domingo, 30 de junho de 2013

VASCAMBI 1975: HISTÓRIA

Torcida do Município de Paracambi, localizado na Região Metropolitana da Cidade do Rio de Janeiro foi fundada em 20 de Junho de 1975.

Vascambi São Januário 1976

Vascambi Maracanã 1978

Vascambi Maracanã 1978

Vascambi Maracanã 1978


FORÇA JOVEM 1973: MULTIDÃO FESTEJA A CHEGADA DA DELEGAÇÃO

CARAVANA DA FORJOVA
Atenção galera Vascaína: a Força Jovem está organizando uma gigantesca caravana para incentivar o Vascão, lá em Florianópolis no jogo contra o Figueirense. O preço das passagens ida e volta é de 95 pratas e podem ser adquiridas na banca de jornais da Av. Rio Branco em frente ao Cineac. A saída será hoje as 22 horas. Retorno após o jogo.
Ely Mendes, Gabriel, Jorge Mello e Haroldo Afonso, Força Jovem, GB ( JS 30/11)

CHEGADA DA DELEGAÇÃO
Uma multidão superior a 3 mil pessoas saudou entusiasmada a delegação do Vasco na chegada ao Aeroporto Hercílio Luz , na maior recepção já assistida em todos os tempos na cidade de Florianópolis para uma equipe de futebol ou mesmo para qualquer personalidade.
Cinco ônibus do Rio, levando a Força Jovem, chegaram a Florianópolis aumentando ainda mais o ambiente de festa. Dezenas de outros ônibus do interior do Estado, também já chegaram a cidade e os hotéis estão inteiramente lotados.
Por outro lado, os torcedores do Rio do Vasco, levaram a sua bandeira de 1.250 metros quadrados para exibi-la hoje antes da partida e oferecerão uma placa comemorativa aos catarinenses pela estada e recepção de que foram alvos. (JB 02/12)
Fonte: Jornal dos Sports 30 de Novembro e Jornal do Brasil 02 de Dezembro de 1973

Força Jovem Jornal dos Sports 1973

Força Jovem Jornal do Brasil 1973

Força Jovem Jornal do Brasil 1973

sábado, 29 de junho de 2013

FORÇA JOVEM 2013: 12ª FAMÍLIA PETRÓPOLIS FAZ HISTÓRIA - EQUIPE TEAM BUDA JIU-JITSU

O G.R.T.O. Força Jovem do Vasco vem através de sua atual Diretoria parabenizar a toda Diretoria da FJV 12ª Família, em especial ao Smith e Coelho, e a toda a sua equipe, pelo brilhante trabalho realizado com as crianças, de inclusão social, através do Jiu-Jitsu, transformando vidas e criando campeões!
No currículo mais que vencedor da Equipe Team Buda de Jiu-Jitsu núcleo Força Jovem Fight Serra, podemos destacar as seguintes conquistas: Participação na Copa Kids 2012, realizada em Niterói com 26 atletas inscritos e conseguindo um total de 18 medalhas, na Copa Estação Saúde de Petrópolis com 30 atletas e conseguindo um total de 26 medalhas, pelo Estadual do Rio de Janeiro, na 1ª Etapa, 13 atletas inscritos com um total de 10 medalhas, pelo Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, 2ª Etapa com 19 atletas inscritos com um total de 14 medalhas, também pelo Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, 3ª Etapa com 14 atletas inscritos, e um total de 14 medalhas conquistadas, contabilizando um Quadro Geral de 82 medalhas, em apenas um ano e meio de árduo trabalho.
 Tendo formado inúmeros campeões, e para este esplendido trabalho continuar sendo feito, a Diretoria do G.R.T.O. Força Jovem do Vasco solicita que os interessados em patrocinar este projeto "único e inovador", entrem em contato pelo ID: 113*78353  e fale com o Smith, pois temos a ciência de que, arcar com todas as despesas, alimentações e transportes dos nossos campeões não é fácil, e quem puder, e desejar colaborar patrocinando o projeto ou algum atleta em específico ficaremos eternamente gratos.
Parabenizamos a 12ª Família de Petrópolis, pois estão formando mais que campeões, estão formando homens e tirando as crianças das drogas e violência da nossa sociedade!
Veja as fotos do último evento neste link: http://www.forcajovem.com.br/site/site/galerias/ver/?id=154 

