domingo, 4 de março de 2018

ASTOVA 1993: ASTOVA EXIGE ESTATUTO

Associação quer leis para controlar as Torcidas e evitar “lei de Gérson”.
Agora, qualquer Torcida Organizada que surja no Vasco ou em outro grande Clube do Rio deverá ter o seu próprio estatuto. A exigência é da Associação das Torcidas Organizadas do Vasco, ASTOVA, para o ano de 1993. Outra exigência é a de proibir a entrada nos Estádios das Torcidas que não estiverem devidamente uniformizadas.
O Vasco tem atualmente dez Torcidas filiadas a ASTOVA: Força Jovem, TOV, Pequenos Vascaínos, Força Independente, Renovascão, Tulipas Vascaínas, Vasboavista, Garra Cruzmaltina, Vascaínos da Serra e Vaspetrópolis. Houve uma época em que o número de Torcidas Organizadas irregulares não era controlado no Clube.
“Como em outros Clubes, tivemos que controlar várias torcidinhas que só queriam levar vantagens da ASTOVA”, diz José de Souza Barbosa, o Zeca, que até o mês de abril estará a frente da Associação como diretor.
Cada Torcida Organizada que surge no Vasco goza de certos privilégios como: ingresso gratuito nos Estádios, que são distribuídos de acordo com o número de componentes que contém a facção, ônibus para as caravanas que acompanharão o Vasco fora do Rio e outras pequenas vantagens como segurança que é dada pela Polícia Militar do Rio, dentro dos Estádios, o que também é controlado pela ASTOVA.
“E qualquer problema que a facção tenha dentro ou fora de campo, o de violência por exemplo, deve procurar imediatamente a Associação que, a princípio, responderá pelos filiados”, afirma.
A cada Torcida Organizada inscrita no Vasco será dada a seu representante uma carência de aproximadamente um ano, para ver se realmente depois do prazo o grupo progrediu, fez alguma coisa para si ou para o Vasco. Ultimamente, o que estava acontecendo é que alguns grupos, com a finalidade de receber as mordomias que lhes eram devidas, só apareciam nos Estádios em dias de jogos.
“Nestas horas, quando precisávamos acompanhar as Torcidas que realmente trabalhavam e eram em maior número, tínhamos problemas”, enfatiza.
A finalidade da ASTOVA não é a de eliminar as pequenas Torcidas, pelo contrário. Nem todas as Torcidas do Vasco tem grande número de participantes e elas sempre são ajudadas pelas que tem mais condições.
“A finalidade hoje é organizar melhor as Torcidas. Tomando estas medidas, a ASTOVA poderá controlar melhor a violência nos Estádios, e achar os “focos de resistências.”
“A ASTOVA foi fundada em 1982 e de lá para cá procuramos nos estruturar melhor em favor dos torcedores. Atualmente, funcionamos no Maracanã, na Sala nº 322-B”, encerrou Zeca.
Fonte: Jornal dos Sports 31 de Janeiro de 1993


ASTOVA Jornal dos Sports 1993

Vasco São Januário 1992

Vasco São Januário 1992

Nenhum comentário:

Postar um comentário