melhor estilo, em que não faltaram os refrigerantes e o bolo. 
E, desta vez, a Festa foi ainda mais animada pela presença do ídolo Roberto Dinamite, que partiu o bolo, justamente com Iara Barros, Chefe da Torcida e a sua principal incentivadora.
Da Festa participaram torcedores, funcionários do JS e inúmeros convidados, entre o vice Presidente de Esportes Aquáticos do Vasco, Fernando Costa, que representou o Presidente Antônio Soares Calçada, impedido de comparecer por motivos particulares.
Durante as comemorações foram entregues diplomas, medalhas e cartões de prata aos colaboradores da Camisa 12 em especial ao Presidente Antônio Soares Calçada, que tem ajudado não apenas a Torcida de Iara Barros, mas a todas as demais facções da galera Vascaína.
Foram ainda homenageadas diversas mães Vascaínas, D. Lila Gomes, mãe da Camisa 12, D. Lena, mãe da Tov, D. Maria Amélia, mãe da Diretoria do Vasco, mãe do Departamento Infanto-Juvenil do Vasco, D. Thereza Braga, a mãe hors-concours.
Emocionado com a Festa e com as homenagens que recebeu, Roberto Dinamite disse que só tinha uma maneira de retribuir todo o carinho da Torcida.
“Vou fazer tudo para dar o presente o título de Campeão Brasileiro.”
Daí, em diante, o resto foram aplausos e gritos de Casaca.
Fonte: Jornal dos Sports 11 de Maio de 1984

Feminina Camisa 12 11 Anos Jornal dos Sports 1984

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

FORÇA JOVEM 1971: SHOW ATRÁS DO GOL

DEVER
Quero parabenizar a Força Jovem do Vasco. Realmente é uma força e esta dando um show lá atrás do gol. Incentivar nosso time é um dever, porque para criticá-lo já temos os adversários.
Marli de O. Pedroso, Jacarepaguá, Guanabara. (25/04)

DEVAGAR NÓS VAMOS LÁ
Torcida Vascaína, esteja descansada que nosso Presidente está fazendo aos poucos para melhorar nosso time. Está de parabéns toda a Torcida Força Jovem pelo brilhantismo e alegria que deram na Cidade de Passos, acompanhando nosso time que teve uma recepção de nossos irmãos Vascaínos mineiros que, pela grandeza, somente a nossa seleção teria. Chefe da Força Jovem, Sr Ely Mendes, continue sempre assim, trabalhando pelo sangue novo, que é isso que nosso Vasco precisa há muito.
Antônio Alberto Pires, Praça da Bandeira, Guanabara. (10/07)

O SONHO
Quero através dessa seção, enviar o meu abraço a todos que participam da Força Jovem do Vasco por tudo que fizeram por nosso clube, nesse triste Campeonato. Em todos os nossos jogos, lá estavam vocês dando calor apoio e carinho de uma verdadeira Torcida. Já vivo sonhando com o dia em que poderei fazer parte da mesma.
Maria Nazaré de Souza, Maceio, AL.
Maria Nazaré, o pessoal da Força Jovem do Vasco vai vibrar com essa adesão lá de Alagoas. (11/07)
Fonte: Jornal dos Sports 25 de Abril, 10 e 11 de Julho de 1971

Força Jovem Jornal dos Sports 1971

Força Jovem Jornal dos Sports 1971

Força Jovem Jornal dos Sports 1971

Vasco 1970


segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

TORCIDA DO VASCO 1938: UMA NOVA ERA PARA A TORCIDA VASCAÍNA

QUE TODOS CERREM FILEIRAS EM TORNO DO ESQUADRÃO DA CAMISA NEGRA, ESTA TARDE. FALAM OLYMPIO PIO E DE LUCCA.
Com os acontecimentos verificados por ocasião do encontro entre o América e o Vasco, surgiram versões segundo os quais os associados do Vasco haviam glorificado o segundo gol do América, prorompendo em entustasticas ovações, como uma manifestação hostil a diretoria.
Fomos, porém procurados pelos Srs João de Lucca e Olympio Pio, chefes da Torcida Vascaína.
Vinham solicitar-nos que fizesemos público o ponta de vista da Torcida da Cruz de Malta, em relação ao esquadrão Vascaíno.