Força Jovem 12ª Família Petrópolis 2013

Força Jovem 12ª Família Petrópolis 2013

Força Jovem 12ª Família Petrópolis 2013

Força Jovem 12ª Família Petrópolis 2013



FORÇA JOVEM 1973: ELES SÃO CHEFES MESMO NA DESGRAÇA, ELY ENSAIA O ADEUS

Aos inimigos se manda flores.
O Chefe da Torcida Força Jovem do Vasco, Ely Mendes sabe disso e os Vascaínos estão preparados para prestar uma grande homenagem ao Flamengo na partida de hoje. 
Se o Vasco vencer o jogo, milhares de lenços brancos serão agitados na arquibancada do Maracanã, ao lado de centenas de lanternas acesas. 
Todos os Vascaínos se unirão no final e cantarão num dos maiores coros que o Estádio já ouviu.
"Ai, ai, ai, ai, ai, tá chegando a hora, o dia já vem raiando meu bem, eu tenho que ir embora."
Ely Mendes é Chefe de Torcida desde 1969 (TOV), quando a Torcida Força Jovem foi formada (na realidade Ely entrou na Força em 1971), para renovar e dinamizar a tradicional Torcida do Vasco (TOV). 
De lá para cá, ela cresceu muito e atualmente ocupa um imenso espaço atrás do gol do lado esquerdo da Tribuna de Honra.
Sua bateria tem mais de 30 peças e a maioria dos membros é jovem de 20 a 25 anos.
“Olha uma coisa tenho que reconhecer, o Flamengo é um dos maiores Clubes do Rio e do Brasil, mas só fico satisfeito quando o vejo atrás do Vasco. Acho que esta partida cale muito mais para eles do que pra nós. De qualquer maneira, se o Vasco perder ficará numa situação ultra delicada, por isso lá estaremos para incentivar nosso time até o último minuto”, afirma Ely.
A Força Jovem do Vasco fez uma importante remodelação em termos de Torcida, acompanha a equipe do Vasco em todos os lugares. Já foi a Recife, Salvador, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e Belo Horizonte.
“No ano que vem iremos a Manaus com a inauguração da Transamazônica. A nossa próxima excursão será a Florianópolis, quando o Vasco jogará com o Figueirense. Quero até aproveitar a oportunidade para pedir a todos os Vascaínos que comprem logo sua passagem de ônibus no Cineac. A excursão sairá do Rio dia 30 sexta feira às 22 horas. Uma passagem custa apenas Cr$ 95,00”.
A grande preocupação do Chefe da Torcida e com a estréia do Zagueiro Marcelo, que ele vem acompanhando há 4 anos.
“Nossa Torcida está presente em todos os acontecimentos esportivos do Vasco. Estamos acompanhando Marcelo já faz quatro anos no time do juvenil. Para mim e todos os outros, é uma satisfação vê-lo estrear no time principal. Levamos faixas para incentivá-lo.
A faixa “Renê já és nosso Ídolo”, será mantida na arquibancada até acabar a suspensão do jogador, pois a Força Jovem achou injustiça sua suspensão.
Fonte: Jornal Diário de Notícias 25 de Novembro de 1973

Força Jovem Jornal Diário de Notícias Ely Mendes 1973

Força Jovem Jornal Diário de Notícias Ely Mendes 1973

FORÇA JOVEM 1973: CARAVANA A CURITIBA E BELO HORIZONTE

CURITIBA 
A Força Jovem está organizando uma Caravana para incentivar o time em Curitiba. 
A saída dos ônibus especiais serão da porta do Cineac às 18 horas de hoje. A volta está marcada para amanhã. 
A passagem de ida e volta custa Cr$ 75,00 e pode ser comprada na Av. Rio Branco 181, 12º andar, Centro do Rio de Janeiro. (19 de Outubro)

BELO HORIZONTE 
A Torcida Organizada Força Jovem está organizando uma caravana para assistir o jogo de sábado em Belo Horizonte. A saída de ônibus, será as 22 horas de sexta feira e os interessados podem procurar Ely ou Valfrido em São Januário. (07 de Novembro)

TORCIDA APANHOU
O Chefe da Torcida Força Jovem do Vasco, Ely Mendes, fez graves denúncias pela forma como foram tratados em Belo Horizonte. 
Foram alugados três ônibus para que aproximadamente 120 torcedores fossem ao Mineirão assistirem e torcerem pelo Vasco. 
Depois do jogo, torcedores do América cercaram os Vascaínos e o tumulto foi inevitável (13 de Novembro)
Fonte: Jornal Diário de Notícias 19 de Outubro e 13 de Novembro e Jornal do Brasil 07 de Novembro de 1973 

Força Jovem São Januário 1973

Força Jovem Jornal do Brasil 1973

Força Jovem Jornal Diário de Notícias 1973

Força Jovem Jornal Diário de Notícias 1973

Força Jovem Silas, Lampião Curitiba 1973

sexta-feira, 28 de junho de 2013

TOV 1973: FAIXA EM HOMENAGEM A RENÊ

“Parabéns Renê: já é nosso Ídolo”.
Esta faixa colocada em frente a Torcida Organizada do Vasco, fez a felicidade de um homem simples e de um profissional correto.
“Fiquei muito emocionado e satisfeito em saber que minha dedicação ao Vasco, reconhecida pela Torcida. Agora que fui efetivado na posição pretendo defende-la com muita disposição”. Falou Renê.
Fonte: Jornal Diário de Notícias 11 de Agosto de 1973

TOV Jornal Diário de Notícias 1973
Força Jovem faixa Parabéns Renê: já é nosso ídolo Maracanã 1973

Vasco 1971
Vasco 1973

FORÇA JOVEM 1973: O APOIO DA TORCIDA

Depois de ter perdido o 1º Turno para o Flamengo e o 2º Turno para o Fluminense o Vasco esta animado para o 3º Turno.
Outros motivos, segundo o Técnico Mário Travagline, benéficos para amenizar a tristeza dos jogadores foram o prêmio de Cr$ 1 mil que o Presidente Agathyrno Silva Gomes mandou pagar e um telegrama que o Chefe da Torcida Força Jovem Ely Mendes, passou para o Time.
Ely Mendes, inclusive, esteve ontem em São Januário e hipotecou toda a solidariedade da Torcida aos jogadores, confirmando que todos continuarão a prestigiar o Time e estão muito satisfeitos com a campanha que o Vasco vem realizando no Campeonato Carioca.
“Esperamos 11 anos seguidos por um título, o que só aconteceu em 1970. Não agora por causa de duas decisões injustas que abandonaremos as arquibancadas”, disse o Chefe da Torcida.
Fonte: Jornal do Brasil 28 de Julho de 1973

Força Jovem São Januário 1973

Força Jovem Ely Mendes 1973

Força Jovem Jornal do Brasil 1973

quinta-feira, 27 de junho de 2013

FORÇA JOVEM, TOV E FÚRIA VASCAÍNA DE NITERÓI 1973: VASCO X FLAMENGO DECISÃO DO 1º TURNO

As Torcidas Organizadas, Força Jovem chefiada por Ely Mendes e a TOV chefiada por Dulce Rosalina, que estão tão entrosadas este ano quanto Luís Carlos e Dé, decidiu não levar os perigosos foguetes para o Estádio do Maracanã. 
O dinheiro será empregado na compra de papéis picados, prateados e dourados, confetes, serpentinas, faixas com exaltação ao time e várias peças novas para a bateria.
Afinal, a Torcida encara a festa de domingo como um verdadeiro desfile de Escola de Samba de Carnaval.
Uma bandeira de 1.250 metros quadrados, mais 5 mil outras de porte médio, cinco bandas, três toneladas de papel picado e 50 caixas de serpentinas foi o que a Torcida Organizada do Vasco preparou para levar ao Maracanã.
Ely Mendes e Dulce Rosalina, Chefes das Torcidas, estão quase sem dormir há oito dias para organizar tudo. 
Cada membro da Torcida Organizada ficou encarregado de confeccionar 50 bandeiras e todos ajudaram a picar papel e colocá-los  em 40 mil sacos.
Do Estado do Rio, a Fúria Vascaína de Niterói já se comunicou com Ely Mendes afirmando que trará também uma bateria de um Bloco Carnavalesco de lá. 
Enquanto isso, Dulce Rosalina contratou a Banda do Pepino para animar o seu grupo.
Por causa de Alcir, que desfila na Escola de Samba da Mangueira, a Ala dos Tamborins da Estação Primeira estará animando também a Torcida do Vasco.
Várias faixas também foram confeccionadas pelos torcedores, destacam-se:
“Difícil de acreditar, que tudo não seja Vasco”, frase de Raquel de Queiroz.
“De hora em hora o Vasco melhora” e “Quem é Vasco, está na nossa, quem não é está na Fossa”.
Fonte: Jornal do Brasil Coluna de Oldemário Touguinhó 03 e 06 de Maio de 1973