A TORCIDA E A DIRETORIA VASCAÍNA
Disseram-nos os Srs De Lucca e Pio, que em absoluto, a Torcida Vascaína não se desgostou com o esquadrão em campo, tampouco com a diretoria. Somente manifestou-se contra a direção técnica, por ter treinado um team e colocado outro em campo. Afirmam-nos ainda aqueles dois rotulantes da hinchada Vascaína que contra a diretoria nada há de reclamar, pois acham que o Sr Pedro Novaes é o homem talhado para o alto cargo de que esta investido.
- Sabemos convitamente – disseram os maiores da Torcida Vascaína – e afirmamos, que o Sr Pedro Novaes não tem seu prestigioso nome ligado as ocorrências da noite de quinta feira. Não se desconhece, por outro lado, que S. S. procura colaborar com a direção técnica sem desiolhecimento, como de resto prova exsuberantemente com sua conduta de contratar elementos de cartaz para o melhor apuro do nosso esquadrão.

NOVA FRASE PARA A TORCIDA
A seguir, De Lucca, revela depositar irrestrita confiança nos seus comandados, sentenciando: - Estejam todos certos de que a família Cruzmaltina não se rendera em hipótese alguma, reunindo-se, mais do que nunca, para a vitória final na temporada que se encerra. Assistiremos de agora em diante – continua – a verdadeiros duelos de Torcida, nós que os Vascaínos não negarão seu dinamismo para o máximo estimulo aos seus pupilos.
E o encontro de hoje, com o Flamengo deve ser o ponto inicial. Todos os Vascaínos devem cerrar fileiras em torno de seus cracks incentivando-os, de molde a eles possam dar o máximo em favor do triunfo , disso e incontentável, da camisa negra, frente ao indiscutivelmente valoroso esquadrão, que é o do Flamengo.
Fonte: Jornal dos Sports 04 de Setembro de 1938

Torcida do Vasco Jornal dos Sports 1938

Torcida do Vasco Sport Ilustrado 1938

sábado, 13 de janeiro de 2018

PEQUENOS VASCAÍNOS 1988: TORCIDA LANÇA NOVA CAMISA

Viemos mais uma vez a esta conceituada coluna para promover o lançamento de nossas novas camisas. 
Bordadas em tecido de fio acrílico e fabricadas especialmente para nossa facção, elas podem ser encontradas nas lojas Gurilândia, Black Ball e outras do ramo. Ainda continuamos com nossa promoção de novos sócios.
Quem entrar para a Pequenos Vascaínos ganhará uma camisa da Torcida que mais cresce no Brasil. 
Para isto, basta nos procurar no Maracanã em dias de jogos, na Sala 322-B, com Cecília, Edson ou Lessa.
José de Souza, o Zeca, Presidente da Pequenos Vascaínos
Fonte: Jornal dos Sports 20 de Junho de 1988

Pequenos Vascaínos Jornal dos Sports 1988

Pequenos Vascaínos Maracanã 1988

Pequenos Vascaínos 1989

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

VASCARAÍ 1976: FUTEBOL VASCARAÍ X LASSAFLU

Através da coluna Bate-Bola, informo que o Expresso Vascaraí goleou o time da Lassaflu por 5 a 0, na noite de quinta feira, no Campo do Abel em Niterói.
A Vascaraí formou com Gilberto, Marco Aurélio, Vanderlei, Henrique, José Ricardo, Marcinho, Marquinho, Ronaldo, Gilson, Luís Ricardo e Chico.
Os gols foram marcados por Chico (2), José Ricardo (2) e Ronaldo.
Para estes dias a Vascaraí tentará promover um Campeonato de Torcidas Organizadas de Niterói.
Ronaldo Lima, Niteroí
Fonte: Jornal dos Sports 14 de Novembro de 1976


Vascaraí Jornal dos Sports 1976

Vascaraí São Januário 1976

Vascaraí São Januário 1977


quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

FORÇA JOVEM 1974: COBRANÇAS A DIRETORIA DO VASCO

Levamos ao conhecimento dos verdadeiros Vascaínos que realizamos, na noite de 28 de Maio, importante reunião de nossa Torcida, no sentido de exigirmos, a partir dessa data, uma posição dos homens que dirigem os destinos do Vasco com relação aos absurdos e falta de respeito a massa torcedora do Clube, que se acumulam há anos e anos, sob a complacência de todos os que passam pela diretoria. 
Assim sendo, até que tenhamos dentro de campo uma equipe de futebol decente e que realmente represente a altura o nome do glorioso Vasco da Gama, até que tenhamos homens que valorizem realmente aqueles que trabalham, e até que esta sofrida, mas sempre fiel Torcida mereça um tratamento compatível com o que ela sempre deu ao Clube, resolvemos que: não mais compareceremos aos Estádios com nossas bandeiras, que 90 minutos de silêncio serão feitos em cada jogo que recolheremos nossa bateria, e que decretamos luto na Torcida pela morte que estão querendo dar ao nosso Clube.
Força Jovem do Vasco
Fonte: Jornal dos Sports 04 de Junho de 1974

Força Jovem Jornal dos Sports 1974

Força Jovem Maracanã 1974

Força Jovem Maracanã 1974