TOV, Força Jovem Jornal do Brasil 1973

TOV, Força Jovem e Fúria Vascaína de Niterói Jornal do Brasil 1973

Força Jovem Bandeirão Maracanã 1973

TOV São Januário 1973


FEMININA CAMISA 12 1973: ESTRÉIA NA DECISÃO DA TAÇA GUANABARA

Fundada a duas semanas, a Torcida Feminina Camisa 12, organizada por Iara Barros, uma bonita mulata, será a grande novidade nas arquibancadas do Maracanã.
Elas são mais de 50 e irão vestidas com a camisa do Vasco de número 12.
Esta Torcida é formada pelas associadas do Clube e metade irá de calça comprida e a outra metade de short. Não tem bateria, nem banda de música. 
Mas nem por isso vão deixar de fazer barulho. Cada uma levará na mão uma castanhola, além da bandeira.
“Depois da Copa do Mundo, acabou todo e qualquer preconceito em relação a mulher num campo de futebol. Somos do Vasco, gostamos dele, por que então não iríamos organizar uma Torcida só de mulheres?
Justificou uma das torcedoras para explicar a formação da Torcida Feminina.
Fonte: Jornal Diário de Notícias 06 de Maio de 1973


Jornal Diário de Notícias 1973

Iara Barros Feminina Camisa 12 e Ely Mendes da Força Jovem São Januário 1973  

quarta-feira, 26 de junho de 2013

FORÇA JOVEM 1973: TORCIDAS PREPARAM UM CARNAVAL NO MARACANÃ, VAI CHOVER PAPEL PICADO

Três mil toneladas de papel picado, 50 faixas, uma bandeira de 125 metros quadrados que será levantada com 150 metros de corda, uma bateria com mais de 50 peças e uma banda de música, são as armas da Torcida Força Jovem, para ajudar o Vasco a conquistar a 9ª Taça Guanabara.
Ely Mendes, chefe da Torcida, está trabalhando há mais de uma semana e não admite de forma nenhuma uma derrota do seu time no jogo de hoje.
“Não passa pela cabeça de ninguém uma derrota do Vasco. O Flamengo não tem time para isso. A única equipe que nos assustou um pouco foi a do Botafogo, mas vencemos fácil.”
Esclareceu que depois do jogo, haverá passeata do Maracanã até São Januário, onde todos os Vascaínos farão verdadeiro Baile de Carnaval até o dia raiar.
“Na última comemoração, levamos quase duas horas do Maracanã a São Januário. Foi uma das maiores festas que a cidade já viu. O Vasco perdeu para o Fluminense, mas já éramos campeões por antecipação e lotamos todo o Maracanã. Escreve isso ai que é importante. Fomos a única Torcida do Brasil a lotar todo o Estádio, com aproximadamente 120 mil pessoas.”
Ely garantiu que hoje, haverá mais Vascaínos do que Mingau (Flamengo). Até agora, mais de seis Torcidas Organizadas já garantiram o seu comparecimento:
Torcida Organizada do Vasco (TOV), Torcida Feminina Camisa 12, Fúria Vascaína de Niterói, Adeptos do Vasco de Petrópolis e até uma Torcida vindo diretamente da Argentina, organizada pelo goleiro Andrada.
Fonte: Jornal Diário de Notícias 06 de Maio de 1973

Força Jovem Jornal Diário de Notícias 1973

Força Jovem São Januário Jornal Diário de Notícias 1973

FORÇA JOVEM 1973: LUÍS CARLOS IDOLO DA TORCIDA

“Há 3 anos que dirijo, junto com Ely, a Força Jovem da Torcida Vascaína. 
Hoje, até a Torcida tradicional do Vasco (TOV) reconhece que Luís Carlos não é mais aquele jogador medroso e sem confiança. 
Desde que voltou de Minas Gerais, estamos acompanhando sua recuperação com muita esperança e atualmente ele é uma realidade. Somos contra vaias a qualquer jogador e reconhecemos nosso papel como jogador nº 13.
Custe o que custar, vamos fazer o Luís Carlos vestir novamente a camisa da Seleção Brasileira, pois é no momento o melhor ponta esquerda do Campeonato Carioca e o novo ídolo de nossa Torcida”, disse a torcedora Linda.
Fonte: Diário de Notícias 27 de Março de 1973

Força Jovem Jornal Diário de Notícias 1973

Luís Carlos Jornal Última Hora 1973

Luís Carlos Jornal Última Hora 1973

terça-feira, 25 de junho de 2013

FORÇA JOVEM 1973: CHEGADA DE ZANATA

Vindo do Flamengo o jogador Zanata é recebido em São Januário, apenas por alguns Diretores e o Sr. Erasmo Martins Pedro que estiveram presente a assinatura de contrato. Vários sócios, porém e até o Chefe da Força Jovem Ely Mendes foram levar os cumprimentos ao jogador.
Fonte: Jornal do Brasil 03 de Fevereiro de 1973

Força Jovem Jornal do Brasil 1973

Zanata e Pelé 1974
Força Jovem Jornal O Globo 1973

FORÇA JOVEM 1972: TORCIDA RECEBE AMARILDO NO GALEÃO

O atacante Amarildo, segundo sua irmã Iracema, informou ontem ao Presidente Agathyrno Silva Gomes, chegará hoje as 7 horas no Aeroporto do Galeão, a fim de acertar seu ingresso em definitivo no Vasco.
O próprio Presidente Agathyrno se comprometeu ir esperar o jogador e acertar os detalhes de sua contratação e convidou o Chefe da Força Jovem Ely Mendes para comparecer com seus companheiros no Galeão, a fim de homenagear Amarildo.
Fonte: Jornal do Brasil 29 de Agosto de 1972

Força Jovem Jornal do Brasil 1972

Torcida do Vasco 1972

Vasco Amarildo Jornal O Globo 1973

Vasco Amarildo 1974

segunda-feira, 24 de junho de 2013

TOV 1972: TORCIDA PEDE A VOLTA DO TÉCNICO CÉLIO DE SOUZA

E enquanto o Vasco se prepara para receber o Técnico Travaglini, a Chefe da Torcida Organizada, Dulce Rosalina se prepara para reunir cerca de de 1.000 assinaturas de Sócios do Vasco, pedindo a volta de Célio de Souza.
Hoje, Dulce Rosalina estará na porta do Cineac recolhendo as assinaturas, que depois serão entregues a Diretoria do Vasco. (30 de Maio)
Enquanto Célio procura defender os seus direitos, a Chefe da Torcida Organizada, Dulce Rosalina, afirma já ter obtido 4 mil assinaturas no memorial em que é solicitada a volta do treinador ao comando dos juvenis. 
Ela esteve em atividade durante a tarde de ontem, colhendo adesões em frente ao Cineac e hoje pretendo conseguir mais assinaturas, numa bancada que instalará na Central do Brasil. (31 de Maio)
Dulce depois de recolher 8 mil assinaturas no montante de 70 mil Cruzeiros.
Indenização por dispensa sem justa causa.
Dulce Rosalina, depois de o irmão do treinador, Carlos de Souza, resolveu aceitar o cargo de Supervisor da nova Comissão Técnica, o que esvaziava sua campanha. (30 de Junho)
Fonte: Jornal Correio da Manhã 30 e 31 de Maio e 01 de Junho de 1972

TOV Jornal Correio da Manhã 1972

TOV Jornal Correio da Manhã 1972

TOV Jornal Correio da Manhã 1972

TOV Jornal Correio da Manhã 1972

TOV Jornal Correio da Manhã 1972

FÚRIA VASCAÍNA DE NITERÓI 1972: HISTÓRIA

HISTÓRIA 
Fundada em 1972. Teve como Chefe Ivanildo Santana.
“Não era bem uma Torcida Organizada, era um grupo que ficava na FJV e eles se denominava como Fúria Vascaína, assim como o pessoal do Bairro Pita de São Gonçalo, que tinha uma faixa com o disseres Vascopita, que mais tarde tornou-se uma Torcida em 1986.
Já em relação ao grupo Fúria Vascaína, era diferente assim como os Adeptos de Teresópolis, a maioria ficava nas sociais, pois a maioria eram sócios do Clube e se envolviam muito nas eleições do Vasco, apesar de ser um grupo unido, eles se dividiram numa Eleições do Vasco (1976), pois um grupo queria apoiar o Agathyrno e outros membros queriam apoiar o Medrado Dias, esse acabou sendo o fim do grupo, em relação a Fúria Vascaína era o que eu falei antes não era um Torcida formada e sim um grupo que assistia ao jogo na FJV” Disse Carlinhos Português em 2013.

CONCENTRAÇÃO
Ely Mendes, Chefe da Força Jovem, avisa que a concentração que a Torcida Vascaína de Niterói, a Fúria Vascaína, será as 12 horas nas Barcas. (Jornal Correio da Manhã 15 de Abril de 1972)

Fúria Vascaína Niterói e Adeptos do Vasco de Teresópolis  Jornal Correio da Manhã 1972

Fúria Vascaína de Niterói Maracanã 1973
Fúria Vascaína de Niterói São Januário 1973